Log In

Especiais

Os 30 melhores episódios da temporada 2011-2012: #30-21

Pin it

Dentro das comemorações dos 10 anos do TeleSéries, nos desafiamos a realizar um antigo e complicado desejo: montar uma lista dos melhores episódios da temporada. Listas são divertidas, são polêmicas, são corajosas, são injustas. E indispensáveis para quem gosta de compartimentar as coisas, fazer balanços, organizar ideias. Então, depois de muita deliberação, pesquisa e debate montamos nossa seleção dos 30 melhores episódios exibidos entre junho de 2011 e maio de 2012. A única regra da lista é que só podíamos inserir no ranking um episódio de cada série. O especial, em três partes, começa logo abaixo e segue na sexta-feira e no sábado. Espero que vocês divirtam lendo e questionando nossas escolhas, assim como nós nos divertimos organizando esta informação!

Os melhores da temporada são:

NCIS - Till Death Do Us Part

#30
Série: NCIS
Episódio: Till Death Do Us Part (9×24)

Till Death Do Us Part está longe de ser o melhor season finale de NCIS. Mas a questão é que ainda assim nos entregou um dos melhores finais de temporada do ano. Todo mundo já está cansado de finais de temporada com cliffhangers. Eu estou. Mas é por isto que NCIS é disparado o melhor procedural drama da TV: nele até mesmo o clichê é elaborado, sofisticado, elegante. Com Till Death Do Us Part, NCIS parte para uma década no ar com um grande vilão (e finalmente um grande papel pro Richard Schiff), uma equipe ferida, possivelmente sofrendo de transtorno pós-traumático, e com um grande ponto de interrogação sobre Ducky… NCIS é a série que mais anseio rever agora em setembro, porque foi a que fechou sua temporada de forma mais contundente. (Paulo Serpa Antunes)

Men of a Certain Age - A League of Their Owen

#29
Série: Men of a Certain Age
Episódio: A League of Their Owen (2×09)

Alguém ainda lembra de Men of a Certain Age? Bom, deveria, especialmente por episódios como A League of Their Owen. Em meio a forte crise econômica – três dias sem venda de carros na Thoreau –, uma partida de softball mexe com o emocional dos funcionários da concessionária. Ao final dos 40 minutos você se vê envolvido com todo o drama vivido pelos funcionários em campo – as brigas entre vendedores e mecânicos, o tropeço de Owen, os problemas de Terry com mulheres, as discussões com o juiz e a volta da esperança. A glória da Thoreau Chevrolet ultrapassa a tela e contagia o telespectador. Precisamos com urgência de mais séries e episódios assim. (Paulo Serpa Antunes)

Justified - Guy Walks Into a Bar

#28
Série: Justified
Episódio: Guy Walks Into a Bar (3×10)

Qual o grande episódio de Justified na temporada? Fiquei na dúvida entre este episódio, em que Raylan confronta seu inimigo Quarles, ou o episódio focado em Dickie (The Devil You Know, 3×04). Ambos os episódios trouxeram o máximo de seus atores, mas o confronto ocorrido em Guys Walks Into a Bar trouxe a tensão necessária para nos fazer torcer por Raylan, e termos a certeza de que Quarles não sairia dessa temporada muito bem. Além disso, foi neste episódio que Quarles perdeu completamente o rumo ao ser enganado por Boyd, perder uma boa grana e acabar indo de vilão para apenas um cara perdido, sem saber até onde pode ir para conseguir a atenção de seu pai. A confusão de Quarles contra o discernimento de Boyd é algo essencial a série, que não fica apenas no pé do “mocinho” Raylan. (Dan Artimos, do blog Episódios Comentados)

Hot In Cleveland - Tangled Web

#27
Série: Hot In Cleveland
Episódio: Tangled Web (3×13)

Se alguém te disser que uma aranha foi a responsável pela melhor participação especial em uma série de comédia nos últimos tempos, dificilmente você irá acreditar. Mas em Hot In Cleveland, esperar o inesperado é a fórmula garantida para boas risadas. Em Tangled Web, as três mulheres e Elka são surpreendidas por uma noite de amor e juventude a bordo de uma casa no lago. Tudo teria dado certo se não fosse a ganância de Victoria, as trapalhadas de Melanie e a falta de sorte de Joy. Para completar o festival de risadas, as linhas rápidas de Betty White foram impagáveis e, claro, a presença de Curtis Armstrong tornaram o 13º episódio da temporada o melhor de todos. E todo o talento humano foi sufocado pelos bichos nesse episódio: o papagaio bocudo incapaz de guardar segredos e ela, a aranha, capaz de paralisar uma pessoa após uma picada. Em resumo: o episódio cria uma rede de confusão, na qual quem riu por último foi quem ficou de pé. (Maria Clara Lima)

Boss - Stasis

#26
Série: Boss
Episódio: Stasis (1×07)

A premissa de Boss é que simples: Tom Kane fará de tudo, absolutamente tudo, pra se manter no poder, perpetuar sua imagem e guardar o seu segredo. Ainda assim ninguém imaginaria o quão longe ele seria capaz de ir até a metade final de Stasis, quando ele usa a própria família para criar o fato jornalístico que desviará o foco da mídia do escândalo que envolve sua administração. Mas Stasis é mais do que esta cena. É basicamente uma season finale antecipada, mexendo radicalmente com a estrutura da série: o repórter que vira o jogo, a assessora que cai em desgraça, a candidatura a governador sob ameaça, o vereador humilhado. A cena final, com Kane indo acertar as contas com a esposa, fecha um episódio inesquecível de Boss, ou, como eu passei a chamar, “a melhor série que você não está assistindo”. (Paulo Serpa Antunes)

Grimm - Cat and Mouse

#25
Série: Grimm
Episódio: Cat and Mouse (1×18)

Não foram poucos os que desistiram logo de início. Para os que se mantiveram fieis a Grimm, o quinto episódio foi o momento da virada: quando a porção série de fantasia e a porção de série procedural encontraram o ponto de equilíbrio, despertando nossa curiosidade. Mais para o fim da temporada, Cat and Mouse mostra como isso funciona bem através do amadurecimento de seu personagem, que aprende mais e mais sobre sua família à medida que é obrigado a conviver com as mais estranhas criaturas. Algumas charmosas como Monroe, mas a maioria perigosa como Edgar Waltz, o vilão da noite, cuja inteligência garante um dos melhores episódios desta temporada, colocando todo mundo mesmo em perigo. (Simone Miletic)

Revenge - Doubt

#24
Série: Revenge
Episódio: Doubt (1×17)

Emily afirmava que a trama não era sobre perdão, mas infelizmente não foi o que “tivemos” na season finale de Revenge. Mas nem tudo foi um Titanic. O aspecto principal da série é ver Emily em ação em busca de sua vingança e fazendo o possível e o impossível para que tudo o que ela queira simplesmente se torne realidade. Fiquei em dúvida em eleger o melhor episódio da série, mas creio que Doubt foi certamente o melhor da temporada. O episódio foi exibido justamente na reta da season finale e trouxe Emily novamente focada em sua busca em vingar a morte do pai. Além disso, tivemos o retorno de Mason que criou um blog para acabar com a reputação de Daniel – que realmente foi publicado na internet – além de sentir aquele gosto de maldade que só Victoria Grayson tem. Se você quer sentir uma raiva acumulada em alguém, Doubt certamente mostrou esse sentimento que só o olhar de Emily Thorne tem. Um olhar que sempre vai conseguir o que quer, bastando apenas lembrar que para começar uma vingança, é necessário cavar duas covas. (Mario Madureira)

Louie - Pregnant

#23
Série: Louie
Episódio: Pregnant (s02e01)

Pregnant, o episódio que abre a segunda temporada de Louie (e lá se vai um ano, a terceira temporada já está quase acabando), parece a primeira vista um episódio de uma piada só. E uma piada de peido, o que olhando de longe parece um bocado imbecil. Mas Pregnant consolida a proposta da série de Louis C.K., com inspirados números de stand up (aqui falando sobre o relacionamento com as filhas, casamento e divórcio e novas amizades), cenas de tensão que levam ao clímax cômico e um misto de agressividade (que pai mostraria o dedo médio para a filha?) e sensibilidade (com uma bela lição de moral sobre a importância de se ter vizinhos). Não é a toa que Louie tem três indicações ao Emmy Awards, inclusive uma de melhor roteiro justamente por este episódio. (Paulo Serpa Antunes)

Glee - Nationals

#22
Série: Glee
Episódio: Nationals (3×21)

Nationals é o episódio dos sonhos de todos os Gleeks. Teve confusão, superação, união, emoção, suspense, números musicais incríveis, Vocal Adrenaline, e muita, mas muita margem pra choro (de felicidade). Para melhorar ainda mais as participações especiais foram ótimas. Lindsay Lohan, Perez Hilton, Jonathan Groff e Whoopi Gooldberg arrasaram. Nossos losers preferidos finalmente foram campeões nacionais e foram bem recebidos na escola (vamos combinar que eles mereciam isso mais que ninguém, né?). A festa teve direito a papel picado – que estava dentro dos potes das tão temidas (e conhecidas) raspadinhas, beijo Brittana (tão esperado pelos fãs há tempo, já que o primeiro mal dá pra considerar) e um troféu gigante. Por fim, todos se renderam ao New Directions e a Will, que foi escolhido o melhor professor da McKinley High. Toda essa mescla de ingredientes faz esse episódio ser inesquecível e capaz de nos fazer lembrar porque amamos tanto essa série e esses “losers”. (Gabriela Assmann)

Castle - Cops & Robbers

#21
Série: Castle
Episódio: Cops & Robbers (4×07)

Cops & Robbers foi um dos melhores episódios da última fall season e disso não há dúvida nenhuma. O segundo episódio mais assistido da quarta temporada de Castle (perdeu apenas para Rise, a premiere) teve uma história sólida, foi recheado de momentos de muita tensão, uma atuação incrível de Stana Katic e um momento quente/romântico que deixou os fãs mais shippers com água na boca e à beira de um ataque de nervos – NÃO, MARTHA! E tudo graças à visitinha de Martha e Rick a um banco, que é assaltado, tornando mãe e filho reféns. É claro que Beckett não deixaria barato, e a detetive acabou fazendo o papel de negociadora, tudo para ver os reféns – leia-se especialmente Castle – à salvo. Mas não sem antes arrancarmos alguns fios de cabelo em razão de ver nosso escritor favorito – fazendo piada com Grey’s Anatomy, diga-se de passagem – aprisionado e correndo risco de morte. Obviamente, a astúcia de Castle e a bravura de Beckett salvaram o dia. Um episódio redondinho, pra viciado em série nenhum botar defeito. (Mariela Assmann)

Na sexta-feira: os melhores episódios, da 20ª até a 11ª posição.

Séries citadas:

Os textos assinados pela Redaçao TeleSéries são textos de autoria coletiva ou notícias escritas por um redator anônimo, mas sempre revisadas com a máxima precisão jornalística.

10 Comments

  1. Mônica Almeida

    Muito legal, o especial. Eu não saberia dizer qual o melhor episódio de Castle da 4ª temporada. Todos foram ótimos! Se bem que o último foi o que fez meu coração disparar mais vezes.

  2. Bianca Mafra

    GEnte, o triste de ler isso eh não me lembrar de quase nada, aí dá uma vontade de ver tudo de novo, aí olho o que ainda tenho para ver que não vi e então, finalmente, eu me acabo de chorar!!!!!!!!!!!

  3. Paulo Serpa Antunes

    Tô vendo Castle pelo AXN e este é o meu favorito da temporada até o momento (mas gosto também bastante daquele que o Castle e a Beckett ficam presos algemados).

    Já Glee eu gostei mais do episódio Michael, acho que por causa das canções.

  4. Raquel Perez

    Bianca, a minha capacidade de entrar nas séries de cabeça, coração e emoção é imensa. Eu me coloco no lugar das pessoas, literalmente vivo cada situação. Em compensação a capacidade que tenho de não me lembrar de muita coisa depois me mata de ódio.

  5. Raquel Perez

    Amei esse especial embora tenha seguido só 5 das séries, todas com ótimos reviews: Men of a Certain Age (até hoje não me conformo com o fim dessa série. Foi como o fim da era da inteligência na TV) que vou sempre sentir saudades; Justified, maravilhosa no interior do interior dos USA, retratando muito bem aquelas pequenas comunidades tão típicas; Revenge, uma enorme surpresa em como um tipo novelão pode ser tão surpreendente e instigante; Castle, cujo último episódio foi imbatível e finalmente a série de todas as séries: BOSS. Eu já comentei tanto sobre Boss que não sei mais o que dizer. Eu considero uma das séries mais perfeitas que assisti em toda a minha longa vida, e concordo com a review o penúltimo episódio “Stasis” foi como uma final antecipada e de tirar o fôlego. Pessoal do Teleséries vocês estão de parabéns.

  6. Pingback: Os 30 melhores episódios da temporada 2011-2012: #10-1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account