Log In

Opinião

Os 10 Melhores Episódios de Final de Temporada de 2003-2004

Pin it

Para abrir o meu Weblog vou publicar a minha lista dos 10 melhores episódios da temporada 2003-2004.

Não, não me esqueci de Friends, nem de One Tree Hill, Charmed, ER e todas as outras. Eu simplesmente não me empolguei com o final de temporada dessas séries. Ah, claro, se pudesse escolher uma 11ª, certamente Tru Calling entraria na minha lista. Mas os meus dez melhores finais de temporada, na ordem, foram os seguintes:


10º lugar – Angel – Not Fade Away
O final da temporada de Angel foi arrepiante, rápido, ágil, violento e emocionante. Mas também foi o final da série e por deixar os heróis sem saída e sem esperanças deixou um gosto amargo. Joss Whedon precisava encerrar a série com um final tão aberto? Precisava justamente matar Wesley, um dos personagens mais queridos da série? A série sem dúvida encerrou em grande estilo, mas também deixa uma série de questões no ar. A principal: existe esperança para Angel, Spike, Ilyria e Gunn?

9º lugar – Arrested Development – Let ‘Em Eat Cake
Eu não vi, você não viu e ninguém viu porque a Fox desapareceu com a série e não exibiu justamente o último episódio da temporada. Em Let ‘Em Eat Cake, George Sr foge da prisão, Lindsay abandona Tobias e Maeby sente ciúmes quando George Michael se apaixona por outra garota. Eu tenho absoluta certeza que teria gostado do episódio e coloco na minha lista como uma menção honrosa.
Agora, que pisada na bola, né Fox?


8º lugar – The West Wing – Memorial Day
Achei curioso que Aaron Sorkin tenha se retirado de The West Wing (possivelmente por pressões políticas) e John Wells, que assumiu a série no seu lugar, tenha encerrado esta quinta temporada com o episódio mais anti-Bush da história da série. Veja bem, dois congressistas e um alto funcionário do governo são assassinados e Bartlet decide reagir pelas vias diplomáticas e não pela guerra. É inacreditável, e difícil de engolir também.
Ainda assim o episódio Memorial Day tem seu charme. Joe Spencer brilhou em cada cena, em especial naquela onde Leo arrasa com Kate Harper ou quando, num evento raro na história do seriado, ele é queimado pelo Presidente Bartlet. E a cena final, quando Bartlet relembra do dia em que foi eleito e diz para Leo que era ele que deveria estar no seu lugar, foi uma das melhores da temporada. Dá até imaginar o Lula dizendo o mesmo para o Zé Dirceu.


7º lugar – Everwood – The Day is Done
O que todo fã sonhava aconteceu: Amy e Ephram namorando e, de brinde, Brown e Abbott trabalhando juntos. Melhor impossível. Mas em Everwood a felicidade é sempre temporária. Madison, grávida e escondendo sua condição de Ephram, é uma bomba-relógio que vai explodir a qualquer momento da terceira temporada do seriado.
O final da segunda temporada não conseguiu superar o final brilhante do primeiro ano do show, o que é um feito quase impossível. Ainda assim deixou todo mundo aguardando ansiosamente pela terceira temporada.

6º lugar – Two and a Half Man – Can You Feel My Finger?
O melhor ficou pro final. O último episódio, mostrando as tentativas mal-sucedidas de Charlie colher esperma e fazer uma vasectomia, foi o mais engraçado episódio da temporada.

5º lugar – Without a Trace – Bait
A tensão sexual entre Martin e Sam está no ponto máximo, Vivian Johnson é a nova chefe da divisão desaparecidos e Jack Malone… bom, Malone agora está sem emprego e sem esposa. Without a Trace prova, a cada episódio, que vai mais longe do que CSI quando o assunto é mostrar o drama dos nossos heróis. Ponto para ela.


4º lugar – Gilmore Girls – Raincoats & Recipes
O DragonFly está aberto, Lorelai enfim está com Luke, Rory não é mais virgem e Kirk saiu correndo nu pela cidade após um ataque de terror noturno. É ou não é o final de temporada dos sonhos de todos fãs?

3º lugar – Joan of Arcadia – Wealth of Nations
A virada do episódio final foi inesperada e elevou Joan of Arcadia a um novo patamar. Joan perde a fé, enquanto seus pais a reencontram através de sonhos e milagres. Um final poético e dramático, até o último fio de cabelo.

2º lugar – The O.C. – The Ties That Bind
Todo mundo sabia o que ia acontecer. Mesmo assim fomos surpreendidos pela forma como o roteiro do episódio final foi conduzido, pela edição e pela carga dramática que a despedida de Ryan provocou. Atire a primeira pedra quem não ficou com os olhos cheios d´água no clipe final (antes que perguntem, a versão de “Hallelujah” é de Jeff Buckley). Ah, eu não fiquei com os olhos cheios d´água, não. Na verdade eu chorei feito uma menininha.

Cena de Covenant
1º lugar – Smallville – Covenant
Eu detestei a terceira temporada de Smallville. Foi absurda, inverossímel e infeliz em todos os sentidos. A queda de audiência nos EUA está aí para me confirmar. Mas o final de temporada… foi de tirar o fôlego. Smallville geralmente é boa de season finales e aqui os produtores da série se superaram mais uma vez. O episódio começou surpreendendo com a presença de Tara, a falsa prima de Ka-El, numa esperta releitura do mito do Super-Homem. O clipe final, com Lionel na prisão cortando os cabelos, Clark preso dentro da caverna, Martha atônita diante do desconhecido e Jonathan, Chloe e Lex às portas da morte foi emocionante, intrigante, genial. Ah, se todos os episódios fossem assim…

Séries citadas:

É jornalista, pós-graduado em Jornalismo Digital pela Pucrs e trabalha com produção de conteúdo para Internet desde 1995. É editor de internet do Jornal do Comércio, de Porto Alegre. Fundou o TeleSéries em agosto de 2002. Na época, era fã de The West Wing, The Shield, Família Soprano e Ed. Atualmente é viciado em The Good Wife, NCIS, Game of Thrones e Parks and Recreation.

2 Comments

  1. Pingback: TeleSéries » Os 10 Melhores Episódiosde Final de Temporada de 2004-2005

  2. Pingback: TeleSéries » Os 10 melhores finais de temporada de 2005/2006

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account