Log In

Reviews

Orphan Black – Things Which Have Never Yet Been Done

Pin it
Série: Orphan Black
Episódio: Things Which Have Never Yet Been Done
Número do Episódio: 2x10
Exibição no Canadá: 14/06/2014
90.4
4.5
5

Depois de um episódio controverso, eis que Orphan Black apresenta Things Which Have Never Yet Been Done. O episódio teve um roteiro ágil e competente, que dosou bem drama, ação e humor, e que trouxe Helena de volta pras nossas vidas. Como não dar 5 estrelas para um episódio desses?

Cosima, Alison, Sarah e Helena, nossas amadas clones, tiveram uma história para chamar de sua nesse episódio. E até a vadia da Rachel teve um plot no episódio (btw, me devolve os abraços que te ofereci, sua $¨@)(&¨)#).

Voltamos a acompanhar a trama de Helena, que estava beeeeem de boa com os Proletheans, e agora traz seus bebês no seu útero (resta saber se eles irão se desenvolver e ela ficará grávida). E ela pode até ser espertona, mas é ingênua que só, e realmente estava achando bem bacana ficar lá e gerar os “meus bebês”. Mas Grace, que passou a nutrir uma admiração por Helena, acabou com a alegria da clone desgrenhada quando revelou que Johanssen é o pai de todos os bebês da comunidade, e que os “bebês da Helena” estavam sendo implantados em outras mulheres, como ela mesma. E Helena definitivamente não curtiu saber que seu material genético tá no cérvix da galera.

Orphan Black - Things Which Have Never Yet Been Done 2

E aí a parceria que eu previa lá pro início da temporada começou, e as duas “irmãs” resolvem fugir juntas. Só que é claro que a coisa não seria tão fácil assim, e Johanssen acabou aparecendo. Bom, azar é dele, porque enquanto Grace e Mark (que não era tão leal ao “sogro” quanto eu imaginava) fugiam, Helena “inseminou” o mal caráter. E colocou fogo em tudo pra garantir que os “milagres” parassem de ser realizados. Cena épica (e com uma fotografia belíssima).

Alison também ganhou uma história bem legal no episódio, e ele ficará marcado, para sempre, como aquele em que caímos de amores pelo Donnie. Ele deixou de ser um bobalhão completo para ajudar Alison a proteger a família. Até encarar Vick the dick e DeAngelis ele encarou, então podemos perdoar o fato de que ele não sabe usar a máquina de perfurar o concreto.

Imagino que depois disso DeAngelis e Vic vão dar um tempo para a família Hendrix, que se uniu no crime e reacendeu a chama da paixão. Afinal de contas, nada como concretar um corpo na garagem pra voltar a sentir atração pelo marido, certo? Alison <3!

Enquanto o professor Duncan faz progressos, junto com Scott, na decodificação das informações sobre a gênese das clones, Delphine precisou agir rápido para tentar salvar a vida de Cosima, que está com uma espécie de metástase (termo tecnicamente incorreto, eu sei, mas na falta de algo melhor…) da doença originada no útero. E inevitavelmente, então, as tramas de Cosima e de Sarah – sua IRMÃ – se misturaram no episódio.

Depois de muito um pouco de receio, Sarah acabou ajeitando tudo com Delphine e Kira doou medula óssea para tentar salvar a vida da auntie Cos. E apesar de toda precaução de Sarah e da Mrs. S, a vadia da Rachel conseguiu roubar a Kira do hospital. E usou Delphine para isso. Tem como não querer estrangular a clone de cabelo chanel?

Orphan Black - Things Which Have Never Yet Been Done 3

Depois de se aproveitar da lealdade de Delphine –  a “nova Dr. Leekie” – clones “boazinhas”, Rachel se passou – brilhantemente, diga-se de passagem – por Sarah, devolvendo a pegadinha da season premiere desta temporada. E Kira se foi. O que a doida da Rachel quer com a Kira eu não sei. Espero que seja apenas brincar de casinha e que ela não machuque a Kira (e se ela encostar de novo no Fee vai ter treta). Aliás, eu creio que ela não fará isso. E a fofura da Kira pode, inclusive, fazer o coração de Rachel amolecer e as coisas terminarem bem, muito embora o promo da season finale não indique isso.

Confesso que estou completamente ansiosa pelo próximo episódio, apesar de ele poder ser o último da série, que ainda não foi renovada e cuja trama pode, sim, acabar satisfatoriamente no próximo sábado. Então, que venha By Means Which Have Never Yet Been Tried!

P.S.1: videochamada entre Cos, Sarah e Alison? C-H-O-R-E-I!

P.S.2: Kathryn Alexandre, a magnífica dublê da Tatiana Maslany, apareceu nesse episódio. Ela fez a parteira/tia creche que quase é estrangulada por Helena.

P.S.3: Graeme Mandon, um dos criadores da série, falou no Twitter que a cena que mostrava as crianças sendo retiradas da creche antes do incêndio foi cortada por motivos de tempo de episódio. Mas deixou claro que nenhuma criança morreu no espetáculo pirotécnico de Helena.

P.S. Eterno: Tatiana Maslany RAINHA.

Séries citadas:

Editora Chefe do TeleSéries, gasta boa parte da sua semana com séries. Sua estréia foi com ER, e atualmente assiste - entre várias outras - Grey's Anatomy, Game of Thrones, Suits, Castle e Rookie Blue. Ainda assim, arrumou um tempinho para maratonar Friends, The X Files e Chuck - pela qual se apaixonou, recente e irremediavelmente. Está saindo da crise de abstinência de Fringe graças à Orphan Black.

6 Comments

  1. pedroluiz02

    Mariela , no PS1 tambem me emocionei pela multi atuação da Tatiana Maslany; .Ela foi praticamente um Chico Anisio com tantas caracterizações numa mesma tela.

  2. pedroluiz02

    é que na ficha no titulo tá escrito que é a Review do 2/10

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account