Log In

Reviews

Once Upon a Time – Smash the Mirror

Pin it

Série: Once Upon a Time
Episódio: Smash the Mirror
Número do episódio: 4×08 e 4×09
Exibição nos EUA: 16/11/2014
Nota do episódio: 8.5

Da última vez que Once Upon A Time teve um episódio duplo, este foi um dos melhores da série, o dessa semana não chegou a tanto, mas pode ficar orgulhoso por ser um dos melhores desta primeira parte da temporada. Com uma história interessante e, acima de tudo, emocionante, a série decidiu não mais enrolar e mostrar logo tudo aqui que demorou tanto para aparecer.

No episódio passado, Emma fugiu de todos para não mais machucar seus entes queridos, pois agora, nesta altura do campeonato, ela não consegue controlar seus poderes. Como solução, a – sempre – impulsiva salvadora resolve ir pedir ajuda a Rumple, o ser mais confiável para se pedir favores, só que não. Às vezes me pergunto o que se passa na cabeça dos roteiristas quando colocam algo desse tipo, fica difícil se afeiçoar à Emma quando eles só a colocam para fazer burrada. É compreensível a atitude dela, mas a personagem parece nunca aprender. E para uma salvadora, Emma é quem está precisando ser salva, prova disso é que a solução encontrada foi graças à Elsa.

Falando em Elsa, o flashback foi de longe um dos pontos altos da história. Finalmente a parte de Arendelle nos deu respostas. Após ser presa nas masmorras por Ingrid, Anna recebe a ajuda de Elsa para que elas possam prender a Rainha de volta na urna, mas nada será tão fácil, pois a tia delas parece ter olhos em todos os lugares do castelo. O que é bem estranho, afinal de contas, Elsa é a rainha, por que ficar se escondendo dos guardas? Mesmo com esses momentos sem explicação, assistir as reviravoltas dessa parte da história foi bem divertido como há muito tempo não era. Ingrid se mostrou uma vilã que em oito episódios ela não conseguiu fazer. No fim das contas não foi o Rumple quem prendeu a Elsa na urna, mas sim a própria Anna. A pergunta que fica é: como foi que o Dark One conseguiu a urna?

OUAT S04E08E09

Talvez esse episódio tenha sido melhor que os anteriores pelo fato de que dessa vez Rumple é quem foi o grande vilão da história, Ingrid não estava funcionando e era necessário trazer um grande empecilho para a trama. Rumple é um dos poucos personagens que caminha por todos os humores, todos os lados e ainda assim continua coerente com ele mesmo, com sua história. O diálogo entre ele e Emma na mansão abandonada foi prova disso, ele é um vilão, não há como negar e ele nem quer negar, aquilo é quem ele é, o destino está traçado.

Essa questão de vilão e herói foi muito bem tratada durante o episódio, é uma linha muito tênue essa entre heroísmo e vilanismo nos dias atuais e a série sabe trabalhar isso muito bem, com ótimos exemplos, como a Regina que era para ser uma grande vilã, mas é uma mulher que acabou encantando os espectadores com sua história. Para alguns o destino é algo já traçado e decidido – como Rumple disse – mas para outros é algo que pode ser construído graças as suas ações – como foi o caso de Regina. Que a série traga mais questionamentos como esses, pois isso só engrandece a história.

E sobre Regina, foi ótimo ver que ela ainda tem seus momentos felizes. Mesmo muito apagada nessa temporada, ela ainda é importante para a história e penso que a segunda parte da temporada vai ser mais focada nela e no livro mágico. Agora que ela descobriu que tem sim chance de um final feliz, vamos torcer para que ele chegue logo para a Rainha Má mais boazinha das histórias. E falando em Regina e seu final feliz… Alguém tá sentindo falta da Marian? Pode continuar congelada assim mesmo.

OUAT S04E08E091

E como não podia deixar de ser, sempre tem que haver uma grande reviravolta na história. Quero destacar duas, a primeira se trata de Killian que agora é uma marionete de Rumple, durante o episódio inteiro se pensou que Emma era quem seria aquela que iria sofrer, se dar mal e, bem, não foi assim. Sobrou para o pobre Hook. Quando é que esse casal vai poder ser feliz em paz? A segunda é a mudança da vilã Ingrid. Repito que ela não tem cacife para ser a grande vilã da temporada, seus planos eram muito fracos e bobos, mas nos últimos minutos do episódio tudo se encaixou e trouxe outra atmosfera para a história. Ela ainda não chega aos pés de Zelena e Pan, mas ao menos agora mostrou serviço. Só resta saber como eles vão conseguir impedir Ingrid de lançar a maldição. Até semana que vem, pessoal!

P.S.: Por favor, mais participação de Will!

Séries citadas:

Estudante de Letras, recifense, 19 anos. Viciado em séries, livros, filmes, música e chocolate. Reviewer de Once Upon A Time e Marvel's Agents of S.H.I.E.L.D. Tenta encontrar tempo para as mil ideias na cabeças, mas quando tem acaba escolhendo fazer aquela bela maratona que estava prometida há meses.

Website: http://folgadafaculdade.tumblr.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account