Log In

Reviews

Once Upon A Time – Mother e Operation Mongoose

Pin it

Série: Once Upon A Time
Episódio: Mother e Operation Mongoose
Número do Episódio: 4×21, 22 e 23
Exibição nos EUA: 03 e 10/05/2015
Nota do Episódio: 8.5

Once Upon A Time chegou em sua reta final, após uma temporada de mais baixos que altos, depois de muitos episódios difíceis, chegamos ao fim desse arco da história, um bem confuso – diga-se de passagem. No fim do episódio 20 Lily queria vingança pelo que os Charmings fizeram com a sua vida e a promessa que ficou era que no episódio 21 isso seria consumado, mas, assim como tudo que aconteceu nessa temporada, eles só prometeram e não conseguiram cumprir nada. O contato com Lily foi muito rápido para que houvesse uma conexão entre quem assistia e a personagem, para nós era como ver apenas uma rebelde sem causa que queria uma vingança.

Além da vingança de Lily que acabou não causando o impacto desejado, o episódio trouxe mais um momento entre Regina e Cora. Essas duas são sempre ótimos acréscimos a série e dessa vez não foi tão diferente. Penso que teria sido melhor se tivesse sido colocado em outro momento, era um episódio da finale, precisava de ação, grandes momentos de tirar o fôlego, mas nada disso aconteceu. A impressão que passou foi que os roteiristas estavam segurando tudo o que tinham para liberar na finale e fazer algo épico. Uma pena, já que os planos deles não funcionaram. Foi bom ver Cora tentando usar Regina mais uma vez para o seu bel-prazer, foi bom matar as saudades, mas foi em um momento inoportuno.

290682

Ao final – quando pensei que Regina ia se dar bem, mas é claro que não – o escritor foi quem tomou as rédeas da situação e fez o que bem queria fazer que era dar uma mudada nas funções de cada personagem e, assim, realizar seu sonho. Nesse episódio ficou bem claro qual foi o problema dessa temporada, no começo a proposta era unir três grandes vilãs e tornar a história delas o plot principal, mas o que vimos foram elas sendo deixadas de lado para que Rumple se destacasse e quando não estava dando certo eles trouxeram Zelena de volta e então, ao fim, colocaram o Autor como vilão. Essa falta de continuidade com a proposta inicial foi o grande problema de Once Upon A Time.

Então chegou a tão esperada e divulgada season finale, a intenção deles era ótima, mexer com os personagens e dar uma nova abordagem à série, mesmo que por apenas um episódio. Funcionou? Mais ou menos, a forma como cada personagem ficou no seu novo nicho foi bem criativa e aceitável, mas a forma como os atores estavam interpretando seus “novos” personagens foi forçado e muito deslocado. Talvez tenha passado essa impressão por termos visto três temporada de Snow boazinha e Rumple malvado, ou pode ter sido apenas uma atuação forçada mesmo. Rumple como cavaleiro estava tão fora de lugar que as cenas dele eram sempre cômicas.

293110

Um ponto positivo para a finale foi o foco maior em Henry, o garoto andava muito escondido na história e por mais que sua atuação seja irritante, acho importante dar um foco maior aos personagens antigos – melhor que trazer novos personagens e não trabalhar direito nenhum. Melhor ainda foi ver que se a Emma é a Salvadora, o Henry é o Crente; assim como na primeira temporada ele foi necessário para fazer a Emma acreditar na história dos contos de fadas, nesse episódio ele foi peça fundamental para fazer Regina acreditar. Ótimo ver ele seguindo Regina e a chamando de mãe pelos cantos.

Outro ponto positivo foi a mensagem passada, mesmo sendo controlados pelo Autor e o livro, no fim das contas cada um é quem faz a sua história. Não estava nos planos do Autor que Regina impedisse o casamento de Robin, ou que Hook se apaixonasse por Emma (que nem estava presente na história); mas assim foi como aconteceu. Independente de fados e destinos, nós é quem fazemos o nosso caminho. Foi uma boa colocação e uma boa maneira de terminar esse arco.

No geral, a parte da história em que se passou na Floresta Encantada foi boa, com momentos interessantes, mas apenas boa. A expectativa aumentou para saber qual seria o cliffhanger deixado no fim do episódio e, sinceramente?, não podia ser mais decepcionante. As fórmulas de Once Upon A Time já estão tão pré-estabelecidas que o fim se tornou previsível. Regina saindo para uma caminhada com Robin para ver a noite… Óbvio sinal de perigo, era claro que Regina ia ser atingida por algo ou alguém. O que seria uma season finale da série sem que Regina se desse mal de alguma forma? E a forma como eles retiraram o mal de Rumple? Uma temporada inteira dele procurando o Autor para mudar a sina dele e então, quando as coisas já não tinham mais jeito, o Aprendiz foi lá e retirou de forma simples e rápida o mal do coração dele.

Não sei o que esperar dessa nova temporada, além de uma Emma com muita cara de sono em todos os episódios agora que ela está do lado negro da força. Ter a Emma como vilã pode ser interessante? Pode sim, possibilidades infinitas, mas depois dessa temporada fica complicado saber se os roteiristas vão saber aproveitar todas elas de forma positiva. Infelizmente esse final deixou um gosto amargo na boca, vamos esperar a próxima temporada para ver se melhora. Até a próxima temporada!

P.S.: Hook continuou o mesmo de sempre independente da dimensão e isso foi tão bonito. Shippando Captain Swan para sempre.

P.S.²: Quem será o pai da Lily? Qual será a relação dela com a família louca de Emma?

P.S.³: Mesmo Regina não tendo terminado a temporada tão mal, tenho certeza de que no primeiro episódio da próxima temporada vai acontecer algo com ela. É sempre assim. #MelhoreOUAT

Séries citadas:

Estudante de Letras, recifense, 19 anos. Viciado em séries, livros, filmes, música e chocolate. Reviewer de Once Upon A Time e Marvel's Agents of S.H.I.E.L.D. Tenta encontrar tempo para as mil ideias na cabeças, mas quando tem acaba escolhendo fazer aquela bela maratona que estava prometida há meses.

Website: http://folgadafaculdade.tumblr.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account