Log In

Reviews

Once Upon a Time – Into the Deep

Pin it
Série: Once Upon a Time
Episódio: Into the Deep
Número do Episódio: 2x08
Exibição nos EUA: 25/11/2012
97.375
4.8
8

Não basta Once Upon a Time ser uma série nostálgica e maravilhosa em termos de enredo. Ela também tem que te deixar na fossa depois de você ver a cena em que Charming e Snow não podem ficar juntos, mesmo ambos querendo. Chega a ser uma maldição esse relacionamento, pessoal! Eles ficam juntos por um tempo mínimo e logo em seguida são separados, e quando se reencontram é em condições difíceis. O que é pior do que ver a pessoa amada e não poder tocá-la? Charming e Snow sabem bem disso, e como em Once Upon a Time, o amor é difícil e complicado, o nosso querido Encantado está preso na maldição do sono. Lado bom da história: quando eles se reencontrarem e forem dormir, ao menos poderão ficar juntos no sono também, não é?

E para aqueles que estavam achando que aquelas pessoas que estavam sem o coração eram zumbis, estão completamente enganados. Como sabemos, quando você retira o coração da pessoa, você passa a controlar ela e isso foi o que aconteceu com todos aqueles civis que atacaram as panteras. Mas vale ressaltar que essa história de roubar coração é algo complexo, pois ele pode ser controlado por qualquer pessoa e não apenas aquela que roubou. E você também não precisa ser bruxo para fazer isso, afinal de contas, Hook conseguiu roubar o coração de Aurora facilmente. Resta saber como ele fez isso sem magia.

Achei ótimo o episódio, definitivamente, e não por que eu sou um admirador e shippo Snow com Charming, mas pelo fato de Edward e Adam terem explorado a maldição do sono que, como vimos, foi à grande jogada do episódio inteiro. A comunicação entre os mundos por meio de um único mundo. E cá entre nós, essa história de vários mundos está dando o que falar, não acham? Agora sabemos que o Sugador de Almas manda as almas roubadas para outro mundo. O que exatamente isso possa significar? Tenho certeza que não foi somente o Príncipe Phillip que teve sua alma roubada. E ainda me arrisco a chutar que alguém do passado de Mulan teve sua alma arrancada, pois ela tinha ciência da criatura quando ela veio a tona.

Voltando para o episódio, creio que tivemos uma breve perspectiva tanto de Aurora, quanto de Henry, no quesito de heroísmo. Sabemos que ambos são personagens que são amados e protegidos por outros, mas é bem aquela história da Bela. Todos querem a sua independência e querem ajudar a salvar o dia como qualquer outra pessoa heroína, afinal de contas, se você mora em Storybrooke, você é um lutador e tem um história amorosa cheia de tragédia e tristeza. Mas não estou sendo irônico nesse quesito, pois de certo modo, isso é um reflexo do que somos, certo? Não temos um grande histórico de decepções amorosas? Como lidamos com isso e a que ponto estamos dispostos a lutar por isso? Henry e Aurora arriscariam as suas vidas, mas eles não são os únicos. E ainda questiono um grande fator: Mulan passará o resto de sua vida protegendo Aurora a pedido de Phillip? Eu sei que o amor leva a loucuras, mas será que também leva a eternidade?

Cora como sempre aparece divando e seu sarcasmo e ironias fazem parte de sua grande divindade e espírito de porco. Chupem essa haters! Mas a grande questão é que não é só o amor que move Once Upon a Time. Juntamente com o amor, a vingança dança uma eterna e oposta dança que passa pelas vidas desses personagens que sempre estão em busca de algo. Cora não descansará enquanto não conseguir entrar em Storybrooke, da mesma forma que Hook. Será que eles conseguirão agora que estão manipulando Aurora? Será que o grande mal está chegando a Storybrooke e a grande batalha começara na pequena cidade localizada em Maine?

Gostaria de ressaltar que adorei as frases cômicas da Emma como ‘o que diabos você está fazendo aqui?’. Nossa pequena esperança tentando entender como é ser uma princesa é a coisa mais engraçada da parte dela. E algo que também gostaria de comentar, sabemos que Emma é a personagem principal, mas se vocês forem perceber isso acontecia, pois ela estava em Storybrooke e não sabia da maldição. Será que agora que ela sabe, o enfoque não será mais nela? Pois, como podemos perceber, o enredo se tornou mais complexo a partir daqui e não envolve apenas Emma.

Queridos oncers, o próximo episódio vai explorar o passado da Rainha de Copas ou Queen of Hearts e sua terrível e eterna briga com Regina. Dizem rumores que ela é Cora. Será que isso é verídico? Até a próxima review, pois eu sei que vocês sempre vão me achar!

Séries citadas:

Bacharel em Ciência da Computação pela Universidade São Judas Tadeu. Nasceu em São Paulo, Brasil, no ano de 1993. Trabalha com desenvolvimento de software na Foster, empresa afiliada a WPP, estuda teatro e desenvolve vários experimentos em seu Laboratório. Assiste Once Upon a Time, Nashville, Downton Abbey e muitas outras.

Website: http://www.mariomadureira.com.br

2 Comments

  1. biancavani

    O Gancho pareceu se aliar à Cora, mas sabemos que ele tem sua própria agenda. No fim, irá ajudar Snow, as duas princesinhas (uai, Emma é a filha da Rainha Snow) e Mulan. Elas estão indo para a antiga cela do Rump – ele (como Mr. Gold) não disse algo relacionado à sereia? Vou assistir de novo a essa passagem.

    Mário, regra no. 1 dos escritores/roteiristas: quando os casais ficam juntos é a hora do “foram felizes para sempre” e daí acaba a história, porque se continuasse nos dariam tédio.

  2. Mario Madureira

    Eu sei disso! Eu também acabaria odiando muito os dois, mas é tão triste ver um casal que vai e volta! E o pior é que não é culpa deles! São acontecimentos externos que proíbem a união dos dois! Por isso que gosto tanto de OUAT. São os desastres amorosos que fazem com que nos apaixonemos pela série!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account