Log In

Reviews

Once Upon A Time – Darkness on the Edge of Town

Pin it

Série: Once Upon A Time
Episodio: Darkness on the Edge of Town
Número do episódio: 4×13
Exibição nos EUA: 01/03/2015
Nota do episódio: 8

Enfim, após quase três meses de hiato, Once Upon A Time retorna com a esperada temporada das vilãs. Antes de comentar sobre o episódio, é preciso falar sobre a expectativa em cima dessa segunda parte da série. Juntar três grandes vilãs – e tão diferentes, diga-se de passagem – foi uma das melhores ideias dos roteiristas até agora, porém depois do que foi a parte de Frozen é necessário ir com cautela nessa empolgação toda. O primeiro episódio veio com essa ideia, a história é promissora, mas não veio com grandes alardes, penso que aos poucos ela vai crescer e pode se tornar uma das melhores da série.

Ao fim da “temporada” passada, Rumple foi  banido de Storybrooke por Belle e assim foi procurar abrigo com Ursula. Ver as grandes vilãs no mundo real foi um choque e ao mesmo tempo divertido, Ursula trabalhando em um aquário se encaixou com a sua personalidade e poderes, mas a situação dela não era tão boa assim. Até mesmo as rainhas um dia podem cair. E não aconteceu só com ela, Cruela era uma socialite que estava vendo seu marido ser preso e seus bens confiscados. Sem nada a perder, as duas decidem confiar em Rumple e tentar buscar o tão esperado felizes para sempre. O meu palpite sobre o sucesso dessa temporada se dá por conta dessa premissa: a luta dos vilões por seus finais. Acho que focar agora nos vilões é mais interessante – devido ao histórico da série – do que focar nos mocinhos, e a prova disso é que logo neste primeiro episódio foi possível ver as nuances que podem ser trabalhadas, por exemplo, Regina quer o seu final feliz, mas sem machucar ninguém, ela o quer apenas para não sofrer mais, enquanto que as vilãs e Rumple querem o inverso. Vai ser legal ver essas divergências de vilões.

OUAT S04E13 2

Enquanto que Rumple montava o seu plano de retorno para Storybrooke, a cidade seguia muito bem obrigado sem a presença do Dark One. É uma cena tão rara de se ver que chega a ser estranho quando os moradores estão apenas vivendo suas vidas como pessoas comuns. Belle e Hook estavam trabalhando juntos para tentar salvar as pessoas que estavam dentro do chapéu do Feiticeiro, Emma e Regina procurando o Autor. Tudo seguia bem até Belle descobrir como salvar as fadas de dentro do chapéu. Ao salvar as fadas, Regina acabou liberando um demônio que – assim como foi com Marshmallow no início da história de Frozen – ia mudar a rotina da cidade… Pelo menos por algumas horas até os heróis salvarem o dia. A pergunta que fica é: por que apenas salvar as fadas para que elas possam ajudar a salvar as outras pessoas que estão no chapéu? Pelo ritual que foi mostrado parecia muito bem que dava para tirar todos dali de dentro, ah!, e que ritual fajuto, convenhamos.

E o mesmo demônio ainda fez uma participação no flashback. Rumple reuniu as três vilãs com o mesmo propósito – ter o seu final feliz – e as convenceu a ir atrás da Maldição das Trevas. Como Rumple não é a pessoa mais confiável no mundo, ainda mais nos tempos da Floresta Encantada, era óbvio que ele trairia as mulheres. Em posse da Maldição, o vilão as deixou para enfrentar o demônio sozinhas. A relação das três promete ser um ponto alto nessa temporada, as atuações da Malévola e Cruela estão impecáveis – dignas do Prêmio Robbie Kay de vilania –, Ursula ainda deixa a desejar, mas talvez melhore com o passar dos episódios e não é nada que incomode muito.

OUAT S04E13

Após serem traídas por Rumple, foi um pouco complicado ver as duas – Ursula e Cruela – confiarem nele de forma tão rápida e fácil. Estava esperando pelo menos o troco, era válido nesse primeiro episódio. Seria condizente com a “vilania” delas. Enquanto que a confiança delas em Rumple soou forçado e estranho, a de Regina nas duas foi compreensível e o discurso dela foi mais plausível ainda, afinal de contas se ela quer mudar, quer ser uma pessoa melhor e digna de um final feliz, ela não pode ser egoísta e negar o mesmo para outras pessoas. Agora que as vilãs estão na cidade e levaram o Rumple de volta, o próximo passo é ressuscitar Malévola e começar os trabalhos. Pela primeira vez a torcida fica com o team Evil, mal vejo a hora de ver a Kristin como Malévola tocando o terror em Storybrooke. Como tinha dito no início da review, a história iniciou tranquila, sem muitos alardes, mas mostrou que tem potencial, só resta saber como ela vai ser encaminhada e torcer para que dê tudo certo – dar tudo certo significa dar tudo errado para os mocinhos, pois assim a série fica mais emocionante. Até a semana que vem, pessoal!

P.S.: Qual será o segredo que os Charmings escondem?

Séries citadas:

Estudante de Letras, recifense, 19 anos. Viciado em séries, livros, filmes, música e chocolate. Reviewer de Once Upon A Time e Marvel's Agents of S.H.I.E.L.D. Tenta encontrar tempo para as mil ideias na cabeças, mas quando tem acaba escolhendo fazer aquela bela maratona que estava prometida há meses.

Website: http://folgadafaculdade.tumblr.com

1 Comment

  1. Beatriz Silva

    Nossa super ansiosa para ver o próximo episódio. Ouvi falar que a Marian ( mulher do Robin Hood ) na verdade é a Zelena!!! Saudades da verdinha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account