Log In

Opinião TV Brasil

O que vou assistir hoje na TV – segunda, 19/4/2010

Pin it

The Mentalist - The Red Box

Lembro que há algumas temporadas atrás, a Thais Afonso, em uma resenha de CSI:Miami, externou a preocupação com o fato de Horatio Caine estar transformado numa espécie de Batman. Lembrei disto porque estava pensando em The Mentalist e em como pode ser fácil um show policial sair da linha – e um policial virar justiceiro, ou corrupto, e o seriado sair da linha.

Ando realmente irritado com The Mentalist. Já acho que a série não merecia toda aquela recepção calorosa que recebeu na temporada passada, ainda que percebia seu valor – o charme de Simon Baker, a petulância de Patrick Jane, a paixão escancarada de Rigsby por Van Pelt (contrastando com os relacionamentos platônicos que dominam o gênero). Mas neste segundo ano, encerrado o ótimo arco envolvendo o agente Sam Bosco, o seriado entrou num caminho perigoso.

A comparação com CSI:Miami vem desta observação de que The Mentalist está se tornando meio que uma caricatura de si mesma e que, a cada semana, os roteiros exageram na dose para exibir o próximo truque de Patrick Jane. E a cada truque, Patrick Jane vai cada vez mais extrapolando a lei e, cada vez mais, arrastando sua equipe com ele. Não vejo mais contraponto, vejo apenas a equipe acobertando Jane e há tempos aquilo que era o tempero da série vem sendo servido como prato principal.

O episódo desta noite, às 22h, na Warner Channel, se chama The Red Box e introduz na série a atriz Aunjanue Ellis como a nova chefe da CBI. Tomara para que ela dê um jeito no Jane. E na série.

E mais:
• Ainda na Warner: Cold Case, 21h, com o episódio Flashover – com a equipe em busca de Nick Vera. Às 23h, Human Target chega com Embassy Row., com participação de Emmanuelle Vaugier.
• AXN vem com CSI às 21h, episódio Long Ball. E Criminal Minds, às 22h, com The Uncanny Valley.
Grey’s Anatomy (Sony, 21h) e The Good Wife (Universal, 23h) são reprises.
• Depois de introduzir Stephen Collins no papel do “Captain”, chegou a vez de conhecermos Bizzy, a mãe da Addison. O episódio desta noite de Private Practice (Sony, 22h), se chama The Parent Trap e tem a presença da atriz JoBeth Williams (com passagem por Dexter).
• Ainda tem inéditos de United States of Tara (Fox, 22h) e Life Unexpected (Liv, 22h).

Séries citadas:

É jornalista, pós-graduado em Jornalismo Digital pela Pucrs e trabalha com produção de conteúdo para Internet desde 1995. É editor de internet do Jornal do Comércio, de Porto Alegre. Fundou o TeleSéries em agosto de 2002. Na época, era fã de The West Wing, The Shield, Família Soprano e Ed. Atualmente é viciado em The Good Wife, NCIS, Game of Thrones e Parks and Recreation.

20 Comments

  1. Andrea

    É, concordo com sua observação sobre o Mentalist. Não tenho gostado das histórias em si, além disso todas as situações reforçam um ‘se ele não estivesse aqui…’ – enquanto a equipe da Lisbon é praticamente comandada por ele.

  2. Fernando dos Santos

    Em The Mentalist, eu estou achando que a Lisbon desistiu de confrontar o Jane porque as armações dele sempre trazem resultados, ele sempre consegue pegar os assassinos e por isso ela passou a fazer vista grossa.Ela também resolveu compactuar com o relacionamento de Rigsby e Van Pelt ao não reportar o fato para seus superiores.Na minha opinião, esses desvios que os personagens as vezes fazem em séries policiais até deixa um ar mais realista, tornando seus protagonistas mais humanos.O problema de fato começa quando eles abusam do recurso.
    Quanto ao enorme sucesso de público que a série alcançou no primeiro ano, eu também achei difícil entender.Talvez se deva ao fato de seu lead in na época ser NCIS.
    Agora o que eu acho que falta mesmo em Mentalist é o aparecimento de mais vilões recorrentes, porque vai chegar um momento em que o mistério do Red John vai se esgotar.

  3. lu

    Eu gostei bastante da primeira temporada e não entendo a implicância de alguns com a série. E ainda dizendo que seu sucesso veio do charme do Simon Baker ou que a indicação dele a prêmios tbém vem disso. Bobagem

    Essa temporada tem sido regular, já não tenho mais tanto prazer em ver a série e acho que o Patrick exagera nas pegadinhas e isso realmente vem tomando conta da série, que precisa consertar muita coisa. A gente mal sabe da vida dos detetives. É estranho. Mas gosto da série, só não é mais uma das minhas favoritas de se ver

  4. Thiago FLS

    O que me incomoda em The Mentalist são os ocasionais casos previsíveis e os “red herrings” cada vez mais sem-vergonha, como o “casamento aberto” da vítima no episódio que a Warner exibiu na semana passada.

    Mas achei o da semana passada bem acima da média. Claro que o nível aumenta sempre que Bruno Heller assina o roteiro, mas dessa vez o caso foi bastante original e Patrick Jane não se saiu completamente impune depois de apelar para mais um truque sem noção. Adorei o soco que Lisbon deu na cara dele.

  5. Jorge P. - DF

    Vou ser bem sincero, das séries que acompanho a única que tem mantido um bom nível de tramas e interações entre personagens é NCIS e The Good Wife. O resto tá dando raiva.
    Irregulares: Supernatural, Lost, Medium, SVU.
    Descartada: CSI

  6. mazinha

    Pois é Jorge CSI eu também ja descartei a muito tempo, até um tempo atrás eu ainda conseguia ver um ou outro episódio de CSI:Miami, mas hoje parei.
    Séries que eu acompanho mesmo e com entusiasmo é Criminal Minds, Fringe, e NCIS …TBBT é ótima para dar umas boas risadas e NCIS:LA está bem proxima de entrar para o rol das minhas favoritas…as demais eu assisto sem compromisso e sem esperar muito…

  7. Flavio Batista

    O misterio de Red John se esgotar?
    De que jeito se nao acontece nada relacionado a isso? A cada temporada sao 4 ou cinco episodios q tem ralacao com ele…
    É estranho ver um homem com grana, inteligente, perspicaz e cheio de sede de vingança como Patrick jane, só deitado no sofá esperando casinhos pra resolver com truques de salão. pra mim, um homem como ele ficaria focado nisso ate conseguir pegar o cara.
    mas continuo assistindo assim mesmo, pq os episodios em q temos Red john vs. jane sao muito bons e outros pelo menos divertem, até pq eu adoro esses truques de salao q ele faz rsrsrs…

  8. Jorge P. - DF

    Mazinha, já eu assisto NCIS LA sem compromisso, sem acompanhar direito. É bem feita, mas falta algo para empolgar.
    Surpresa mesmo eu tive ontem com So you think you can dance, muito divertido! E olha que estão 2 temporadas atrasados. Então não vale olhar na net quem ganhou, hehehe.

  9. Josué Prachedes

    Nós Seriemaniacos, sabemos que isso acontece, isso é normal nos filmes e nas nossas séries queridas.

    O BEM, o BEM ele sofre, sofre, sofre é roubado, apanha, apanha, apanha, mas no final, no final, o BEM, o BEM sempre vence o IMPÉRIO DO MAL.

    É CAMPEÃO.

    CAMPEÃO não TRI-CAMPEÃO.
    CAMPEÃO da TAÇA GUANABARA
    CAMPEÃO da TAÇA RIO
    CAMPEÃO CARIOCA.

    A soberba tem seu preço.

  10. mazinha

    O problema de NCIS:LA é que a gente acaba caindo no erro de conpara-la à série original, sendo que a proposta dela é bem diferente, eles são uma espécie de organização secreta, que trabalha no anonimato e difarçados, diferente de Gibbs e cia…mas eu gosto pois tem muita ação e a tecnologia que eles usam é demais…eu prefiro a original mas não gosto de compara-las para não ser injusta com a “galera de LA”….

    O mesmo acontece com Fringe, que por muito tempo foi comparada a Arquivo X e levou muito tempo para deixar esse “estigma” e mostrar seu valor…

  11. Flavio Batista

    “O mesmo acontece com Fringe, que por muito tempo foi comparada a Arquivo X e levou muito tempo para deixar esse “estigma” e mostrar seu valor…”

    Q aliás tá demais nesse retorno do hiato…
    Esse ultimo episodio foi o melhor de todos!

  12. Victor Hugo

    O episodio de hj de Human Target é um dos melhores da série…imperdivel!!

  13. ~vivi

    Eu parei na metade da segunda temporada de The Mentalist porque o PJ estava ficando insuportável, o que também aconteceu com o House. Todos gostam de personagens inteligentes, mas quando começa a virar uma idolatria e todos os outros parecem idiotas acaba me irritando. Esperteza tem limite e minha paciência também.

  14. Flávia

    Hey, Josué, parabéns! Sou Vasco, não Botafogo. Mas torci contra a urubuzada em todos os segundos! É como você disse, chega daquela soberba deles…

    Ah, e voltando à vaca fria… Hoje é dia de Criminal Minds para mim. E aproveitar a reprise de Grey’s para ver a reprise da estréia de Life Unexpected.

  15. vlad

    Estou achando a Coluna tao desorganizada… Pq não voltam a colocar os Canais e episodios em Topicos separados?

    Tá mto confuso, tava melhor antes…

    Os comentarios estão bem legais aliás, mas organizem um pouco a lista dos canais e series…

  16. Eliane Moura

    The Mentalist sempre foi ruim. Só assisto pq o Simon Baker é bonitinho! ;0)

  17. Reinaldo

    Paulo, concordo plenamente com a sua observação sobre a série Mentalist. Alias eu já havia externado essa mesma opinião em um outro post. Passei a me desagradar com o andamento da série, quando o protagonista passou a agir acima da lei em situações inverossimeis. Provavelmente eu não acompanhe uma terceira temporada. Na minha opinião a série Without a Trace era muito melhor.

  18. Pingback: Lie To Me: Secret Santa (02×08)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account