Log In

Opinião Spoilers

O que o amanhã reserva para 24 Horas

Pin it
Cena da sétima temporada de 24 Horas

Uma das séries que sem sombra de dúvidas saiu lucrando, e muito, com a greve dos roteiristas foi 24 Horas. Pressionada pela criticada sexta temporada, o drama em tempo real acaba ganhando ironicamente o que mais precisava: tempo. Tempo este que com certeza servirá para reavaliar o rumo da série, que como vimos na temporada anterior acabou se perdendo em um roteiro mal estruturado, acontecimentos repetitivos e falta de criatividade para fazer algo diferente do que já foi feito em temporadas passadas.

Com praticamente um ano para ser elaborada, as expectativas com certeza aumentam, assim como a cobrança ainda maior por uma temporada de grande qualidade. Após apelar feio, trazendo Tony Almeida (Carlos Bernard) de volta dos mortos, dá para perceber que realmente a parada providencial ao menos possa ser benéfica para explicar esse engodo e tentar mostrar que a volta do personagem tem uma explicação, o que mesmo assim será um pouco difícil de engolir. E, óbvio, criar uma temporada com mais surpresas e reviravoltas.

Para se ter uma idéia de vantagem da série neste momento, algumas cenas do começo da temporada foram gravadas, mas podem até mesmo ser alteradas. A linha do tempo pode ser mais facilmente elaborada com praticamente um ano de pausa, podendo até facilitar para a elaboração de uma oitava temporada se a série for renovada. Mas avaliando o trailer, que fora anteriormente divulgado antes desta parada forçada, como sempre acontece na série, ele traz muita tensão e uma história interessante, mas com a decepção da temporada passada, o melhor é mesmo “esperar para ver”.

No trailer, Jack Bauer (Kiefer Sutherland) aparece aparentemente sendo investigado por uma comissão do governo por ter usado de tortura para salvar um ônibus que seria alvo de um atentado. Isso é até interessante – será a primeira vez que de forma oficial seus métodos são contestados, pena não serem relacionados a temporadas anteriores. Entretanto, uma nova ameaça toma conta dos americanos: a quebra de um sistema de firewall que protege todas as comunicações relacionadas à infra-estrutura do país, como torres de energia, transporte e redes de comunicação, que se tornarão presas fáceis na mão de terroristas. E, chocado, Jack descobre que um dos principais envolvidos é Tony.

O que me deixou preocupado é que Jack insinua em uma das cenas a possibilidade, de novo, de um traidor, desta vez dentro do FBI já que a CTU realmente foi deixada de lado para esta temporada. Espero que não repitam de novo esse roteiro, afinal é incrível o número de traidores que já passaram pela série sem serem descobertos tarde demais… Mas não ficaremos na espera até janeiro para ver Jack Bauer.

A grande novidade é que segundo o The Hollywood Reporter, 24 Horas ganhará um filme para a TV com duração de duas horas, que irá atuar como uma ponte entre o espaço de dois anos que separa a sexta temporada da seguinte. O filme irá ao ar no segundo semestre. É uma idéia atraente que esperamos que impulsione a sétima temporada da série e que mantenha Kiefer Sutherland longe dos volantes por um bom tempo.

Confira o trailer, que foi ao ar em outubro na Inglaterra:

Séries citadas:

Luiz Marcelo é advogado. Fã de Lei & Ordem, Desperate Housewives, Grey's Anatomy, 24 Horas, The Good Wife e The Shield.

8 Comments

  1. João da Silva

    Espero que a série evite os clichês utilizados em outras temporadas e que não inventem como vilões um grupo terrorista de um país que não pratica ou defender o terrorismo.

  2. Giselle

    Eu adoro o Kiefer e 24 Horas e eu espero que esta sétima temporada faça com que 24 Horas volte a ser a série inovadora e com histórias inteligentes
    como sempre foi. A sexta temporada foi muito fraca
    e espero que com esta parada os roteiristas botem a cabeça pra funcionar. Agora esta história do Tony voltar dos mortos tem que ser muito bem explicada. Senão sei não. E Cavalca sabe que de Kiefer eu entendo e por enquanto ele tá calminho.
    E espero que ele continue assim.

  3. Manuel Reis

    De falta de tempo os senhores produtores da série já não se podem queixar. De falta de personagens também não (já vi uma foto do elenco, 11 pessoas). De falta de originalidade ainda vá que não vá, mas mesmo assim seria uma desculpa esfarrapada. Esperemos que “24” ganhe força com este hiato de um ano e 2 meses e que não seja afectada pela falta de originalidade que existiu este ano (e esta crise não foi só por causa da greve…).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account