Log In

Opinião Preview

O início de American Idol prenuncia seu fim? A audiência responde

Pin it

Cena do American Idol

Estreou nesta terça-feira (12/1) na Fox americana a tão aguardada nona temporada do programa de TV mais visto na terra do Tio Sam, o universalmente famoso American Idol. No entanto, por mais que pareça paradoxal, todos os motivos do mundo chamam a atenção para o reality show, menos aquele para o qual ele foi criado: encontrar um novo ídolo da música.

O episódio de estreia se inicia com um vídeo que, sem vergonha de se auto desmerecer, conta exatamente o drama de Idol. Sobre o ganhador do ano passado, ninguém entendeu quando Kris Allen levou o título. E ninguém continuou entendendo o rapaz quando ele lançou seu CD, que passou desapercebido pelas paradas norte-americanas. Ao mostrar Allen, é dito “um novo ídolo é coroado”. Ao mostrar Adam Lambert, o favorito, diz-se “nasceu uma nova estrela”. Sem contar o fato de a queridinha e destrambelhada Paula Abdul anunciou, logo após o final da última edição, que neste ano não mais faria parte do elenco do programa. Triste? Sim. Mas a imagem já estava batida e todo mundo superou bem rápido.

Com Kara, Randy e um Simon bem mais respondão e engraçado aqui do que na Inglaterra, como sempre, tudo começou em Boston esse ano. E tínhamos lá os dramas com Simon, os engraçados, os bons, os ruins e os muito ruins. Como não podia faltar, assim como no ano anterior com a Bikini Girl, Kara conseguiu uma séria briga com o entediado candidato Andrew Felon. Do lado engraçado, já ganhamos a piada da temporada, Norberto Guerrera, com um look um tanto…exótico? Mas do lado positivo, o show funcionou.

Maddy Curtis tomou meu coração com uma voz doce e tímida, mas cativante. Já o charmoso e talentoso Justin Williams trouxe um sorriso para o rosto de todos os jurados e de nós também, do lado de cá da telinha.

Cena do American Idol

As polêmicas não abalaram o bom de assistir às audições do Idol. Com a sem graça Victoria Beckham como convidada especial, no lugar que, mais para frente, será fixo de Ellen DeGeneres, o resultado foi uma senhora estreia que bateu na cara de todo mundo que agourou e apostou que o programa perderia fôlego. Foram 30 milhões de espectadores nocauteando a concorrência na noite de terça-feira e igualando (e até superando em alguns demos) os números da estreia da temporada passada.

São três meses de show. Ainda é muito cedo para perceber se os rumores e as polêmicas vão impulsionar ou corroê-lo ao longo deste tempo. Agora, prospectar sobre o futuro de Idol? Acho muito complicado. A uma semana do início do programa, Cowell anunciou sua saída do Idol. Para 2011, ele promete produzir o The X Factor USA, a versão americana do seu hit show do Reino Unido. Com um formato bem mais atraente, mais dinâmico e mais democrático, o X Fator, que também tem previsão de produção pela Fox, pode significar o último suspiro de existência do nosso show de calouros favorito.

Séries citadas:

12 Comments

  1. Pablo

    Pra mim “American Idol” perdeu a graça na 5ª temporada, quando a Carrie Underwood ganhou. Adorei, torci por ela. Depois disso, nada mais prestou.

    Talvez esteja na hora de acabar enquanto ainda há tempo, depois pode ser que eles passem vergonha.

  2. Rafael

    Na realidade a Carrie Underwood ganhou a 4ª edição e não a 5ª, a quinta já foi uma porcaria com a vitória do Taylor Hicks.

  3. Raruiz

    Pra mim a melhor temporada ainda é a com a Jordin Sparks e Blake Lewis. E como diria Christine ainda não superei a saída de Melinda Doolittle. Hauhauhauhau

  4. Pingback: Tweets that mention O início de American Idol prenuncia seu fim? A audiência responde » TeleSéries -- Topsy.com

  5. Flávia

    Esses problemas de conexão do Teleséries já estão acontecendo há uns três ou quatro dias…

  6. Jorge P. - DF

    E dá erro no acesso via RSS também. Que pena.
    Quanto ao Idol, já tem muito tempo que os melhores não ganham. Já nem perdi meu tempo com a última temporada. Esses realitys já enjoaram, ninguém aguenta mais.

  7. Tati Siqueira

    Eu assisto por mera diversão; Vale para descontrair e rir……Tem candidatos muito bons, mas tbém qdo aparece os ruins; My God!

  8. vlad

    Eu acho q vai muito do carisma do ganhador e do potencial q ele tem de se dar bem no mundo da musica.

    O idol só da um impulso, depois disso é com o proprio cantor, por isso mtos falham

  9. Rodolfo

    Nunca assisti o American Idol. Detesto esse tipo de programa. Porém, tenho que confessar: Sou fã da Carrie Underwood, vencedora do 4º ano.

    E o que a Victoria Beckham entende de música? Essa mulher é um fracasso!

  10. Vincent

    De acordo com o Hollywood Reporter, a Paula Abdul pode ser uma das juradas da versão norte-americana do X-Factor ao lado do próprio Simon Cowell e de Cheryl Cole.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account