Log In

Opinião Spoilers

O fim de Life Unexpected

Pin it
Drama familiar se despediu esta semana da TV americana. E decepcionou nossa colunista. Confira a resenha.

Cena de Life Unexpected
Life Unexpected, a série mais mulherzinha da CW chegou ao fim na última segunda-feira, dia 17, com um episódio aquém do esperado. Isso porque com o seu cancelamento precoce e a necessidade de encerrar a série satisfatoriamente tivemos dois episódios que atropelaram a ordem das coisas e que não significaram nada – uma vez que nos últimos cinco minutos houve uma passagem no tempo que inverteu os casais e deu o final feliz, típico de Malhação, para os personagens.

O que se tinha de pendente? Até então, Lux contou a verdade no tribunal quanto a agressão que sofria na casa dos pais adotivos Valerie e Trey e por isso Tasha cumpre uma pena de dois meses apenas no reformatório. Essa revelação acabou com o namoro dela com Eric que se culpava por ter algo com a aluna e, quando Sam conta tudo aos pais de Lux, uma longa discussão se trava na família e alguns problemas vem à tona.

Desde sempre a atitude de Lux é justificar os próprios erros com as burradas de Cate e Baze – o que é de se esperar de um adolescente que não foi educada para fazer melhor e encarar a responsabilidade pelos erros. Então a desculpa dela que explicaria a diferença entre Eric e Trey seria o fato de que Baze está namorando a ex-amante do pai. Na cabeça da adolescente isso teve alguma lógica, por isso vamos em frente. Eric pede demissão e vai embora da cidade.
Nathaniel Baze finalmente se liberta de tentar ser como o pai ou agradar o pai, termina com Emma e sem o emprego, seus planos de comprar a casa não dão certo fazendo-o ficar com o bar.

Outro problema era a perda do bebê de Cate e como ficaria seu relacionamento com Ryan. Ele conseguiu o show dos dois de volta e disse que não teria problema não ter filhos desde que ficasse com Cate.

Com tudo isso pra dar um desfecho os escritores teriam que pelo menos ter mais uns três episódios ou mesmo a temporada inteira. A forma como a relação de Cate e Lux se resolve, por exemplo, foi no mínimo estranha. Lux acusa Cate de não ouvir e nunca estar presente quando ela precisou. E foi só Cate admitir isso e perguntar sobre Eric que tudo fica bem! Verdade seja dita que desde que Lux chegou é ela quem se recusa a falar, porque já acha que sabe o que eles vão dizer e a posição de Cate como mãe é mostrar que mudar o passado não dá, mas dá pra determinar como será daqui em diante, sem mentiras, rancores e principalmente quem é a mãe e quem é a filha ali. No fim me pareceu que Cate vai sempre puxar a corda pro lado contrário de Lux, até que ela jogue na cara algum defeito ou erro da mãe pra que esta volte atrás.

Cena de Life Unexpected
Todavia a série podia muito bem ter encerrado assim: Cate e Ryan com o show (e com o filho né? Até agora não entendi porque fazê-la perder a criança), Baze com o bar e Lux sozinha, mas feliz com a família.

Eis que no finalzinho temos um salto no tempo de dois anos… e você não acredita no que está assistindo. Cate e Baze terminam juntos já que ela não conseguiu ficar com Ryan depois que descobre da gravidez da ex dele, que por sinal aparece na formatura de Lux e é amiga de Cate. A produtora do show da rádio tem um filho de Matt (o professor que sempre foi apaixonado por Cate) e Lux, bom, ela termina namorando Jones que seis episódios atrás estava namorando Tasha!!

Quer dizer, alguém entendeu alguma coisa? Porque foi importante trazer a ex de Ryan?? Baze e Cate já não dava mais fazia tempo, os dois, aliás, já tinham esquecido e seguido em frente, porque colocá-los juntos? Arrumar uma namorada pra Matt e Lux ficar com o namorado da amiga???

Cena de Life Unexpected

Todo mundo sabe da pressa com o desfecho, mas o final não seria tão ridículo se não tivessem enchido o roteiro com tanta coisa desnecessária.

Life Unexpected era a série mais mulherzinha, mas de tão ingênua nas histórias era impossível não enjoar fácil. Seu cancelamento foi merecido porque não faltava muito pra trama saturar.

A premissa era interessante e cheia de possibilidades, mas também clichê demais, com discussões demais que quando aconteciam nos levava a perguntar porque se perdia tempo com aquilo. A protagonista era o que a série tinha de mais próximo da realidade e um dos poucos personagens de séries teens que realmente se aproxima de um adolescente, mas nessa segunda temporada o nível de chatice atingiu o limite e o roteiro começou a andar em círculos e se perdeu, não apresentando nada de novo. Quis falar de família e relacionamentos, mas não conseguia transmitir nada. Talvez porque, com a ameaça do cancelamento, não quiseram arriscar, mas isso nunca vamos saber. Life Unexpected se despede com um series finale decepcionante e não deixa saudades.
Cena de Life Unexpected

Séries citadas:

Bacharel em Direito e servidora pública. Já chegou a ver mais de 30 séries, mas hoje prefere ter vida social. Atualmente acompanha Arrow, The Good Wife, The Voice e Scandal.

5 Comments

  1. Pingback: Tweets that mention O fim de Life Unexpected -- Topsy.com

  2. Raphael

    Acho que eles acabaram do jeito que se podia imaginar desde o começo da série. Não foi decepcionante. E dizer que LUX é a série mais mulherzinha da CW é pq nunca assistiu Gossip Girl, 90210.. pq pelo amor de Deus né.. aeuheau ri demais com essa review.
    Tem gente que não gostou, mas se voltar lá no comecinho, vai ver que a série cumpriu com tudo que prometeu. Quem tava esperando muito de uma série que já não tinha sido boa em audiência na 1ª temporada podia ter largado logo. Não estou arrependido de ter assistido ate o final.

    Não vamos reclamar dos clichês né.. pq se terminasse todo mundo felizinho com um bebê, não tem clichê maior.. foi otimo ;D

  3. Laisa

    Bom, eu não estava esperando nenhum grande final mesmo, porque não tem como uma coisa feita às pressas ficar realmente boa; mas vamos falar mal mesmo assim, claro.
    Acho que no geral, Life Unexpected tinha tudo pra ser uma boa série. No início não achei a história clichê, achei bem criativa na verdade, o motivo que levou Lux a procurar por seus pais biológicos. Acho que ela foi ficando clichê com o tempo. Os atores eram bons, e a primeira temporada foi muito bacana. Sempre gostei de não colocarem a Lux como a menina perfeita, ela é cheia de defeitos (como era de se esperar de uma menina que passou pelo que ela passou) e o seriado mostrou isso. Mas a segunda temporada foi desde o começo muito ruim. Acho que exageraram um pouco na rebeldia da Lux. Ela não estava mentindo mais apenas para se proteger ou para esconder seu passado sombrio. Ela fez isso, mas fez sem se preocupar com as consequências e com o que ou quem ela poderia atingir. Achei que ela sacaneou a Tasha a temporada inteira, ñ tava nem aí, ñ pediu desculpas nem nada, e a menina ainda continuou amiga dela. Pra mim, a Tasha devia ter no mínimo brigado com ela (o que seria sensato, ainda mais se a gente lembrar de como era a personalidade dela na primeira temporada).
    Bom, mas falando especificamente do final, eu ñ achei nada criativo a Lux ter ficado com o Jones. Mas entendo, ñ tinha muitas opções. Só acho que deveriam ter mostrado uma cena antes disso com o Jones e a Tasha terminando o namoro deles, de uma forma amigável e tal, pra ñ ficar parecendo que a Lux simplesmente roubou o menino da melhor amiga. E acabou que o Sam sobrou na história, coitado. Porque ñ colocaram ele pra ficar com a Tasha? Já que todos arrumaram um par no final, menos ela. Mas uma coisa que eu gostei foi da gravidez da ex do Ryan. Achei que surpreendeu de uma forma boa. E era óbvio que a Kate ia ficar com o Baze no final das contas, isso ñ foi surpresa. Tb achei interessante o caso da namorada do Baze com o pai dele. Mas se o seriado durasse mais, seria mais interessante ainda que os dois (pai e filho) se reconciliassem em algum momento.
    Mas concordo muito com vc sobre a relação da Cate com a Lux. Acho que no final rolou uma “moral da história” distorcida. Tudo o que a Lux faz de errado é justificado pelo passado horroroso dela. Poxa, coitada, ela passou por coisas que ninguém merece, mas já deu, né? A Cate e o Baze deviam levá-la a um psicólogo, sei lá.
    Mas enfim. Acabou. Realmente ñ deixou saudades, mas valeu pela primeira temporada.

  4. Cris Comamor

    Eu simplesmente amo a série!!!
    Será que sou tão fútil que não espero nada? Ou porque realmente esta história poderia ter sido de qualquer um? Eu Amo!

  5. Grazi

    Também adorei a série!
    Lógico, eu acho também que poderia ter sido melhor, sei lá, queria ter visto a reconciliação que desde o início da série eu esperei da Cate e Baze, achei desnecessário a Lux praticamente roubar o Jones da Tasha, acho que mesmo que ela ficasse sozinha não seria ruim já que o propósito da trama era dar a ela o que la sempre quis: Família. Sei lá, as coisas simplesmente se resolveram do nada! Entendo que isso se deu ao fato de cancelarem e eles apressarem a serie, mas vou sentir falta. Queria muito uma terceira temporada! :(

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account