Log In

Notícias Programação EUA

O Fim da fall season americana?

Pin it

Aderindo a proposta de agências de publicidade que buscam uma melhor forma de investir em seus produtos, os canais americanos devem promover nos próximos meses uma mudança na estrutura das temporadas das séries. Ao invés de esperar setembro para lançar novos shows, a idéia é espalhar as estréias ao longo do ano, em uma estratégia similar adotada pelos canais pagos brasileiros que, em quase todo mês, apresentam novidades em suas programações. Seria o fim da fall season americana?

A Fox pretende implantar essa estrutura imediatamente e vai trabalhar com a venda de espaços publicitários para 52 semanas. A NBC também anunciou que deve seguir o mesmo caminho. O canal já cancelou a produção de vários pilotos de séries e programas para a temporada 2008/2009.

Segundo o New York Times, essa reformulação no primetime americano permite que as emissoras invistam melhor seu dinheiro e não percam tempo produzindo séries que não têm chance de vingarem. Os roteiristas também ganhariam mais liberdade criativa e ficariam livres de pressão para cumprir prazos de entregas de roteiro até setembro.

Sem contar que com a descentralização das estréias, a possibilidade de novas séries ganharem audiência cativa nos primeiros meses, prolongando a sua duração no ar, é muito alta. Embora alguns canais já estejam abraçando essa nova forma de se produzir programas, é bom ressaltar que é apenas o começo ainda e mudanças devem acontecer a longo prazo.

Texto publicado originalmente no weblog Prime Time

8 Comments

  1. fernando dos santos

    Gostei da idéia.Se não me engano os canais pagos nos EUA já usam essa estratégia e não possuem uma temporada específica para estréias.
    Porém, depois de tantas décadas de fall season o modelo deve demorar mesmo para virar moda na tv aberta americana.

  2. Maurício

    Eu acho maravilhoso que isso aconteça. É a possibilidade de diminuir ao máximo a chance de séries saírem prematuramente do ar. É melhor para o telespectador que terá as estréias distribuídas ao longo do ano, e não concentradas numa época só, perdendo, muitas vezes de ver grande parte delas. Além disso racionaliza o trabalho dos roteiristas.

    EXCECELENTE!!!!!

  3. Marco

    O verão americano é famoso pelas baixas audiências, como seriam avaliadas as séries nesse período?
    Outra, dificilmente uma série de midseason alcança o sucesso, por que isso mudaria agora?

  4. Marcio

    Marco, você não acha que essa baixa audiência não se deva justamente ao excesso de reprises, visto que nessa época poucas são as séries com episódios inéditos a serem exibidos?

    Creio que que com essa distribuição de estréias ao longo do ano deverá contribuir sim para o aumento médio de audiência dos canais.

  5. Plínio Moreira

    Da lado das críticas dizem que será ruim pros roteiristas iniciantes.
    O modelo de temporadas atual ditava dois grandes períodos de contratação por ano, era nesses meses que a galera que ralou pra escrever spec scripts tentava alguma chance de ser lido e escalado para alguma equipe.
    Como a contratação vai ficar diluída ao longo do ano, dizem que a contratação por indicação vai crescer e esta feita através da leitura de spec scripts vai diminuir.

  6. Pingback: O que anda acontecendo nos blogs da Sociedade « Sociedade dos Blogs de Séries

  7. Cesar

    Falar em “fim da fall season” é um certo exagero, acho.

    O fato de diluir as estréias ao longo do ano não significa acabar com a fall season. A questão já levantada da baixa audiência tem a ver pouco com as reprises, e muito com o período de férias. Como no Brasil, quando entre final de Dezembro e final de Fevereiro pouca coisa acontece na TV.

    A parte positiva é que algumas séries terão, de fato, mais chances de durarem ao menos 13 episódios e evitar cancelamento prematuro. Bom pra todo mundo, especialmente para os produtores e para as TVs, que arcam com os custos da produção, que se perde sem a transmissão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account