Log In

Estilo

O estilo vintage-floral de Norma Bates

Pin it

Foi num vestidinho florido, meio rodado, cardigã azul da cor do céu e sapatos de corda que Norma apresentou o Bates Motel para o filho, Norman – e para a gente, também. Em uma das cenas iniciais da série da A&E, a personagem estava reluzente com a jornada que se iniciava e subiu no capô de seu carro antigo, segurando a cintura, para posar junto de seu novo empreendimento, ao fundo. Ficou quase como um quadro, desses bonitos, que ficam para sempre no corredor infindável que é a nossa memória.

Tratando-se do Bates Motel, a gente pode dizer que o lugar foi, literalmente, inaugurado em grande estilo. Sua dona, Norma Bates, durante todas as dez noites de estadia, em que os dez episódios foram exibidos, apresentou aos espectadores – ou hóspedes -, modelitos de fazer inveja. Mas, dessa vez, não são as portas do hotel macabro que vão se abrir para a gente, não – é o guarda-roupas da Norma que vai ficar bagunçado, de tanto a gente xeretar.

A grande sacada do figurino da Norma é que ele serve tanto para meninas de 20 anos, quanto para as mulheres mais maduras, na “melhor idade”, já que Vera Farmiga, a linda atriz que interpreta a personagem, tem 39 anos – nem jovenzinha, nem madura; meio termo.

Para começar, clarearam o cabelo da Farmiga para viver a Norma, o que achei acertadíssimo. Ela ficou mais jovem e “colorida” (para quem tem olhos azuis, o loiro sempre destaca essa condição que Deus deu, porque né…). O corte, de comprimento médio, próximo aos ombros, era todo repicado e finalizado com babyliss, que dava um ar clássico e, ao mesmo tempo, moderno a ela. Isso, quando as madeixas não estavam escondidas em um coque (ou “pituca”, como diz minha avó). Fácil entender as razões: Bates Motel, apesar de ser um prelúdio do filme Psicose (de Alfred Hitchcock, lançado em 1960), se passa nos dias de hoje. O ontem e o hoje se misturam, como os estilistas famosos adoram fazer nas passarelas!

O ar vintage se reflete por toda a história – passando desde os cenários, a praia, os móveis do hotel, até as vestimentas da Norma. A matriarca da família Bates, basicamente, usa peças com estampas florais, podendo ser camisas ou vestidos, mas sempre com “pegadas” atuais, seja pelo recorte, uma manga virada, um botão aberto. A combinação camisa + saia (sempre na altura do joelho) remete ainda mais às produções de cinema antigas. Para servir de contraponto, um trench coat burgundy (cor entre o vermelho e o marrom, na imagem à esquerda) foi escolhido. A cor tem sido uma das grandes tendências do inverno 2013 e apareceu com força em batons, calças e bolsas entre os modelitos das It girls ao redor do mundo.

Minha peça preferida do guarda-roupas da respeitável Sra. Bates, no entanto, é um casaco berinjela, que ela usou algumas vezes (à direita). Na mais marcante delas, quando estava deixando um dos quartos do hotel depois de “momentos divertidos” ao lado do delegado Shelby (ai, ai…). O look todo, aliás, é um glamour só! Por baixo do casaco, ela vestia peças azuis, bordadas, mostrando toda a “finesse” típica da Norma. Já o policial bonitão, sinto informar: está fora do mercado (o Mike Vogel, ator e ex-modelo que deu vida a ele, é casado e pai de 2 criaturinhas fofas). É, meninas, quem sabe numa outra temporada, digo, vida.

Por falar em “temporada”, a série era gravada no Canadá e tinha cara de inverno. Por isso, os cardigãs, que deixaram de ser item do armário da vovó há algumas estações e permaneceram firmes e fortes, por invernos e verões, eram peças-chaves da Norminha (que tinha em diversas cores). E até os meus amados lenços (como eu amo esse acessório) deram ainda mais charme à irresistível Norma!

O blazer marinho, um coringa em qualquer guarda-roupas, também teve direito a um cabide no closet da nossa diva de hoje. A saia, outra vez marinho, com botões na frente, comprova a versatilidade da personagem!

Fofa mesmo, a “dona” Bates ficou ao vestir um avental floral. Nem na cozinha, a estampa preferida da Norma passa despercebida. O cabelo preso nas laterais deu certa inocência à ela – que, de inocente, não tem nada!

A Norma não é sempre clássica ou certinha. Camisa xadrez confere um ar pra lá de moderninho aos corredores cheios de suspense de Bates Motel. Se não, ao ver a personagem desfilar por White Pine Bay com sua camisa sobreposta com suéter, temos impressão de uma mulher estilosa e prática, como uma mãe de família e empreendedora, típica dos dias de hoje. Até a transparência tem vez e pode ser usada para fisgar, de vez, o coração do bonitão da cidade…

Como gerente de hotel, a Norma até se esforça, mas ela não é, digamos, a mais eficiente. Aceitaria tê-la como consultora de moda? Bates Maison? Huuum.

Em tempo: Bates Motel estreou ontem, quinta-feira, pelo Universal Channel, onde será exibida semanalmente, às 22h. Freddie Highmore, o protagonista da série, esteve no Brasil há alguns dias e bateu um papo com a imprensa, incluindo o TeleSéries.

Não, não feche a porta ainda. Antes de partir, quero tirar mais uma coisinha do armário…

Na vida real, a Vera Farmiga é casada com o músico Renn Hawkey, com quem tem dois filhos. O mais velho, Fynn, esbanja estilo. Dá vontade de levar para a casa, né?

Até mais!

Séries citadas:

É jornalista formada pela Unesp e pós-graduanda em Gestão Cultural. No TeleSéries, escreve mensalmente a coluna Estilo. Aficionada pelas histórias de terror, sobrenaturais e de mistério, também não dispensa aquela comediazinha romântica... Pushing Daisies, Jeannie é um Gênio, A Feiticeira, Riget, Lost in Austen, Wonderfalls, Samantha Who?, Copper, Harper's Island e Hannibal estão entre suas séries preferidas de todos os tempos! :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account