Log In

Reviews

New Girl – The Story of the 50

Pin it

Série: New Girl
Episódios: The Story of the 50
Temporada: 1ª
Número dos Episódios: 1×10
Datas de Exibição nos EUA: 17/01/2012

Ei, garota. O que você está fazendo? E pra onde você está indo? Quem é essa garota nova que foi indicada ao Globo de Ouro e diverte milhões de seguidores? É, a  Jess voltou – no dia do aniversário da Zooey Deschanel – para mais um episódio de New Girl, o primeiro de 2012.

Já disse em outras reviews que até agora espero a série decolar, torna-se algo muito bom e divertida, e só assim fazer jus a essa explosão de sucesso que ela conquistou – e até agora não sei como. Apesar dessas cobranças, os últimos episódios de New Girl foram… bons. O episódio 23rd, exibido com temas natalinos no final do ano passado rendeu algumas risadas com a Jess e a rua iluminada com decorações natalinas. Além da relação imprópria da Cece com o Schimidt. Em The Story of the 50, a história pareceu dar um ‘up’ -ou pode ter sido a saudade que surgiu durante o hiato -, mas a verdade é que achei interessante ver a “história dos 50 doláres” sendo contada de trás pra frente. Afinal de contas, por que Schmidt estava condenado a colocar cinquentinha na “Douchebag Jar”?

Tudo começa com a festa de aniversário do Schmidt, um aniversário para nunca ser esquecido. Dentro de um ônibus. Com um striper masculino. Como algo assim poderia dar errado? Schmidt se tornou um dos personagens preferido da série com seu jeito metro/ingênuo, ele lembra um pouco o Joey de Friends e toda a sua “cafajestice”  pode ser interpretada como uma mera criancice. Afinal de contas, não é difícil que o jornalista deslize em suas ações.

Podemos então entender um pouco sobre como se formou a personalidade tão característica do ex-gordinho. Mesmo assim, não se justifica a metade das coisas que ele faz. A festa foi um sucesso. O ‘bro juice’ também! Toda a comemoração rendeu piadinhas engraçadas… e já acostumei isso na série. É uma história com momentos engraçados como o Nick falando mal do Winston, o Schmidt relembrando os tempos de faculdade e a Jess comandando a festa.

Mas depois de tudo isso, pudemos ver quem realmente é o Schmidt. Alguém que tenta demais impressionar os outros, mas que no fundo tem um grande coração…  até que…

O quê? 50 dólares na jarra!

Tava demorando mesmo para ele dar em cima da maluquinha. Aliás, maluquinha que se comportou até direitinho nesse episódio.


O que mais gostei em The Story of the 50 foi da participação da Lizzy Caplan, e da relação dela com o Nick. Espero que ela se torne regular na série!

Séries citadas:

30 anos, é formada em jornalismo pela Unesp e em Letras Inglês e Literaturas pela UFRN. No "TeleSéries", já foi colaboradora e editora de Notícias, agora é Editora de Conteúdo e escreve a coluna mensal "Sintonia". Já passou pelo Vírgula e pela Rede BomDia, do DIário de S. Paulo. No tempo livre, vê Bones, Hot in Cleveland, It's Always Sunny in Philadelphia, entre muitas outras séries. Fã do Clark Kent e música country.

Website: http://naliteral.blogspot.com.br/

1 Comment

  1. Mariana

    Eu também tenho notado uma melhora na série. Acho que é a saudade que bateu no hiato mesmo. Adoro a Lizzy Caplan, e espero que ela continue na série, mas eu achava que fossem explorar mais a história da Jess com o Nick.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account