Log In

Notícias Novos Pilotos e Séries

NBC trabalha na adaptação de filmes para seriados

Pin it

Renée Zellweger em O Diário de Birdget JonesJá pensou se aquele seu filme preferido virasse uma série de TV e você pudesse acompanhá-lo toda semana? No que depender da NBC, será quase isso.

É que a rede americana resolveu adaptar para a TV alguns dos filmes da produtora britânica Working Title. Os fãs do ator Hugh Grant e de comédias românticas podem comemorar. Eles aparecem em peso.

A começar pelo clássico O Diário de Bridget Jones (Bridget Jones), que conta a história de uma romântica jornalista que vive todos os dilemas de uma mulher moderna e “trintona”. Dois filmes foram lançados – um em 2001 e outro em 2004 – ambos protagonizados por Renée Zellweger e estrelados por Grant.

Obviamente, é pouco provável que Zellweger participe da série – tanto que os produtores da NBC ainda nem fizeram um convite.

Outra comédia romântica que deve ganhar uma versão televisiva é Um Lugar Chamado Notting Hill (Notting Hill), que narra a história de amor entre o dono de uma livraria e uma estrela de cinema. Julia Roberts e Hugh Grant encantaram o público, em 1999, com o longa-metragem.

Na lista ainda aparece Quatro Casamentos e Um Funeral (Four Weddings and a Funeral), de 1994, também protagonizado por Grant.

Todo Mundo Quase Morto (Shaun of The Dead), de 2004, Nanny Mcphee, de 2005, e Billy Eliot, de 2000, completam a lista de “remakes”.

Inicialmente, essas séries serão voltadas para o público americano. Mas o presidente da NBC Universal, Pete Smith, acredita que todas as histórias tenham potencial para ganhar as redes do mundo inteiro.

A aposta da NBC em adaptações de filmes já começou. Esta semana estreia no canal a série Parenthood, uma versão televisiva do filme norte-americano O Tiro Que Não Saiu Pela Culatra.

Será que esses filmes tem tudo para virar séries de sucesso?

Com informações do NY Post e do The Guardian.

Séries citadas:

É jornalista formada pela Unesp e pós-graduanda em Gestão Cultural. No TeleSéries, escreve mensalmente a coluna Estilo. Aficionada pelas histórias de terror, sobrenaturais e de mistério, também não dispensa aquela comediazinha romântica... Pushing Daisies, Jeannie é um Gênio, A Feiticeira, Riget, Lost in Austen, Wonderfalls, Samantha Who?, Copper, Harper's Island e Hannibal estão entre suas séries preferidas de todos os tempos! :)

31 Comments

  1. Rafa Bauer

    Hhuahauhauha A Renée nunca participaria de uma série dessas… Tiveram que pagar uma grana preta pra ela fazer o 2º filme…

    Mas isso só mostra o desespero da NBC, que voltou pro 4º lugar com o fim das Olimpíadas de inverno…

  2. Antonio Monteiro

    O manda-chuva da NBC desastrado Jeff “Sucker” (Zucker) continuam a estratégia básica que é levar a rede à falência completa…

    Não entendo como a Comcast, uma empresa gigante e multibilionária, compra a NBC e mantém um presidente de meia-tigela que prefere ver a volta de Jay Leno às 23:35 e perder Conan O’Brien para a concorrência, talvez a Fox.

    Alguém aí já imaginou o estrago na audiência um episódio do lateshow do Conan O’Brien sendo antecedido por um American Idol, por um House, por um 24? Pensem nisso… Mesmo que ele perca metade da audiência dessas atrações, mesmo esses 20% colocariam Leno, Letterman e Kimmel no chinelo.

    É um fenômeno interessante esse. Eu estou com gosto de sangue na boca, para ver a estréia do Conan O’Brien, ou seja, estou me identificando com o desejo de vingança de um multi-milionário, educado em Harvard e que decerto nem sabe que tem fãs brasileiros. O ser humano é incrível mesmo…

  3. João da Silva

    Como a maior parte das adaptações de filmes (fora Stargate SG-1), devem ser todas de baixa qualidade.

  4. Junior Delduque

    Quatro Casamentos e Um Funeral é de 1994, e não de 1999.

    Resposta do Paulo: Estava errado Junior, obrigado. Corrigimos

  5. anderson

    sabe aquela ideia que é tão absurda que pode dar certo?
    Afinal o que resta mais a NBC fazer? é isso ou nada.

  6. Thomaz Jr.

    Se não me engano, “Quatro Casamentos e um Funeral” não é de 1999.

    …..

    Comédias romancistas é um gênero que já cansou. E na Tv não responde bem. Afinal, Cupid e Ex List foram cancelados. E HIMYM que era mais romantica (mais Ted “chato Mosby) tá cada dia mais Barney’s Show.

  7. João da Silva

    Está certo, adelaide. A série Buffy é de fato muito superior ao filme.

  8. Fernando dos Santos

    A Working Title de fato é mais conhecida por suas comédias românticas mas eles também produziram outros tipos de filmes.Smokin’ Aces por exemplo é deles e eu considero um dos filmes de ação mais legais dos ultimos tempos.Uma pena que o enredo dele não se presta a uma série.
    O estúdio produziu ainda alguns longas dos irmãos Coen, além de ter produzido também United 93.O catálogo da produtora é bem variado apesar do nome ser muito associado a comédias românticas.

  9. José Roberto

    Penso que pouquíssimos filmes tenham enredo suficiente para ter deixado alguma lacuna ou desfecho em aberto para comportar um seriado com dezenas de episódios.
    Assim, me parece uma aposta errada a da NBC.

    Mais coerente seria reeditar seriados que, sabidamente, foram cancelados por motivos alheios à sua qualidade e baseados apenas em duvidosos motivos como ‘altos custos de produção’ ou ‘audiência insuficiente’.

    Seriados como Moonlight, Close to Home, Without a Trace, Verônica Mars e até mesmo Alias que terminou apenas por ser um projeto fechado de 5 anos de duração.

    Nos casos citados acima, penso que reordenados e reorientados, seria ótimo rever Beth Turner, Mick St’John, Jack Malone, Samanta Spade, Elena Delgado, Verônica Mars, Sidney Bristol, Michael Vaugn e, para mim particularmente, a adorável Annabeth Chase…

  10. Thiago Sampaio

    Cara, eu não sei se a idéia é tão ruim assim. O problema é que dessa Working Title, pegaram comédias românticas demais! Por mim, compilava todas essas em uma só.

    Pensando mais adiante, alguns filmes dariam ótimas adaptações em seriados. Máquina Mortífera (reinvenção desde o princípio para Riggs e Murtaugh), Mooseport (filme com Ray Romano, Gene Hackman e Maura Tierney sobre o ex-Presidente dos EUA concorrendo a eleição com um mecânico numa cidadezinha) Um Sonho de Liberdade (“como” Prison Break, só que sem planos de fuga), Os Infiltrados… alguns dariam sim boas adaptações.

  11. José Roberto

    Caro Thiago,

    Penso que muitos filmes tem condições de ter algumas continuações 3,4 até umas 5 ou 6.

    Mas temporadas completas com 15 a 20 episódios, durante uns 5 a 6 anos?

    Daria, no mínimo, uns 90 episódios. Haja criatividade dos autores e escritores…

  12. Alex

    MASH foi outra adaptação de sucesso da telona para as telinhas.

    Mas está faltando criatividade na NBC mesmo… espero que Shaun of The Dead não ganhe uma versão tosca para a TV, nunca vão conseguir fazer justiça ao filme do Edgar Wright e achar um protagonista como o Simon Pegg tb vai ser difícil.

  13. Tina

    Já sugaram tantos livros para fazer adaptações que devem estar sem opções, e agora ficam apelando para os filmes.

    A adaptação do filme Nikita para a série La Femme Nikita foi bem sucedida. Boa história, atores competentes e eu gostava do clima meio “dark” da série.
    E agora infelizmente a CW(!!!) irá produzir uma nova versão da série.

  14. Pingback: NBC trabalha na adaptação de filmes para seriados | Dicas Tuning

  15. Pingback: TV “Vai Aqui Mesmo”: Isso vai dar certo? E a Ivete Sangalo, que não tem nada a ver com isso. « Igor C. Barros Cartoons, o Blog

  16. Fernando Castilho

    Tá certo, Tina. mas La Femme Nikita ainda assim foi melhor que a refilmagem americana com a Bridget Fonda. Sem contar que a Peta Wilson é muito, mas muito bonita mesmo!

  17. bia mafra

    concordo com thiago em relação ao maquina mortifera, mas um sonho de liberdade??? acho que não. Quanto a comedia romantica… fora a bridget jones, que deveria ser datado de antes do filme, acho meio complicado. comedias romanticas tem que ter um prazo curto por conta do romance em si, a gente fica torcendo e uma hora nao da mais para segurar.

  18. Mônica A.

    Concordo com o Thiago. A idéia não é ruim mas, apesar de ser um dos meus gênereos preferidos, tem muita comédia romântica.

    Máquina Mortífera seria bem legal. E talvez, quem sabe, Indiana Jones.

  19. Chelsea

    Friday Night Lights, Buffy e MASH eram filmes antes de serem séries. Lógico que nao podemos comparar o sucesso de MASH com as outras duas, mas FNL e Buffy ficaram melhores na Tv do que nos filmes.

  20. Silvia

    Concordo com João Roberto em reeditar séries boas que foram cancelados por motivos nem sempre aparentes.Mais uma sugestão Dead like me também valeria uma continuação.Como a Bia Mafra séries românticas pedem um “final feliz” senão cansa e o espctador desiste.

  21. Evy

    não acho que de certo porque a maioria dos filmes citados para adaptação são bons justamente por causa dos atores que os fizeram e muitas vezes a história so rende por causa da iterpretaçao unica de cada um. teria que ser uma bela de uma adapatação mesmo.

  22. Bruno A.

    Espero que eles escolham somente uma de todas essas adaptações. Eu sei que a NBC está com espaço de sobra na programação, mas tomar uma atitude de CW e investir em um único estilo só vai diminuir ainda mais a audiência da emissora.

  23. Lu

    Essa atitude da NBC cheira a desespero.E fracasso. E, francamente, metade do charme dessas comédias é pelo fato de serem inglesas. E de terem um humor tipicamente inglês.

    Quanto a sugarem ideias de livros… não sei. Talvez fosse uma ideia melhor. A BBC vem fazendo isso há anos: adaptando livros clássicos para minisséries. São ótimas. Comédias românticas têm que ter timing. Senão, fica sem graça.

  24. Cristina

    Indiana Jones já teve “O Jovem Indiana Jones” era até legal mas até hoje é conhecida como um dos maiores fracassos do Spielberg!

  25. Fernando dos Santos

    Dentre os projetos mencionados no post o único que me dá alguma esperança é Shaun of The Dead, do resto vou passar longe.

  26. Tina

    Ah sim, teve Friday Night Lights, esqueci. O filme é muito bom e a série consegue ser melhor ainda. Mas na verdade o filme se baseou em um livro.

    Shaun Of The Dead parece que não é verdade. O Simon Pegg afirmou no Twitter que não há planos para uma série de tv.

  27. antonium

    talvez fazendo temporadas curtas (com arcos de historias sem complicações “lostianas”,com começo meio e fim )com menos de 20 episódios como acontece com warehouse.o problema é apostar em comedias românticas que podem virar dramalhão mexicano como grey anatomy sem nenhum diferencial.a solução seria apostar em filmes obscuros que se tornaram cults(ex:The Rocky Horror Picture Show) mas aí é preciso criatividade nos roteiros coisa que falta no mercado de um modo geral…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account