Log In

Reviews

Modern Family – The Wow Factor

Pin it
Série: Modern Family
Episodio: The Wow Factor
Nº do episódio: 4x18
Exibição nos EUA: 27/03/2013
80.5
4
4

Modern Family retornou do hiato com um episódio mediano. Às vezes acho que pra manter o ritmo de uma comédia como essa seria melhor que não houvessem hiatus de um mês como aconteceu. Mas vamos considerar que esse episódio foi mediano e os outros tendem a melhorar para que cheguemos a um final de temporada ótimo. The Wow Factor, apesar de tudo, teve suas cenas e diálogos memoráveis.

Começando pelo enredo principal do episódio que, finalmente, deu continuação ao que tinha começado em Diamond in the Rough: a casa que Cam e Claire compraram pra poderem alugar depois. Como sempre, quando os dois se juntam é confusão na certa. Um tentando sabotar o outro pra conseguir colocar o que bem entende na casa e desse modo a tática usada por Cam, que recebeu o nome de ‘Cavalo de Tróia’, consiste em mostrar o mais caro enquanto na verdade se quer o mais barato. Claire por sua vez utiliza de números e porcentagens para confundir a cabeça do sócio. Pra tentar ganhar essa discussão Cam convida nada mais nada menos do que sua nêmesis lésbica, Pam. O fato dela ser empreiteira animou Cam que contava que a mulher a ajudaria a conseguir o que queria para a casa. O que ele não contava era que Claire ficaria sensualizando para a mulher com direito à água na camiseta branca pra ficar transparente e braços cruzados para firmar os seios. Vale tudo no mundo dos negócios, não?

Além da tentativa sensual de Claire, as cenas mais marcantes desse arco da história foram: Cam gritando “Love it” agudamente no melhor estilo gay do personagem, fazendo até com que os pedreiros colocasse protetores auriculares para evitar possíveis problemas de audição; e a fonte que Cam instalou na casa na qual os peixinhos indefesos que ele colocou pra dar um charme começaram a ser arremessados por causa do jato de água da fonte.

Mais uma vez, Phil ficou por conta da casa e, mais uma vez, ele quer mostrar pros filhos que ele sabe alguma coisa e que eles precisam aprender a se virar sozinhos. O pote de açúcar que Alex derruba foi demais. Quem nunca derrubou o pote de açúcar e tentou colocar de volta no pote? Fiquei feliz que isso não acontece só aqui em casa. As meninas mostraram que são moderninhas e sabem que sempre tem “um cara” pra consertar as coisas caso elas precisem e não, esse cara não é o Phil. Lembram da primeira temporada onde o degrau da escada estava quebrado e vivia pregando peça em todos que passavam por ali? Pois é, esse cara não é o Phil.

Acho que já está bem gasto também essa história do Phil querer se aproximar dos filhos sempre dando uma lição. Ele é um bom pai ao estilo dele, acho que não deveriam forçar nisso sempre que Phil fica sozinho com as crianças.

Falando em passar um tempo com o filho, chegamos à outra história que também está super batida. Como sempre ninguém quer passar um tempo com o Manny (porque ele é muito chato, claro) e Jay e Gloria ficam empurrando o menino um para o outro. Jay faz algo errado mas no fim as coisas se ajeitam porque Gloria também faz algo errado. Fim. Nada de emocionante nessa parte da história.

Quem roubou o episódio mais uma vez foi Lily mesmo que indiretamente já que Mitchel foi quem teve destaque na história dos dois. Se não fosse pelo bullying sofrido pelas crianças da escola onde Lily estuda, Mitchel não teria destaque. Pra acabar de uma vez por todas com o “valentão” do jogo de handebol (na série foi chamado de handebol mas que não passa de uma bola sendo jogada em uma parede, mas que também não é squash ou seja, é somente uma bola que é rebatida com a mão e os roteiristas não encontraram nome melhor pra colocar) Mitchel resolve desafiar o menino. A primeira tentava é em vão ele, além de perder do garoto, ainda é zoado por ele. Acontece que ele vai pedir ajuda para um ótimo jogador de handebol (oi?): Luke. E as melhores cenas dessa história (pra não dizer do episódio todo) são aquelas nas quais Luke ensina técnicas de como se portar nas quadras. As aulas foram tão boas que agora quem pratica o bullying no colégio é o prório Mitchel.

Observações:

– Senti mais uma vez que os atores convidados não tiveram a participação que deveriam ter. Dessa vez a injustiçada foi Wendi McLendon-Covey que interpreta Pam.

– Fiquei procurando o “fator uau” da minha casa e não encontrei…

Séries citadas:

Tem 23 anos e é bibliotecária. No TeleSéries já foi editora de notícias e hoje escreve as reviews de Modern Family.

1 Comment

  1. Hugo Bruno

    Ahh, eu já achei que esse episódio foi bem melhor que os últimos. Ele manteve a qualidade o episódio todo, diferente de alguns anteriores, que poucos momentos eram memoráveis.

    Cam super gay no episódio. XDD Ele é melhor assim mesmo. Gosto bastante desses momentos dele e da Claire; sempre temos situações bastante engraçadas. E a participação da amiguinha do Cam só fez a Claire se destacar mais no episódio. Ela com o camiseta molhada foi demais! Ninguém tem escrúpulos nessa série. XDDD

    Lily sempre ótima. Eu não me canso das cenas dela, pena que são poucas. Ela e Mitchel no parquinho e o diálogo deles foi de matar! “Ele é muito bom.” “Eu também sou muito bom.” “Mas isso é um esporte.” Lily sendo épica. XDDDD

    E o “uau factor” no final foi sensacional! Há tempos que eu não ria como eu ri quando vi a cena! Eu realmente acho que acertaram a mão dessa vez. Modern Family tá voltando a boa forma e só tende a melhorar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account