Log In

Reviews

Modern Family – Dude Ranch e When Good Kids Go Bad

Pin it

Série: Modern Family
Episódios: Dude Ranch e When Good Kids Go Bad
Temporada:
Número do Episódio: 3 x 01 e 3 x 02
Datas de Exibição nos EUA: 21/09/2011

A duas vezes vencedora do Emmy de melhor comédia está de volta. Foram 2 episódios seguidos, mas que poderiam ter passado separados sem problema algum. Provavelmente foi mais uma decisão “técnica” que criativa.

Apesar das tramas centrais diferentes, em ambos temos Mitchell e Cam lidando com a decisão de adotar ou não adotar outro bebê. No primeiro episódio Mitchell fica em dúvidas porque tem medo de não saber lidar com o novo filho – os dois decidiram por um menino – por nunca ter conseguido entender/lidar com um comportamento típico masculino. Ele chega a dizer que gostaria de poder ensinar ao filho tudo que seu pai ensinou a Claire.

No segundo episódio o problema é a Lily que não lida nada bem com a ideia de ganhar um irmão. Confesso que de primeira estranhei a nova atriz. Estava muito acostumada a(s) menina(s) anterior(es) mas fica claro que a decisão da troca foi muito acertada. Após rever o episódio eu me diverti muito com a “nova” Lily. A pequena atriz é uma gracinha e diz suas falas direitinho e no tempo certo. Não tive como não gargalhar cada vez que ela demonstrava a irritação com o irmãozinho que nem chegou. Sem contar na hora que ela empurra e “cura” o filho da amiga dos pais.

Voltando ao primeiro episódio, temos a participação de Tim Blake Nelson (O Brother, Where Art Thou?) como um ‘cowboy’ que serve de guia para a família no rancho e passa o tempo todo colocando apelidos e dando em cima da Gloria que está “surda” e não percebe nada durante um bom tempo. Porém o destaque desse episódio foi Ariel Winter. A atriz estava ótima com todo o “drama” de ter tido o seu primeiro beijo roubado. Acredito que Winter terá um maior destaque nessa temporada porque ela está crescendo com a personagem. É comum os roteiristas usarem essa mudança nos textos. Vide Alyssa Milano que nos tempos de Who’s the Boss? teve um episódio que tratava da escolha do seu primeiro sutiã (para o “trauma” da atriz que diz ter chorado ao receber o roteiro).

O segundo episódio já pode ir para lista de um dos melhores da série. Continuando o “drama” de adotar ou não adotar, Cam e Mitchell precisam lidar com Lily e a “raiva” que ela tem do irmão que ainda nem chegou. No início a culpa sempre é do Cameron. Tudo porque Mitchell acredita que Lily tem problemas de aceitar a mudança por ser muito ligado ao pai mas ao levá-la na escola descobre que a filha tem problemas em dividir e vê que talvez o problema seja ele. As cenas de ‘flashback’ mostrando tanto a relação do dia-a-dia entre Cam e Lily, e as cenas de Mitchell e Lily foram hilárias.

Paralelo a isso temos Gloria tendo que lidar com o fato de Manny ter roubado o colar de uma amiga do colégio. Como o menino nunca dá problemas ela briga com o diretor do colégio e o acusa de preconceito, mas Jay percebe que tem algo errado e acaba fazendo o enteado confessar o “crime”.

Gloria decide ir com o filho a escola e fazer que ele confesse o que fez, mas acaba desistindo, arromba o armário da aluna, joga o colar dentro e faz Manny jurar que não contará nada para Jay. Claro que no final das contas o menino não aguenta a pressão e conta.

Uma coisa que gostaria de destacar é que a atuação da Sofia Vergara está mais caricata que no início da série. É uma pena porque ela consegue fazer “menos”. Na cena em que Jay tenta fazê-la confessar que Manny não assumiu a culpa a atriz fala num tom de voz bem mais moderado, tem uma atuação mais contida, e está ótima.

Se no primeiro episódio Claire está irritante (de um jeito bom porque essa é a função da personagem) no segundo ela está ainda pior. Enquanto ela faz compras com marido no supermercado, Phill se distrai flertando com uma mulher muito bonita e acaba fazendo a esposa cair no chão. Acontece que ele não percebe que a culpa foi dele e passa o dia zoando a cara dela.

Claire que odeia estar errada, acaba conseguindo a imagem da câmera de segurança do supermercado para provar que estava certa porém acaba apenas deixando mais claro o quanto tem necessidade de estar certa em tudo. E percebe que isso é uma “herança” do pai.

Cameron e Mitchell acabam decidindo que irão adotar mais um bebê, mas a revelação para a família não sai como o esperado, deixando Cameron irritado. Não consegui segurar o riso com ele correndo para colocar a música escolhida para a ocasião e o Phill identificando que a música faz parte da trilha de Footloose.

Para finalizar gostaria de destacar que nos dois episódios os personagens fazem menção a vários acontecimentos das temporadas anteriores, o que é sempre legal. Gosto quando a série destaca a sua continuidade mostrando que nada foi apresentado em vão.

Séries citadas:

Pós-graduada em História Contemporânea, pretende fazer mestrado usando séries como fonte. Seriados fazem parte da sua vida desde sempre. Magnum, Casal 20, Macgyver, Super Vicky são alguns deles. Assiste aproximadamente 40 séries (incluindo algumas já canceladas). Está aprendendo a abandonar séries mas sempre acaba colocando outras no lugar.

6 Comments

  1. Anônimo

    a julie bowen ganhou um emmy pela personagem, e eu entendo a importância dela na dinâmica da série, mas sabe quando você antipatiza fortemente com alguém? é a minha relação com a claire. mas isso é um elogio à atriz, que criou uma personagem tão… tão…. como se diz “anal retentive” em português?
    :oD

    por isso gostei tanto do final, quando ela deixa luke achar que a decisão de sair do sótão foi dele mesmo.

  2. Paulo Serpa Antunes

    Pra mim a Julie Bowen sempre será a professorinha Carols Vessey de Ed. A propósito, que fim será que deu aquela ação no Facebook pra chamarem o Tom Cavanagh pra participar de Modern Family? Tinha que rolar.

    Não posso comentar o episódio Tati, porque tô atrasado com a segunda temporada. Faltam dois ainda pro fim. Mas até o november sweeps eu alcanço vocês!

  3. Rafael Ruiz

    Parabéns pelo review Tati…
    Modern Family voltou com força total e com excelentes episódios. Merecido o Emmy de Melhor Comédia. Atualmente, tem sido minha série favorita!

  4. Pingback: Destaques da Semana – Brasil – 2/4 a 8/4

  5. Pingback: Destaques da Semana – Brasil – 9/4 a 15/4

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account