Log In

Opinião

Medo de The Unit

Pin it
Cena de The Unit

Todo mundo diz que vivemos um dos momentos mais criativos de TV americana de todos os tempos. Olhando por alto, sim, é verdade. Olhando de lupa, no entanto, encontramos algumas coisas gozadas. Por exemplo, na temporada 2005-2006, a primeira pós-Lost, Grey´s, Desperate Housewives e cia., a série nova mais assistida do ano, ou seja, a série nova mais popular, foi The Unit. Isto mesmo, The Unit, esta mesma série que encerrou ontem na Fox sua primeira temporada.

O meu ponto de vista é: se The Unit foi a série mais popular de 2005-2006, a fase não pode ser tão boa assim. Claro, tivemos boas estréias no ano passado: How I Met Your Mother, Criminal Minds, Supernatural, Old Christine, Earl e Chris. Mas nenhuma significativa.

Mas fica o meu alerta. E caso vocês leiam em algum outro lugar não se esqueçam que fui eu que escrevi primeiro: a boa fase talvez já tenha terminado.

* * *

The Unit me incomoda em muito sentidos. Eu esperava tão mais de David Mamet e ainda mais de Shawn Ryan, com aquela sua cara de lunático e careca lustrosa que lembra o Vic Mackey. O que vi foi uma série militar que mesmo mostrando uns militares de caráter duvidoso é totalmente chapa branca.

(E se o plano da CBS era exibir uma série militar chapa branca que mantivessem JAG no ar, que tinha mais humor e o corpão da Catherine Bell).

Mas dou um desconto pra The Unit. Primeiro, a série é realmente muito boa nas cenas de ação (fico imaginando o Dennis Haybert ligando pro Kiefer Sutherland pra discutir quem foi o mais durão da semana). Segundo, porque ela se refere a uma realidade que não é a nossa e é sinto que muitas famílias americanas com filhos e maridos no exterior se identifiquem demais com aqueles soldados e com aquelas mulheres desesperadas.

Ainda assim, The Unit me dá nos nervos. Ontem, por exemplo, eles conseguiram ridicularizar a ONU e os franceses de uma tacada só. Dá até medo ver a TV sendo usada para fazer RP das forças armadas e ainda transmitindo uma visão preconceituosa do resto do mundo para os lares americanos.

* * *

Mas tem uma coisa que eu aprendi vendo The Unit. Eu não temo mais o imperialismo norte-americano. Eu tenho medo mesmo é das esposas dos militares. Brrr… Aquelas mulheres são pior do que a máfia.

Séries citadas:

É jornalista, pós-graduado em Jornalismo Digital pela Pucrs e trabalha com produção de conteúdo para Internet desde 1995. É editor de internet do Jornal do Comércio, de Porto Alegre. Fundou o TeleSéries em agosto de 2002. Na época, era fã de The West Wing, The Shield, Família Soprano e Ed. Atualmente é viciado em The Good Wife, NCIS, Game of Thrones e Parks and Recreation.

27 Comments

  1. Kravis

    Quando começo a ver uma série, é porque realmente quero vê-la, já analisei tudo que podia sobre ela antes de começar, então não ocstumo abandona-las, e talvez seja por isso que veja mais de 30 seriados, mas The Unit, depois de uns 4 ou 5 episódios… E mais uns 2 ou 3 perdidos… Eu abandonei.

    Parece que é o tipo de história que para enfudecer os personagens principais, ridiculariza os adversários e cria situações absurdas. Tá certo que 24 tb é “meio” absurdo, mas a história ainda parece crível, e mais importante, tem mais ritmo. Já com The Unit… Vem pro Brasil, vai na África, libera avião ocupado por terroristas já no piloto… Tudo na maior!

  2. Vanessa

    Sempre desconfio de séries que colocam o governo no alto patamar, mostrando o resto do mundo como inimigos. Não só de séries, como de filmes. Dá para contar nos dedos filmes do EUA que mostram o presidente como vilão. Na maioria das vezes ele é o herói, o que não sabia de nada, ou simplesmente um idiota inofensivo.

    Alguns dizem que 24 Horas ganhar o Emmy não poderia ser mais clichê, pq dá uma alfinetada no governo americano, e que hoje em dia todo mundo faz isso. Não concordo. Ainda é difícil falar abertamente mal de Bush na tv americana. Dixie and Chicks quis exibir um documentário na tv mostrando o ponto de vista do grupo em relação à confusão que elas tiveram ao criticar o presidente. Nenhuma emissora quis exibir. Li uma entrevista da Tina Fey em que ela diz que para falar de Bush eles pisam em ovos, tem que passar pela alta cúpula da NBC.

    Enfim, qualquer série que defenda a guerra e ridicularize o resto do mundo para mim não vale a pena assistir.

  3. Jeison

    Eu discordo totalmente de você!. A boa fase continua, e Heroes, Friday night lights e Studio 60 estão aí para ratificar isto!.

  4. Nuno

    eles podem nao conseguir falar mal abertamente do Bush…mas sao o unico país do mundo ( que eu tenha conhecimento), em que a opiniao publica consegui demitir um Presidente…mas mesmo assim muitas vezes, nao passam certas coisas na TV porque o governo nao deixa..nao os consigo perceber, mas pronto..
    Quanto a serie, nao acho grande coisa, mas pronto.

  5. Paulo,
    Concordo totalmente, esperava tanto de uma produção do Mammet, ainda mais sendo militar, imaginava que ele iria colocar algo diferente aí, inteligente, reflexivo, mas que baboseira.

  6. Roosevelt Barros

    Finalmente posso expressar minha opinião sobre THE UNIT. Dei crédito a série não pelos produtores citados acima, mas pelo belo trabalho que Denis Haysbert fez como Presidente Palmer (a partir daí virei fã do cara como ator). Haysbert como presidente, conseguiu ser carismático e como tal,até falho em algumas de suas atitudes.
    Assisti o 1º epi e não achei nada demais e até um pouco forçado aquela cena do resgate no avião, assisti ao 2º, 3º e resolvi dar um crédito no 4º episódio, mas NADA, episódios sem ritmos, chatos e a única realmente interessante foram as mulheres da unidade (que como dito acima, eram realmente piores do que a máfia). THE UNIT pra mim, igual a BONES, não colou.

  7. Anderson Vidoni

    Varias das melhores séries no ar, estão em seu melhor momento. Estrearam Friday Night Lights, Studio 60, 30 Rock e Dexter. Então acho que não há má fase não.

    Não vi The Unit, parece que não perdi muita coisa.

  8. Rafael

    Na temporada 2005/2006 a melhor série pra mim foi Prison Break. Nunca tive interesse em ver The Unit. Acho que a temporada 2004/2005 foi incrível quanto ao número de ótimas novas séries. Na atual estou viciado em Heroes. Acho que todo ano tem a estréia de muitas séries mediocres, algumas medianas e poucas acima da média. A temporada de 2004/2005 foi exceção pela estréia das então novas séries da ABC citadas no artigo.

  9. Lucas R.

    Studio 60 é muito boa, mas não é do nível de The West Wing. FNL nunca vi. 30 Rock é ultraestimada. Apesar de ser divertida, nunca será do nível de um Scrubs ou um My Name is Earl. Dexter eu tb não vejo, mas confio no talento do Michael C. Hall e quero muito vê-la, mas não tenho paciência de baixar.

    Temos bons shows na TV, mas não está tão bom quanto todos dizem.
    House teve uma imensa queda de qualidade na segunda temporada, LOST tb, SVU nem pareceu SVU na sétima temporada (não to vendo a oitava), Grey’s não é nada demais, metade das outras séries são superestimadas e o resto é lixo mesmo.

    Pelo menos The Shield conseguiu dar volta por cima. Depois de uma 3ª temporada chata pra dedéu, Glen Close entrou trazendo uma nova leva de inspiração para a série, e mesmo não sendo do nível das duas primeiras temporadas, o show vem zandando bem, tendo tido uma ótima quinta temporada. Pena que nem todos os seriados são assim. Se fosse assim, a tv realmente estaria perfeita.

  10. Fernando

    Não gostei de The Unit. Comecei a vê-la e terminei abandonando-a, e olha que eu sou muito fiel as séries que acompanho.
    Achei sem ritmo e com histórias difíceis de engolir.
    24 horas, sim, é show de bola.

  11. Paulo Antunes

    Nuno,
    A opinião pública não demitiu um presidente no Brasil também?

  12. Anderson Vidoni

    Lucas, House melhorou e muito na segunda temporada e está ótima na 3°. Não sei onde viu queda de qualidade.

    30 Rock é ótima e pra mim ultraestimada é Earl.

    Tinha esquecido de Prison Break também, outra grande estreia.

  13. Géssica

    Gente!! Parece que só eu gosto de The Unit!!! A série não é espetacular tem vários defeitinhos mas eu acho ela boa sim.

  14. Lucas R.

    Que tal no fato de que a primeira metade da segunda temporada é irritantemente previsível? O final do arco da Stacy foi a coisa mais previsível do mundo e o desenvolvimento do arco nunca pôde ser chamado de original. Fora que o ótimo Euphoria foi mal colocado na temporada. Aquilo deveria ter sido um season finale, para aumentar as chances de acreditarmos que o Foreman poderia morrer (e se a própria rede espalhace boatos que um ator queria abandonar a série, seria melhor ainda). Apesar desse mau colocamento, o episódio funcionou muito bem, apesar do final ser meio forçado. Nos episódios tradicionais, não havia a mesma sensação de novidade da primeira temporada.
    Ah, e a atriz que fez a Stacy fez a personagem de forma tão fraca que não serviu como um oponente forte para House da mesma maneira que Chi Macbride (Ed Vogler)construiu seu antagonista na primeira temporada. Era necessário uma atriz superior (de cabeça, Mariska Hargitay seria perfeita, infelizmente, estava trabalhando em SVU – uma possibilidade interessante teria sido a Juliana Margulies (Carol) de ER) que pudesse criar uma personagem forte o bastante para peitar House diretamente. Infelizmente, isto não ocorreu.
    Na terceira temporada eles chamaram o excelente David Morse para um papel de 5/6 episódios. Não tenho certeza, mas acredito que ele será o oponente de House nessa temporada. Com certeza ele se sairá melhor do que a mulherzinha de Once & Again se saiu. Não é lá muito dificil.

    Se vc acha que 30 Rock é melhor que Earl… o exemplo do gosto através do braço pode ser usado. Só não vou dizer qual.

    Prson Break é bom, mas vira pó se comparada com 24 Horas nas suas duas primeiras temporadas. Apesar disto, bato palmas pela série ter tido a coragem de sair da prisão.
    Teria sido tão bom se os outros produtores de 24 Horas tivessem tido essa coragem de dizer pro Kiefer Sutherland que a série não era só o Jack Bauer e impedido assim que a série virasse a piada que virou na quarta e quinta temporada… Alias, seria tão bom se os produtores tivessem tido a coragem de matar o Jack Bauer no final da segunda temporada. Aí sim seria perfeito.

    E é melhor Studio virar logo uma obra-prima, pois tá com tnto risco de ser cancelada que vai acabar sendo cancelada antes disto.

    No mais, pelo menos as obras primas Dead Like Me e O Desafio sairão logo logo em DVD (Dead sai agora no Brasil e Desafio sai esse ano nos EUA). Isso sim é tv de verdade. h, e espero que os preços de Six Feet Under caiam logo. Depois de ficar um tempo por 60 reais, as prieiras temporadas já voltaram aos malditos 100 reais habituais… saco! E quando The Shield sai em DVD? Eu QUERO!

  15. Thiago FLS

    Eu tinha altas expectativas para The Unit, mas não consegui nem ver o pilot inteiro. Claro que as legendas pessimamente traduzidas do espanhol (coisa que só agora a Fox está começando a remediar) não ajudaram, mas o problema é que a série é Mamet demais e Ryan de menos.

    Tem aquelas frases de efeito forçadas de machão que Mamet adora colocar na boca de seus heróis, só que sem os palavrões habituais, mas não tem nada do suspense vibrante e da complexidade moral que Ryan confere a The Shield.

  16. Thiago FLS

    Onde escrevi “pilot”, leiam “piloto”. Foi só um erro de digitação, não um novo anglicismo babaca. ;-)

  17. Anderson Vidoni

    Acho que você e eu estamos vendo House por razões diferentes, não estou em busca de Cliffhangers. A segunda temporada começou com 3 ótimos episódios, dos melhores da série, o 4° é ótimo também, o 5° outro bom. Dai chega a Stacy, não gosto dela, mas a Sela Ward é uma atriz muito boa e estava muito bem no papel, alguns episódio apenas razoáveis. O 2×08 é excelente, 2×09 também ótimo. Mais alguns com a Stacy. E chegamos a metade. Péssima? Ruim? Regular? Foi é muito boa. House vai ficar com a Stacy? Que importa.
    Euphoria está perfeitamente colocado, muda a perspectiva da série nos preparando pra finale. E novamente, House não precisa de forçar Cliffhangers, o Euphoria foi feito pra um desenvolvimento da série. Chi fez bem seu papel e o Morse também.

    Não acho 30 Rock Melhor que Earl, não por enquanto. Isso pela história de Earl. O ultraestimado, é por ela não chegar aos pés de Office. E ainda tem Scrubs. Hoje pra mim é mais agradável ver 30 Rock do que Earl. A melhor coisa que posso dizer sobre Earl é, simpática série.

    Sobre 24 horas, pra mim está ótima ainda, o cara da série é o Jack Bauer, os coadjuvantes são passageiros. A coragem de matá-los é que deu fôlego a série, alguns ficaram descontentes. E esses não devem entender o porque da série ganhar prêmios atrás de prêmios. Piada? Pelo menos pra mim não.

    O fantasma do cancelamento ronda Studio, mas ainda assim é uma ótima série.

    E sim, no aguardo de Dead Like Me.

  18. Lucas Barreto Gomes Leal

    bom quanto a House eu to com o Anderson!
    Lucas R. não sei se vc percebeu mas a segunda temporada não tem ninguem pra ser contra o House e nem era pra ter…tem em alguns momentos o Foreman, o Chase em alguns outros a Cuddy agem contra ele mas não tem ninguem pra ser CONTRA ele propriamente dito e esse papel JAMAIS era pra ser da Stacy..o papel dela era pra ser o que foi desempenhado mesmo não era pra ser uma mulher forte e que peitasse ele diretamente…e House não precisa de antagonista pois esse se formos olhar bem é o próprio House que na verdade faz um Anti-heroi dos mais classicos!
    quanto estamos decaindo de nivel discordo…
    30 rock ainda é pior que Earl e The Office…e Scrubs tb talvez…mas depois dessa é a unica comédia que eu tenho ousado chegar perto ultimamente…as outras passo longeee
    Prison Break teve a ousadia de dar continuidade a historia fora da prisão e apesar dos altos e baixos tem conseguido ir bem
    Dexter pra mim foi o melhor seriado que eu vi em 2006…um roteiro de drama que desde a estreia de 24h não me encanto tanto
    fora que tem a queridinha de mtos Ugly Betty…que tah fazendo um sucesso absurdo
    idem Heroes
    (a segunda eu assisto e gosto mas acho que é superestimada como falaram de 30 Rock)
    ps concordo que a quarta temporada de 24h foi uma das mais fracas se não a mais fraca (é a que EU menos gosto) mas a quinta temporada foi MTO boa apesar de ser MTO exagerada a tematica foi genial e discordo de que tenha sido uma “palhaçada”

  19. João Nilson

    Concordo totalmente com o texto, a criatividade dos seriados esta resumida a manter as series já estreadas (como CSI, Desperate Housewives, House) de pé

    Nas estreias de agora só tem Dexter msm, aquele Amor Imenso da HBO é muito fraco e não chega a ter comparação com A Sete Palmos

    Entre Earl e 30 Rock eu vou com a 1a, os atores são muito mais talentosos (especialmente a que faz a ex-esposa do Earl)

    E quem diser que Heroes é criativo saia de onde esta e venha para o mundo real

    E em vez de assitir os episodios de 24 horas é melhor alugar os filmes de James Bond, tem efeitos especiais melhores, personagens carismaticos e com bom humor

  20. Cristiano (Highlander_Master)

    Eu também analiso bastante antes de começar a ver uma série, por isso que raramente eu vou pegar uma série e larga-la. Mas The Unit depois de 3 episodios eu fiz isso…

    Blade eu fiz isso depois de 5 episodios, só nao larguei antes pq eu realmente gostava dos filmes, e fiquei com esperança que melhorasse. Mas era uma bela porcaria, isso sim. Ah, The Nine eu vi o primeiro episodio.

    Se vc for analisar a fase atual pelas novas séries, realmente ta uma porcaria. Mas se vc for analisar pelos seriados que tem no minimo 4 temporadas, a fase é otima. Apesar de não ter 4 temporadas pode incluir Lost nessa boa lista.

    Então: 24 Horas, C.S.I Miami, Heroes, Two and a half men, Everbody hates Chris, Supernatural, Lost, The Shield, Prison Break, e mas algumas que não vem na minha cabeça agora, fazem ainda ser uma boa fase da tv americana sim!!

  21. Lucas Barreto Gomes Leal

    “E em vez de assitir os episodios de 24 horas é melhor alugar os filmes de James Bond, tem efeitos especiais melhores, personagens carismaticos e com bom humor”
    nossa acho que são totalmente distintos…Bauer é americano Bond é ingles
    Bauer é um agente contra terrorista não tem tempo pra nada nos seus dias tivemos poucas “Bauers Girls” ele inclusive foi casado
    Bond por ser um espião tem tempo pra usar do seu charme e já teve MILHARES de “Bond Girls”
    ou seja não vejo por onde comparar as duas e falar pra ver uma e não a outra eu vejo os dois e não tenho nenhum problema com isso!
    e digo mais se fosse pra escolher ficaria com 24h
    até pq dos filmes do Bond o melhor pra mim foi esse ultimo que usa pouco efeito especial pouca parafernalha e usa mais da inteligencia e do carisma do personagem!

  22. Lucas Barreto Gomes Leal

    ps lembrei de outra coisa que separa as duas personagens Bauer tem uma filha!;)

  23. roberto allan

    Hoje, quando se fala em seriado é inevitável falar de lost, my name is earl, 24 horas,prison break e house, pois estas são as melhores.

  24. Luciano Cavalcante

    Deixa ver se eu entendi: você está criticando a série, principalmente, devido ao fato de que ela NÃO CRITICA a política externa americana? Se uma série não disser “Fora Bush” de alguma maneira, ela deve ir para o lixo? Defendi os críticos em um foro desse site, dizendo que o conhecimento técnico que eles possuem juntamente com outros conhecimento, fazem com que eles tenham uma visão melhor do que vamos, perdoe a palavra, consumir; mas desse jeito, fica difícil ir contra a razão dos que diziam “Fora os Críticos” naquele debate – nem me perguntem por que não me lembro.

  25. Paulo

    Para mim e umas das minha series favoritas, adoro a serie, e nunca a perdo parabens or a terem feito e espero que continuem a emitir novos episodios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account