Log In

Notícias Programação EUA

Massacre na Virgínia muda exibição da série Bones

Pin it

Emily Deschanel e David BoreanazMais um caso em que a vida imitou a arte? O assassinato de 32 pessoas na Universidade Virginia Tech esta semana pelo jovem Cho Seung-Hui obrigou o canal Fox a mudar sua grade de programação. Em respeito as famílias das vítimas, o canal decidiu reagendar a exibição de um episódio do drama policial Bones.

O episódio, que deveria ir ao ar hoje nos Estados Unidos, se chama Player Under Pressure e iria mostrar os antropólogos forenses encontrando os restos mortais de um atleta que foi assassinado embaixo das arquibancadas do ginásio de uma universidade.

O canal decidiu exibir uma reprise da série no lugar. O episódio será reagendado e exibido em uma data futura.

Séries citadas:

Os textos assinados pela Redaçao TeleSéries são textos de autoria coletiva ou notícias escritas por um redator anônimo, mas sempre revisadas com a máxima precisão jornalística.

50 Comments

  1. Rubens

    Eu acho um absurdo adiar um programa de televisao por causa do que aconteceu com 30 pessoas… Os parentes deles poderiam ate nao gostar, ate mesmo outros telespectadores que NÃO acompanham o seriado poderiam nao gostar, é um direito deles, claro!

    Mas o que os milhoes de telespectadores que assistem Bones tem a ver com isso? Será que agora toda vez que tiver um acidente, morte, qualquer coisa, os porgramas de televisao começarao a ser cancelados??? “Ahhh, minha mãe foi atropelada hoje, ABC cancele a exibicao de Lost de hoje, onde um personagem é atropelado, para eu nao ficar ofendido!…”

    Fala sério… Ninguem tem nada a ver com os meus problemas…

  2. Kravis

    O bad timming de coisas como essa é horrível! Se por exemplo, o episódio tivesse sido exibido uma semana antes, ou menos na noite anterior, seria só mais um episódio da série… Não um que poderia causa esse tipo de mal-estar.

  3. Prue**

    Ah Galera…posso ser muito inocente….mas nunca foi provado q uma serie,filmes ou afins incentiva a violencia….lembro de aconteceu isso com Buffy…em uma episodio q um aluno tem vontade de atirar em todos na escola…e tinha rolado isso por la, alias coisa comum la….
    Agora tirar do ar um programa de ficção pq rolou algo horrivel na vida real não tem pq….ate entendo q as familias devem se ofender, mas como ja foi dito acima… e as outras pessoas????
    Acho sacanagem isso….pior q nem sabem qdo vai passar…e provavelmente nem vá….

  4. Babi

    Gente, o que a emissora demonstrou foi respeito pelas pessoas envolvidas e/ou afetadas pela tragédia.
    Lembra de Invasion?? Eles também cancelaram quando aconteceu o Katrina. Fora que tem uma questão de marketing também: os telespectadores são tão bombardeados(realidade)nessas ocasiões que eles devem se desinteressar por ver uma tema já tão explorado(ficção).

    Com relação à exposição à violência, eu tenho certeza que isso afeta e muito, em especial às crianças.
    É o que o pessoal da psicologia gosta tanto de estudar. O que tem mais peso na personalidade: a genética ou o meio que o indivíduo vive??

  5. Daniel

    E um absurdo ouvir alguem reclamar da decicao da FOX. O que aconteceu em Virginia Tech foi uma ato desumado de um monstro que chocou a todos. Devemos respeitar as familias e a todas as pessoas que foram atingidas pelos acontecimentos (os 26 mil alunos da universidade e as outras pessoas da comunidade)
    Nao custa nada oferecer um bocado de respeito e consideracao por todas essas pessoas. E mto triste ver o ato ridiculo de pessoas que nao entendem o sofrimento dos outros e continuam se importanto somente com agendas individuais.

  6. Julaino Cavalcante

    Dois episódios da terceira temporada de Buffy (“Earshot” – onde um garoto, a princípio, vai usar uma arma pra atirar na escola e “Graduation Day, Part 2” – alunos pegam em armas pra destruir o prefeito-monstro) tiveram que ser adiados por causa de Columbine.

  7. João Nilson

    Foi só questão de timing horrivel, isso tb aconteçeu com o atentado do WTC, onde cenas de Homem-aranha 2 e MIB 2 foram excluidas da versão final. Enfim, foi uma decisão do canal que ñ quis ser visto com maus olhos como isensivel perante a tragedia.

  8. Rubens

    O que a emissora demonstrou é como os EUA estao ficando babacas com essa historia de “politicamente correto”, isso sim… Hoje em dia, por causa do que acontece com meia-duzia de pessoas, MILHOES acabam saindo prejudicadas…

    O que sao 30 num universo de MILHOES?

    Eu moro no Rio. Ontem morreram 13 pessoas (fora os feridos) numa guerra de traficantes no Morro da Mineira, que fica proximo a um tunel que liga as zonas Norte e Sul da cidade. Eu ontem passei por esse tunel, fui em uma loja de material de construção da Zona Norte, e, enquanto comprava, podia ouvir os tiros de armas pesadas ao fundo (vindo de cima, pois a guerra é num morro, e a gente fica “no chao, no asfalto”). Na volta, passei pelo elevado onde, antes, uma pessoa havia sido baleada dentro de um onibus, por uma bala perdida vinda desse tiroteio.

    E aí? Claro que é tudo lamentável e deplorável que aconteça, mas e aí? E’ justo que as emissoras de tv do Brasil agora cancelem todos os programas com tiroteio só por causa do que aconteceu no Rio e as 13 mortes? Ahhhh, nao ferra! O que os outros milhoes de pessoas tem a ver com essa historia?…

    Alem disso, Babi, em relacao à essa sua opiniao que afeta crianças e o escambau, MUDE O CANAL quem nao quiser ver! Proíba as *SUAS* crianças de assistir, se for o caso. Mas eu nao tenho absolutamente NADA a ver com o que os outros acham.

    Repare que eu nao estou desconsiderando ou menosprezando o que voce disse, eu acho que voce tem todo o direito de nao assistir, de desligar a tv, de proibir seus filhos de ver e etc. O que eu nao admito é que alguem (voce, ou a emissora de tv, ou um juiz, ou um g*verno, ou quem quer que seja), por causa de suas crenças, venham me dizer o que eu devo ou nao devo assistir, e quando devo assistir.

  9. Darth Cesar

    Michael Moore deu um otimo exemplo no documentario Tiros em Columbine, americanos e canadenses assistem aos mesmos filmes violentos, que é mais violento socialmente? o americano, nem é culpa do filme, do video game e sim da cultura do povo, do individuo, é a minha opinião claro.

  10. Thiago Sampaio

    Rubens, olha seu comentário sobre o tiroteio no Rio. A gente achou tão normal, tão banal, que nem ligou. No momento que a gente vê isso como rotina do cotidiano, ferrou.

    Se a FOX exibisse episódio, teria uma boa e uma má notícia: a boa é que a audiência iria bombar. A má é que iria chover reclamações de puritanos e ameaças de processos.

    Vamos ser sensatos: aquilo não foi normal. Mais de 30 assassinatos num campus foi um horror. Deixa eu dar um exemplo meio… pesado, pra encerrar minha explicação.

    João Hélio. Se no dia seguinte algum canal brasileiro estivesse programada pra passar algum filme que envolvia a morte de alguém sendo arrastado por um carro, ele seria prontamente cancelado. Não é normal! Foi com uma pessoa, mas não é normal.

    Tiroteio no Rio infelizmente tá virando coisa normal. Não moro aí, mas vendo pela TV, formulei uma péssima idéia do Rio de Janeiro, pois passo a acreditar q lá tem tiroteio toda hora.

    Os americanos, um povo em grande parte arrogante, prepotente e sei lá o que, resolveu não banalizar.
    Apoio a FOX nessa decisão

  11. Thiago Sampaio

    Faltou mais uma coisa: a FOX cancelou a queda de um avião em 2001 no piloto de 24 Horas após o 11 de setembro. É um canal de uns realitys de péssimo gosto, mas as vezes têm bom-senso

  12. sandra

    Estou com o Rubens: foi uma infelicidade, com certeza, mas mudar uma programação pré definida que afeta pessoas que não têm nada a haver com estória, parece até censura.
    Falando em censura, assiste quem quer. Deixa os filhos assistirem quem quer. Tem um pessoal que diz que os desenhos do PicaPau e do Tom e Jerry não são recomendáveis para as crianças pois podem incitar à violência, etc… gente, eu fui criada assistindo estes desenhos, amigos meus também, e ninguém é violento, muito pelo contrário, somos pessoas bem ajustadas.
    Quem deve fazer a censura são os país, e pronto!
    No caso em questão: assiste quem quer! É uma obra de ficção que está fora da realidade da maioria dos telespectadores.

  13. sandra

    Continuando o acima, não dúvido se a verdadeira razão não seja a possível perda de índices de audiência, já que muitos “adoram” assistir às desgraças alheias aos invés de filmes de entretenimento.

  14. João da Silva

    Desde quando “Tiros em Columbine”, do charlatão pilantra Michael Moore, é documentário? Este lixo é só enganação e manipulação de dados e imagens. Este pilantra é o que mais ganhou com a eleição do Bush. Aposto que ele foi o primeiro a votar no Bush.

    Quanto a “Bones”, posso entender porque a Fox fez isso. A Fox é uma empresa, e por causa disso, deve agir com cautela em situações como essa.

  15. Raphaela

    A história em si do episódio de Bones não tem nada haver com o que aconteceu na Virgínia , mas só pelo fato de citar “universidade” já causa polêmicas principalmente no país da polêmica. Acho sensata a decisão por enquanto mas o episódio deve ser exibido depois. É foi um fato à parte , chocante e incomum como o de João Hélio. Eu moro no Rio e a violência tá banalizada aqui sim. Enfim ninguém morrerá por perder um episódio de Bones ao contr?io que muitos morreram no acontecido na Virgínia.

    P.S: Nossa esse Rubens é bem anti-sentimental mesmo que Deus o ajude credo!!!!!!!!

  16. Bernardo

    Isso é coisa normal por lá e ñ apenas na tv, no cinema e em outras mídias tb. Lembro do filme “Efeito Colateral” c/ o ‘governador exterminador’ que tinha algo ou envolvendo aviões e/ou terrorismo e teve o roteiro alterado. O exemplo do trailer do “Homem-Aranha” é outro. Se acontece algo assim aqui e tivessem exibido, rolaria falatório geral, mas lá a coisa é mais pesada por causa dessas associações puritanas que tem naquelas bandas (que vira e mexe reclamam de algo). P/ vcs terem uma idéia, episódios mais “pesados” (e de temática “sensível” como morte, sexo, etc.) de séries tem a msg “Parental Discretion Advised” exibida antes da exibição justamente p/ alertar os pais sobre o conteúdo (eu lembro disso, por exemplo, no eps “Tomb” de Smallville na temporada passada) – e ñ se vê isso aqui no Brasil (aliás, até nos cds vendidos em lojas, só se costuma ver isso quando são importados – mas aí ñ sei se os feitos em Manaus tem que ter o selo tb). No Wikipedia até tem um comentário sobre o sistema de classificação: http://en.wikipedia.org/wiki/Television_content_rating_systems . Paciência, eles são “cheios de dedos” c/ essas coisas sim.

    E sobre o caso do Rio citado, fico feliz que ainda existem pessoas que, como eu, ñ simplesmente se conformam c/ esse tipo de acontecimento – pode ser freqüente, mas ñ devemos nunca classificar de normal; é anormal e é crime e deve ser a exceção do comportamento, e ñ a regra. Se virar guerra, favor, assumam o status de conflito armado/guerra civil.

  17. Luiz Alexandre

    Eu não sei o que é mais preocupante, a insanidade de quem comete um ato de loucura, ou aqueles que se acostumam com a violência e acreditam que ela é parte do cotidiano. Já diria Einstein, “o mundo é um lugar perigoso de se viver, não por causa daqueles que fazem o mal, mas sim por causa daqueles que observam e deixam o mal acontecer.” Pensar em audiência televisiva em um momento de luto, é no mínimo falta de respeito, parabéns à FOX, e meus pêsames àqueles que preferem assistir um seriado de TV(que nada mais é do que um hobby)a refletir sobre o nosso mundo atual.

  18. douglas frança

    atitude super correta. a gnt pode “n ter nada a ver com isso”…mas existem PESSOAS envolvidas nesse massacre e num momento desse os EUA estão sensibilizados com a situação! acho que alguns de vcs deveriam deixar de ser um pouco egoístas e só se preocupar em assistir seu programa favorito.
    PS: sou super mega fã de bones!

  19. Darth Cesar

    Michael Moore não é santo, concordo q ele é aproveitador, mas o que ele nos mostrou em seus documentários faz algum sentido, ainda mais agora com os acontecimentos na Virginia.
    Adiar um episodio por 1 semana não mata ninguém, tive q aturar o Arnaldo Jabor falar um monte de imbecilidade contra O clube da luta no JN, devido ao imbecil q matou algumas pessoas num cinema em SP, algo muito trágico é claro, mas nada a ver com o filme, imagina como deve ser a coisa nos EUA.

  20. Edson

    Daniel… monstro?
    Monstros são as pessoas no dia a dia que nao conseguem respeitar uns aos outros praticando bullyng e sendo preconceituoso todo santo dia.

    Vejo ele não como um monstro mais uma pessoa fraca que chegou em seu limite…

    ele errou obvio…

  21. Babi

    Rubens, foi uma pena você não ter entendido o que eu falei!!…

    O grande barato de participar de um fórum é compartilhar sua opinião (qualquer que seja ela), e “enxergar” a opinião do outro, mesmo que ela não seja a sua!!

  22. Eudes Antonio

    Achei digno da Fox fazer isso. Lembro q Dawsons Creek teve um episódio de Halloween adiado por causa do WTC(foi na quinta temporada).

  23. Eudes Antonio

    Concordo em parte com o que o Edson falou.De maneira alguma apoio os crimes q o rapaz coreano cometeu, mas sabemos(e isto é mostrado inclusive nos filmes e séries)que a sociedade americana principalmente impoe padroes que acaba excluíndo as pessoas. O colega de quarto do rapaz declarou que nunca tinha trocado uma palavra com ele.Como vc divide um quarto com alguem e naum conversa com esta pessoa? AS vezes o preconceito impede as pessoas de se relacionarem, e sabemos como os americanos são xenofobos, principalmente depois do 11/09

  24. Eduardo Boteon

    Eu vi hoje a reprise da segunda-feira do Bones e qual foi a minha surpresa. A série está dublada e pior muito mal dublada. Acho um absurdo, depois de tanto tempo eles mudam desse jeito. Não gostei.

  25. Juan Marcos

    Estava eu de madrugada, tranquilo que ia conseguir ver a reprise do que tinha perdido, me larga um episódio horrivelmente dublado. Pensei que é sacanagem de horário, para agradar quem tá baleado demais pra ler de madruga, mas qual não minha surpresa que o episódio de hoje também ostentava uma dublagem horrivel como antes. Aonde eu posso reclamar disso? Para quais ouvidos(olhos) temos que reclamar esse absurdo, não tanto pelo nosso bem, mas sim pelos que exibem. Me recuso a ver um episódio que foi adulterado dessa forma sem maiores explicações ou opções, ainda mais quando posso simplesmente obter da internet de graça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account