Log In

Notícias

Mandy Patinkin diz que ‘Criminal Minds’ destruiu sua alma

Pin it

Em entrevista à New York Magazine, o ator Mandy Patinkin – que atualmente estrela a aclamada Homeland, do canal Showtime – diz que quase desistiu da carreira. O motivo tem nome: Criminal Minds, série policial da CBS, que participou entre 2005 e 2007.

De acordo com Patinkin, integrar o elenco do seriado foi a pior decisão pública que ele tomou na vida. “Eu achei que seria algo bem diferente. Jamais pensei que iriam matar e estuprar mulheres todas as noites, todos os dias, semanas após semanas. Isso foi muito destruidor à minha alma e personalidade. Depois disso, não queria trabalhar em TV novamente”, disse o ator, que participou apenas das duas primeiras temporadas de Criminal Minds, atração que foi renovada para o oitavo ano em 2012.

Patinkin diz que não julga as pessoas que assistem à série, mas se preocupa com elas. “É um show que o público assiste antes de dormir. Não é preciso sonhar com aquilo.” Sobre seu novo trabalho, Homeland, que segue um gênero parecido com o programa da CBS, ele defende “Homeland é o antídoto. Ela se pergunta, em primeiro lugar, por que há necessidade de violência.”

Já a produtora de Criminal Minds, Erica Messer, preferiu não polemizar sobre o assunto. “Mandy é um ator marcante e desejo a ele o contínuo sucesso de Homeland“, se limitou a dizer.

Com informações do TV Guide.

Séries citadas:

É jornalista formada pela Unesp e pós-graduanda em Gestão Cultural. No TeleSéries, escreve mensalmente a coluna Estilo. Aficionada pelas histórias de terror, sobrenaturais e de mistério, também não dispensa aquela comediazinha romântica... Pushing Daisies, Jeannie é um Gênio, A Feiticeira, Riget, Lost in Austen, Wonderfalls, Samantha Who?, Copper, Harper's Island e Hannibal estão entre suas séries preferidas de todos os tempos! :)

19 Comments

  1. Cleide Pereira

    quando li na primeira vez fiquei muito magoada com tal comentário do Mandy pela série mas a Simone Miletic me deu uma luz e com isso compreendi o que realmente o Mandy quis dizer com essa declaração

    quotando as palavras da Simone :
    “ele explica porque acha isso, fala de novo o quanto se sentiu afetado pelo que acontecia a cada episódio e depois fala do efeito disso nas pessoas, o que eu concordo. Eu, que sou louca por um policial, falo sempre que rola uma paranóia da minha parte depois de certos episódios. Ele não desmereceu a série nem nada, ele considera um erro pra ele…”

  2. Gabriela Pagano

    também entendi como vocês, que deve ser difícil lidar com algumas situações de “violência” colocadas na série. só não sei se, no lugar dele, eu teria dito isso publicamente…

  3. Cleide Pereira

    talvez ele tivesse querendo, agora que voltou a tv, dar uma explicação sobre sua saída de CM pois muito ainda se cogita se realmente ele não irá fazer a mesma coisa com Homeland … mas a declaração dele por ser muito sincera acabou soando muito mal

  4. Gabriela Pagano

    é verdade! ele deixou brecha pra ser interpretado de uma forma negativa… mas, ao mesmo tempo, ele também pareceu bastante sincero no desabafo. como a gente diz, “uma faca de dois gumes” uheuhau :)

  5. Bruno

    Lembro dessa estória. Ele saiu do set no inicio da 3a temporada sem dar nenhuma satisfação e sem olhar pra trás.

    Criminal Minds, como todos os seriados baseados na maldade humana (CSI, NCIS, e o precursor de todos, JAG), tem seu público. Basta ver quantos param ao lado de um acidente numa estrada “só para ver o que está acontecendo” ou que acompanham Big Brothers da vida.

    Pessoalmente, eu prefiro não assistir esse tipo de coisa. O mais sanguinário que eu aguento é ER (e seus derivados). Prefiro pensar que não existem almas sebosas, como as retratadas nessa linha de programa.

  6. Bianca Mafra

    O que eu acho que deu uma falhada, não foi na declaração, não foi no seu sentimento, foi não perceber que e bem diferente assistir e viver o personagem. Acredito piamente que dar vida, ver aqueles corpos de mentira ensanguentando ao vivo e entrar no personagem que entra na mente do serial killer, mostrar que um assassino louco e cruel, muitas vezes foi uma criança, um pai, uma família. E o que poucos sabem e ele deveria saber, é que tem casos de Criminal Minds inspirado em fatos reais, é o caso daquele dois irmãos que tinham uma fazenda de porcos, porque acho que nenhum ser humano é capaz de recriar mortes tão violentas quanto os da série sem nenhum tipo de ajuda. E o que arrasa com a gente não é o seriado, porque lá dá sempre certo, eles sempre pegam os bandidos e normalmente salvam uma pessoa na beira do abismo, mas é saber que aquilo não é pura ficção e que na vida real não é tão fácil e pensar quantos assassinos ainda estão por aí, principalmente em países que não levam o serial killer a sério, esse tipo de investigação.

  7. Paulo Serpa Antunes

    Engraçado, eu acho Homeland muito mais assustadora do que Criminal Minds. Saber que um homem pode ser torturado por anos, basicamente sofrer lavagem cerebral para depois se tornar instrumento de uma guerra santa que não é dele, vivendo num país com medo constante do terrorismo. Isto sim é de tirar o sono…

  8. Pingback: “Foi um grande erro”, diz Chevy Chase sobre a participação em ‘Community’

  9. Pingback: “Eu nunca esperei voltar para a televisão novamente”, diz Mandy Patinkin em entrevista recente

  10. Raul

    Mas tem como atuar sem vivenciar um pouco o personagem? Acho difícil. Entendo ele. Gosto muito do seriado. Nos ajuda um pouco a refletir sobre o comportamento das pessoas e o que as leva a fazer atrocidades, no caso dos criminosos, e a combater as atrocidades, no caso da equipe. Ele mostra os dois lados. Mas entendo o ator.

  11. Lila Pinto

    O ator vive outra vida ao interpretar. Absorver a personalidade do personagem faz parte da profissão. Mas isso requer bom senso para não perder o “eu”. Mentes criminosas existem de fato. O que vemos na série nada mais é do que realidade e precisa ser denunciada de alguma forma. Vejo a série como um alerta. Muita gente perdeu a vida por acreditar que não há maldade e muitos adultos com essa mente são fruto da criação. A loucura tem gatilho e os pais (com suas loucuras), muitas vezes apertam. As diferentes espécies de violência contra crianças, que é, infelizmente, muito mais real do que pensamos e queremos acreditar é tão cruel que afeta tudo e todos ao redor. Mas o ator é um ser humano com fraquezas e fortalezas, portanto pode se sentir sufocado. Mas isso não lhe dá o direito de desmerecer publicamente o trabalho de toda uma equipe. Afinal o mundo não é contos de fadas. E quem o vê sem maldade, é vítima em potencial.

  12. Fatima

    Eu acho que as pessoas deviam saber diferenciar ficção de realidade, principalmente os atores…..

  13. Junior

    Isso é uma baboseira sem fim, se violência mexe com o ator então Tobin Bell de jogos mortais deve está louco e não é bem isso q acontece com ele!

  14. Ronyedson Mota

    Ator excelente. Diante da declaração sobre mentes criminosas ele sabe o que passou nos bastidores é um trabalho como outros qualquer tal vez mas difícil pela competição….parabéns pela matéria

  15. Wallas Moura

    Não sabia pq ele tinha arregado ….a loirinha foi e voltou mas era por causa de grana

  16. matheus rodrigues

    Oque? Pra mim ele era o melhor da série e a Elle, saíram não sei porque eu amava eles! Ainda bem que a Penélope ficou! TRISTE COM O PATINKIN AGORA :'(

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account