Log In

Colunas e Seções Ligado no Streaming

Ligado no Streaming – Pop! Six! Squish! Uh Uh! Cicero! Lipschitz!

Pin it

Entrou ontem no catálogo da Netflix a segunda temporada da aclamada Orange is the New Black. E sim, nós sabemos que já indicamos a série por aqui, quando falamos da diversidade sexual. Mas repetimos a indicação, dessa vez sobre um viés diferente.

Nessa semana, queremos falar sobre obras que envolvam prisão e, consequentemente, a vida durante e após o aprisionamento. Então, é hora de abrir as celas e colocar todo mundo na frente da televisão.

Pop! Six! Squish! Uh Uh! Cicero! Lipschitz!

Orange-is-the-new-black

Muitos devem estar lendo essa coluna e pensando no porquê de estar repetindo a indicação de Orange is the New Black. Bom, além da questão da chegada da 2ª temporada ao catálogo da Netflix, preciso dizer que a série merece.

OITNB é um seriado único, uma dramédia da melhor qualidade, e que trouxe para a televisão o que se vê raramente: um grupo de protagonistas mulheres fortes e bem construídas, que abrilhantam a trama. Além disso, a série introduz o espectador ao universo penitenciário, e o faz de forma diferente, já que não se limita a mostrar as tramas de ação e intrigas que movimentam o presídio, indo além e desnudando a alma das detentas – e dos guardas também.

A próxima temporada promete aprofundar essa jornada e deixar ainda melhor o que já é delicioso. Então, cancelem os planos para esse final de semana e juntem-se à mim nessa maratona louca da segunda temporada de Orange is the New Black.

Ah, e segunda passa aqui no site pra saber o que eu achei dela ;)

Prison Break

Prison Break foi, durante muito tempo, um dos únicos seriados referência quando se falava de tramas envolvendo prisão. A série durou 4 temporadas, todas elas disponíveis na Netflix, e contou a história de Lincoln Burrows e do seu irmão Michael Scofield, que acreditando na inocência de Burrows, trama um ousado e criativo plano para que ele fuja da prisão.

A série merece, com certeza, uma conferida.

Breakout-Kings-poster

Outra série sobre a temática disponível na Netflix é Breakout Kings. A série conta a história de uma força-tarefa cujo objetivo é capturar fugitivos de prisões. E, para isso, os oficiais encarregados contam com a ajuda de presos e presas, que em troca teriam suas penas abrandadas e reduzidas.

A série inclusive fez uma espécie de crossover com Prison Break (que, aliás, é dos mesmos produtores), já que o T-Bag, personagem da série, é um dos fugitivos de Breakout Kings.

São só 23 episódios, e você com certeza não vai querer parar de assisti-los até a soltura definitiva.

download

Escape from Alcatraz é um dos clássicos filmes sobre prisão. Estrelado por Clint Eastwood, o longa de 1979 é uma das muitas obras que se aproveitam da mística que envolve a prisão de Alcatraz.

O filme, que foi considerado um dos melhores do ano de sua estreia, se passa nos anos 60, e mistura ficção e realidade ao contar a história de uma fuga de uma das prisões de segurança máxima mais famosas da história. Vale a pena conferir.

risada-de-andy-ao-falar-sobre-o-martelo

Outra referência quando falamos de prisão e cinema é Um Sonho de Liberdade, de 1994, estrelado por Tim Robbins e Morgan Freeman e dirigido por Frank Darabont, conhecido por todos os seriadores por estar envolvido na produção de The Walking Dead.

O Filme conta a história de um banqueiro que acaba preso pelo assassinato da esposa e do seu amante. E fala, ainda, da bela amizade que nasce entre Dufresne e Red durante os quase 20 anos de encarceiramento de ambos.

Apesar de ter fracassado nas bilheterias, a obra foi indicada a 7 Oscar. É um filme obrigatório para os fãs do gênero.

img-1012330-galeria-erros-do-oscar-edward-norton-outra-historia-american

Quatro anos depois da estreia de Um Sonho de Liberdade, outro importante filme sobre o tema “prisão” foi lançado: A Outra História Americana.

Estrelado pelo ótimo Edward Norton, o filme acompanha a história de Vinyard, um jovem sofrido que acaba se tornando líder de um grupo de skinhead violentos e que acaba preso.

A obra é interessante por mostrar a tentativa de reinserção dos presos na sociedade, e sua luta pela não reincidência, além da tentativa de evitar que os familiares juntem-se ao mundo do crime.

Pode dar o play, o TeleSéries indica.

20624483

Em 2001 chegou aos cinemas A Última Fortaleza, que mostra a tentativa de um grupo de detentos de uma penitenciária militar para derrubar o diretor da prisão, que comete vários atos de violência contra os seus “tutelados”.

O filme conta do Robert Redford, Mark Ruffalo e o Soprano James Gandolfini no elenco, e também merece o play.

ChicagoBanner

Um dos melhores musicais de todos os tempos, Chicago não poderia ficar de fora dessa lista.

O filme, que ganhou 6 Oscar (foram 13 indicações), incluindo o de Melhor Atriz Coadjuvante para Catherine Zeta-Jones, conta a história de uma famosa dançarina de cabaré, Velma Kelly, que de ídolo de Roxie Hart, passa a sua companheira de encarceiramento.

Recheado de jazz e números musicais competentemente executados, Chicago precisa ser visto. Tipo agora.

maxresdefault

Finalizando as indicações “carcerárias” trazemos Felon, o filme de 2008 que conta a história de Wade Porter, que após matar um homem que invadiu sua casa, acaba fazendo um acordo que o manda para uma violenta prisão.

O filme mostra a luta dos detentos para sobreviver a um ambiente hostil e evitar que suas sentenças sejam estendidas, e rende ótimas sequências de ação e drama.

Outra obra que merece ser vista.

What’s streaming? – as novidades da semana

Junho chegou trazendo muitas novidades no catálogo da Netflix.

Para os seriadores de plantão, duas boas notícias. As últimas 5 temporadas de Friends já estão disponíveis na Netflix. Infelizmente, por questões contratuais, as 5 primeiras temporadas saíram do catálogo. Mas com a adição, as risadas continuam garantidas.

Risadas garantidas também por Um Maluco no Pedaço, já que as últimas 3 temporadas da série chegaram à Netflix. A série protagonizada por Will Smith agora está completa no serviço de TV por internet.

E a Netflix, seguindo a tendência das últimas semanas, entrou na onda da Copa do Mundo e disponibilizou para os assinantes dois documentários sobre a temática. Maracaná e Mata Mata estão disponíveis no catálogo, e são ótimas sugestões para entrar no clima da Copa antes da bola rolar.

E também tem novidades para os cinéfilos de plantão. Apenas o Fim (o filme nacional que é uma ótima pedida), De Volta para o Futuro (agora falta só o II, já que o III já está no catálogo faz um tempo) e Invasão do Mundo: Batalha de Los Angeles chegaram à Netflix. E no dia 11 Branca de Neve e o Caçador também estará disponível para os assinantes.

Na semana que vem, a segunda parte das nossas indicações de séries policiais. E muitas outras novidades. Até lá.

Séries citadas:

Editora Chefe do TeleSéries, gasta boa parte da sua semana com séries. Sua estréia foi com ER, e atualmente assiste - entre várias outras - Grey's Anatomy, Game of Thrones, Suits, Castle e Rookie Blue. Ainda assim, arrumou um tempinho para maratonar Friends, The X Files e Chuck - pela qual se apaixonou, recente e irremediavelmente. Está saindo da crise de abstinência de Fringe graças à Orphan Black.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account