Log In

Colunas e Seções Ligado no Streaming

Ligado no Stream – O colorido invade a televisão

Pin it

Acontece nesse domingo, 4 de maio, a 18ª edição da Parada Gay, em São Paulo. O evento, que esse ano tem como mote “País vencedor é país sem HOMOLESBOTRANSFOBIA. Chega de Mortes! Pela Aprovação da lei de identidade de gêneros!” tem como objetivo  principal lutar contra qualquer violência (física, psicológica, social ou econômica, por exemplo) praticada com base na identidade sexual e suas diferentes expressões.

ESPECIAIS| Beijos polêmicos: as relações homoafetivas nas séries de TV

A concentração para a caminhada começa às 10h, no vão do MASP. A partir das 12h, a parada percorrerá a avenida Paulista até a rua da Consolação e de lá se dirigirá à Praça Roosevelt, com término previsto para as 18h.

E inspirados pela Parada, que contará com a presença de Lea DeLaria, separamos dicas de programas que tem relação com a temática.

Viva o colorido, viva a diversidade. Abaixo o preconceito e a discriminação.

Orange-is-the-new-black

Orange is the New Black é a série do momento. A dramédia, produção original da Netflix, tem uma história cativante e extremamente viciante, e o dia 6 de junho (a data de estreia da nova temporada da série) é, definitivamente, a data mais aguardada dos últimos tempos.

A série acompanha a história de Piper Chapman, que acaba presa após ser delatada pela ex-namorada, uma traficante internacional de drogas. E com a inserção de Chapman na prisão, passamos a acompanhar os dramas de suas colegas de “cela”.

VÍDEO|‘Orange is The New Black’: Netflix libera primeiro vídeo da nova temporada

OITNB aborda o bissexualismo e o lesbianismo de forma bastante crua, sem meio termos. Mas passa longe de chocar: ela dá um bom retrato das relações entre pessoas do mesmo sexo justamente por as tratar como qualquer outras.

A produção, que ganhou um Peabody Award em reconhecimento pela sua excelência, conta com um incrível material humano. Enfim, Orange is the New Black  é a série que precisa estar na sua watchlist.

the-l-word-season5_thumb1

Em 2004 estreou The L Word, uma criação de Ilene Chaiken, Michele Abbot e Kathy Greenberg. Ela durou 6 temporadas, nas quais foi possível acompanhar a vida de um grupo de amigas lésbicas e bissexuais de Los Angeles.

Na época na qual a série estreou, personagens lésbicos eram raros na televisão, e a série foi bastante elogiada, pela crítica e pela audiência, pela sua ousadia e sensibilidade.

ESPECIAIS| Dia da Visibilidade Lésbica – Armário para quê? Séries mostram que diversidade é vida

As quatro primeiras temporadas da série estão no catálogo da Netflix. Vale a pena conferir a produção, que merece ser louvada especialmente pelo seu precursionismo.

Grey's Anatomy

Grey’s Anatomy pode não ser um programa LGBT por inteiro, mas desde sua 4ª temporada acompanha a trajetória de Callie, que descobre seu bissexualismo depois de flertar com uma cirurgiã cardíaca.

E desde então a série (que tem 9 temporadas na Netflix), acompanha os dramas da aceitação (tanto pessoal quanto pelo meio), bem como retrata o relacionamento de um dos casais lésbicos mais apaixonantes de todos os tempos: Calzona.

São muitos os motivos para assistir Grey’s Anatomy. E, com certeza, Callie e sua bela jornada pessoal são um dos maiores.

Rupaul’s Drag Race sétima temporada

Você nunca viu um reality de competição igual a RuPaul’s Drag Race. Comandado por RuPaul (famosa drag queen americana), o programa busca a próxima “drag super star” da América.

Sucesso de público desde sua estreia, em 2009, o reality já está na sua 6ª temporada. E um de seus maiores feitos é inserir os telespectadores no mundo das drag queens, lutando, dessa forma, para acabar com o preconceito.

As 5 primeiras temporadas do reality estão no catálogo da Netflix. Um passatempo informativo e divertido, que com certeza será apreciado por toda a família.

Bridegroom

Saindo um pouco da área dos seriados, a Netflix disponibiliza aos seus assinantes o belíssimo Bridegroom, documentário de 2013 que conta a história da luta de Shane Bitney Crone para ter seus direitos como companheiro de Bridegroom reconhecidos após a morte repentina dele.

O documentário conta ainda, de maneira bastante sensível, a história de amor dos dois, o que o levou a ganhar um dos prêmios do Festival de Tribeca e do GLAAD Media Award.

Retratando o preconceito e a ignorância, infelizmente ainda tão presentes em nosso meio, o documentário é uma obra que precisa ser assistida por todos aqueles que pretendem levar uma vida pautada no amor, e não na insensibilidade.

beginners

São também vários os filmes que retratam a temática no catálogo da Netflix. E eles o fazem das mais variadas formas.

Um deles é O Segredo de Brokeback Mountain, que retrata o sofrimento de dois amigos que se apaixonam e vivem um caso tórrido de amor, mas sofrem para manter as aparências e não deixar que a sua pequena comunidade conheça sua essência.

Outro filme disponível é o delicado e adorável 2 garotas in love (The Incredibly True Adventure of 2 Girls in Love). O filme, de 1995, conta de forma muito bela a descoberta do amor lésbico por duas garotas bem diferentes, deixando bem claro que o amor é o que importa, no final das contas.

Outra obra disponível no serviço de TV por internet é Wilde, o belo filme de 1997. Estrelado pelo excelente Stephen Fry, ele mostra bem as consequências devastadoras que o preconceito e a ignorância podem, e o porquê de termos o dever de combatê-los.

O TeleSéries, assim como já fez outras vezes, aproveita a oportunidade para levantar a bandeira contra qualquer forma de discriminação. Porque assim como o filme maravilhoso e imperdível Toda Forma de Amor (também disponível), acreditamos que toda forma de amor é válida. E que o que realmente importa é a beleza – e a felicidade – da jornada.

What’s streaming? – as novidades de Maio

Com um novo mês chegando, novas atrações começam a aparecer na Netflix. Para os fãs de Ricky Gervais, a espera pela segunda temporada de Derek está cada vez mais próxima do final. Novos episódios de Um Drink no Inferno, sobre a qual falamos na semana passada, também entram no catálogo.

E para os fãs de cinema, uma ótima novidade: O Lobo de Wall Street, indicado ao Oscar, vem aí.

Na semana que vem traremos maiores informações sobre as datas de estreias e mais novidades no catálogo da Netflix. Até lá.

Séries citadas:

Editora Chefe do TeleSéries, gasta boa parte da sua semana com séries. Sua estréia foi com ER, e atualmente assiste - entre várias outras - Grey's Anatomy, Game of Thrones, Suits, Castle e Rookie Blue. Ainda assim, arrumou um tempinho para maratonar Friends, The X Files e Chuck - pela qual se apaixonou, recente e irremediavelmente. Está saindo da crise de abstinência de Fringe graças à Orphan Black.

1 Comment

  1. Leandro Arriba

    Toda forma de amor é otimo muitas opçõesna Netflix parabens

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account