Log In

Reviews

Leverage – The French Connection Job

Pin it
Série: Leverage
Episódio: The French Connection Job
Número do episódio: 5×04
Exibição nos EUA: 12/08/2012

O episódio The French Connection Job traz o passado de Eliot à tona. Conhecemos o homem responsável por tirar o batedor do lado negro da força. Toby ensinou Eliot a usar facas para cozinhar e não para outros fins e agora a missão da equipe de Leverage é recuperar a reputação e o emprego de Toby em um instituto de culinária onde ele dava aulas para jovens carentes e com antecedentes criminais. Nate percebe que o problema pode ser resolvido com a ajuda da polícia, mas a pedido de Eliot eles assumem o caso.

David Lampard é o “fdp” da vez, um investidor que trabalha com escolas de culinária, cobra horrores nas mensalidades, financia o curso com juros altíssimos e tira todos os bens materiais de quem não pagá-lo depois. Além disso Lampard está envolvido em tráfico, inicialmente Nate acredita se tratar de cocaína, mas logo eles descobrem que o produto é bem mais sofisticado: as raras trufas francesas.

Além de conhecermos mais sobre os dotes culinários de Eliot, outros personagens destacaram sua “coisa” nesse episódio. Hardison é nerd e fica extremamente empolgado quando suas novas bugigangas tecnológicas chegam por encomenda. Sophie começa a dar aulas de teatro e Nate, segundo Parker, gosta de controlar pessoas. Todos estão com a sua “coisa”, menos Parker que começa a ficar deprimida por não ter a sua. Eliot tenta ajudá-la a conhecer mais sobre comida, Sophie passa mais dicas para ela sobre teatro e tudo isso acaba ajudando na solução do caso de Leverage.

Parker é diferente e ela também tem sua “coisa”, a diferença é que a coisa de Parker é roubar coisas, isso que a deixa feliz, é isso que ela ama. Nate tenta ajudá-la e pergunta à Parker o que ela pensa quando vê Michelangelo de David. Resposta: “Tem dois sensores de presença no chão, precisaria de cordas ligadas a um helicóptero para passar pela clarabóia”. É essa a Parker que amamos em Leverage.

Quem está se dando bem com a sua “coisa” é Sophie. Após ter ficado muito chateada com a mudança de endereço do escritório de Leverage ela parece estar se achando e trabalhando muito mais próxima da sua verdadeira paixão. Sophie achou seu lugar no mundo dentro de Portland com as aulas de teatro. Mais do que isso, os alunos dela até já participaram do caso de Leverage deste episódio e a sua escola de teatro tende a render muito mais dentro do seriado.

Mas a vez de mostrar a sua coisa neste episódio é de Eliot e ele está impagável no papel de professor de culinária, com aquela vibração ninja como disse Lampard. No restaurante o inimigo de Lampard, Jean-Luc, manda vários capangas atrás de Eliot e ele acaba com cada um deles enquanto cozinha, é uma das melhores cenas do episódio. Ele derruba todos os homens muito facilmente, entre uma frigideira e outra, enquanto ensina para os alunos que um tomate roxo na realidade é uma cebola. Acabam os capangas e Eliot continua fazendo sua comida até que o guarda-costas de Lampard o reconhece de outras primaveras e Eliot precisa acabar com ele também, com direito a luta de facas.

A equipe de Leverage tem se puxado cada vez mais na escolha dos nomes dos disfarces, o Nate interpretando seu personagem Gnar Slabdash, “com G mudo”, ficou muito engraçado e chega a irritar Lampard por causa do nome estranho. Parker também foi hilária como crítica gastronômica e as cenas dela recebendo as dicas de Nate, Sophie e Eliot foram das mais engraçadas do episódio.

O desfecho de The French Connection Job não poderia ser diferente: todos os vilões foram presos graças à equipe de Nate e o amigo de Eliot, Toby, recuperou seu instituto de culinária e sua reputação. O caso deste episódio foi um dos fáceis, assim como o caso do episódio anterior, a diferença é que neste a equipe de Leverage pareceu ter se divertido um pouco mais. Sophie usou sua paixão pelo teatro, Eliot sua paixão pela culinária, Hardison descobiu um laser na aula de culinária, Parker conseguiu entender a paixão pela comida e Nate pode fazer o que mais gosta e controlou todas as peças de Leverage em prol da boa causa que só nossos Robin Hoods modernos sabem fazer.

Séries citadas:

é Jornalista, Publicitária, Gaúcha, Capricorniana de 84. Além de escrever no TeleSéries, trabalha como coordenadora de imprensa na Prefeitura de Taquari e assessora de imprensa no Campeonato Gaúcho de Rally 4x4. Fã de cinema, esportes, literatura, música e séries de televisão. Começou a assistir seriados com E.R. e Arquivo. X. Gostaria de ter estudado em Hogwarts, jogado quadribol e tomado cerveja amanteigada, mas se contenta com um gol do Grêmio e uma Heineken. Nunca ganhou um prêmio importante, mas já levou pra casa um Kikito de chocolate de Gramado/RS.

Website: http://www.alineben.blogspot.com

  1. Keila Gomes

    As dicas que Sophie passou foram ótimas usando palavras chaves pras emoções foi hilária, a melhor foi pro Jazz. Parker está amadurecendo demais e ficando ainda mais legal.

    Ellison render ótimas cenas em ameaças de morte cada vez melhores. Sophie e teatro renderam ótimas cenas ainda.

    Mais um excelente episódio de Leverage.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account