Log In

Notícias Opinião

Legenders versus APCM: segundo round

Pin it

Legendas.tv e InsubsE a história se repete. Da mesma maneira que acontecera em 2006 com o site Legendaz, o Legendas.tv, seu substituto indireto, também está enfrentando dificuldades numa ação anti-pirataria da APCM (Associação Antipirataria de Cinema e Música). A diferença é que, pelo menos por enquanto, este último não ficará fora de atividade.

Nesta quarta-feira (4/2), mais um site de legenders saiu temporariamente do ar, o InSUBs.

Tata, uma das integrantes do grupo de legenders Equipe Psicopatas, e uma das responsáveis pela manutenção do Legendas.tv, vinha informando aos internautas, logo após o site ser derrubado, que uma nova versão em breve entraria no ar. Não tardou muito. O Legendas.tv: Lite, versão mais leve do site original (sem sistemas de buscas e apenas com legendas de destaque), já se encontra disponível para o armazenamento e entrega de downloads das legendas de diversos filmes e seriados. E em um trabalho que a equipe do site faz questão de lembrar: eles não fazem pirataria.

Perguntada sobre a média de downloads semanais do site, Tata preferiu não informar devido a visibilidade do site, mas respondeu sobre a possibilidade de existir alguma interferência dos sites de legendas no mercado de filmes e seriados:

Pessoalmente, acredito que não. Sei que nossa intenção não é prejudicar ninguém, muito pelo contrário. Não é porque alguém faz download de legendas que deixará de assinar um canal pago. E hoje em dia só compra DVD e CD quem é MUITO fã, principalmente por causa do preço. A única certeza que tenho é: ninguém da Equipes Legendas.tv ganha um real com as legendas que são feitas. Não comercializamos DVDs. Apenas fazemos as legendas.

Em 2006, pressões por parte da ADEPI e operações da Polícia Federal fecharam o site Legendaz, acusado de comercializar produtos protegidos por leis de propriedade sem a devida autorização (pirataria). Perguntada se há alguma relação sobre a atual ação da APCM, Tata é enfática: “nenhuma semelhança” – pois todo o conteúdo do site seria feito e entregue de forma gratuita. E segundo o site, a investida da APCM teria sido totalmente repentina, iniciada no final de janeiro, onde representantes da organização forçaram o provedor do Legendas.tv a retirar o site do ar, pois este possuiria conteúdo ilegal em suas páginas.

Mesmo sem detalhes do que seria esse “conteúdo ilegal”, o provedor cedeu e o site ficou fora do ar. Mas já voltou depois de poucos dias.

E ninguém ganhou nada com isso. De positivo nessa última ação, fica o fato de que não fora usado dinheiro público dessa vez, em algo que ficou provado através dos anos, não dá certo. A tarefa da APCM é bem vinda: eliminar a pirataria. O foco está sendo errado: encerrar um site de legendas mostrou-se ineficaz nessa tarefa, pois após essa ação, centenas de usuários se reúnem em outros locais para, de maneira gratuita, continuar esse trabalho. Além do mais, apesar da linha tênue por onde andam os sites de legendas, juridicamente, não há nenhuma infração se o conteúdo é distribuído de maneira gratuita.

Piratas são os que lucram com propriedade intelectual de terceiros. E piratas (infratores da lei) encontram mercado no Brasil porque os impostos alteram tanto o preço final de um produto como CD ou DVD, que chega a ser um fator dificultante até para pessoas de bem, que queiram ter acesso à esse material original. Isso quando o material original está disponível, pois em casos de alguns seriados no Brasil, podemos passar meses ou até mesmo anos esperando que uma temporada seja exibida em nossos canais de TV à cabo, dos quais, pagamos e muito caro.

Questionada sobre a motivação de fazer por horas um trabalho não remunerado, Tata citou os motivos – que, segundo ela, podem ser mais questões pessoais do que factuais:

Uma combinação de fatores: eu faço pelas pessoas da Equipe que acabaram virando amigos fora do mundo virtual. Até mesmo o lance do altruísmo, de ajudar as pessoas que não conseguem assistir sem legendas em português fica em 2º plano, porque a minha satisfação pessoal é ter esse tempo com meus amigos. A gente se diverte um bocado fazendo as legendas mesmo sendo MUITO estressante pela cobrança em cada vez postar com mais rapidez. A maioria das pessoas que faz uso das nossas legendas não conseguiria acompanhar a série sem legendas em pt-br. Através do nosso trabalho a gente proporciona que um grande número de pessoas possa assistir a série ao mesmo tempo que é exibida nos States.

Ninguém sensato é contra o fim da pirataria. Mas a sensatez também revela que eliminar um site de legendas não é uma ação antipirataria. Isso muda o foco da discussão. Coloca a culpa nos verdadeiros fãs, que passam horas realizando gratuitamente longas legendas, e deixa para segundo plano uma ofensiva contra os verdadeiros piratas, o questionamento de altos impostos ou o descompromisso dos canais para com os consumidores.

28 Comments

  1. camila

    Eu ainda continuo dizendo, vão caçar pedófilos na internet… Se legendas pelo menos baixassem o valor das mensalidades da tv paga ou fizesse que os canais abertos tivessem respeito pelos telespectadores e passasse de fato os seriados sem reprise e sem cortes, ai não teríamos a necessidade de baixar. Duas jogadas ambas sendo erradas, digo que essa APCM não está fazendo seu trabalho direito, infelizmente é mais um setorzinho que lucra com impostos alheios, acredito que esses fechamentos de sites estão mais para interesse de grandes mídias ou a no mínimo alguém disse “ei cadê resultados, se não isso aqui fecha as portas”

  2. Arnaldo

    O último parágrafo faz uma boa síntese do problema.
    Na incapacidade ou interesse de se resolver as principais motivações da pirataria, eles querem “mostrar serviço” usando como “bode expiatório”, aqueles que NADA lucram com esse trabalho!
    As autoridades de nosso país são uma piada (de mau gosto, é claro).

  3. Nícolas

    Bobagem da APCM, fecha-se esse sempre terá um novo.
    Eu tenho Tv Paga mas não assisto a praticamente nenhuma série nela, por que não conseguem se quer manter uma legenda na volta dos comerciais.

  4. Raruiz

    Pois é como já disse o problema é sempre a VACA…

    Estava pensando hoje e percebi como só passei a conhecer algumas séries através do trabalho dos legenders e da propaganda boca-a-boca de fãs de seriados que não ganham grande destaque por aqui. Dois exemplos são: The Office e How I Met Your Mother. Ambos conheci através da propaganda de fãs dos seriados em BLOGS e Comunidades em sites de relacionamento. Com a curiosidade na época fiz os downloads das séries, resultado: Me apaixonei!

    No caso de The Office hoje sou GRANDE FÃ e como todo fã, já comprei todos os boxes originais. E dois deles em pré-venda pagando um verdadeiro absurdo… Ganharam um fã e comprador de materiais da série pelos legenders e fãs. Agora se eu fosse esperar o FX e o maravilhoso trabalho de divulgação, acho que não conheceria a série até hoje.

    O mesmo acontece com How I Met Your Mother, se eu fosse esperar o FOX LIFE eu nunca ia conhecer essa série. Que na opinião deles é voltada para o público feminino e não o canal não faz parte do pacote básico, que é o meu pacote no caso.

    Sem contar as outras mil séries que passei a conhecer da mesma forma e hoje tenho boxes originais e a maioria em pré-venda por causa da ansiedade. Ou seja, as legendas pelo menos para mim, não me impede de comprar os boxes.

    Nem vou comentar o quanto gastei com Friends. Recentemente, comprei The Big Bang Theory e Chuck. E assisti elas junto com os States.

    Desculpem o desabafo… Mas a indignação é enorme.

  5. Gonçalves

    É incrível como o discurso de direita de que tudo no Brasil é caro por causa dos impostos é repetido sem razão. Os impostos no Brasil são baixos se comparados à Europa, por exemplo. Não se enganem com as comparações distorcidas feitas por entidades com claros objetivos políticos. Elas costumam adicionar como imposto no Brasil coisas como contribuições previdenciárias, mas não incluem nos outros países, gerando uma comparação totalmente distorcida. Os impostos no Brasil são inferiores até aos dos EUA, o país mais à direita no mundo, que insiste em não ter assistência médica universal nem previdência para a grande maioria dos seus trabalhadores.

    Mas quanto ao assunto de preço de CD, eles são altos por terem custos que nada tem a ver com música nem impostos. A *grande* maioria dos custos de uma gravadora é com jabás, “presentes” para jornalistas, eventos de divulgação, etc. DVDs de séries exatamente por não terem estes custos, ou terem bem menos, não são caros. Vamos ser realistas, acabei de checar os 10 últimos lançamentos de séries no Submarino, em nenhuma o custo chega a ser de R$ 20 por DVD, considerando que cada lançamento em geral tem vários DVDs. E sabemos que depois do lançamento o custo cai. Então menos de R$ 20 reais por um DVD com diversas horas de filmagem não pode ser considerado caro. Lembrem do custo de uma entrada de cinema, por exemplo.

    PS: concordo que a perseguição aos sites de legenda é um absurdo.

  6. Raruiz

    Gonçalves,

    Eu concordo contigo, acho que as gravadoras devem imbutir algo tipo de custo nos preços finais. Como promoções de lançamentos e etc.

    Concordo também que, se você pensar na quantidade de horas de filmagem e na quantidade de DVD por box os preços promocionais (que eu acho justo R$59,90) estaria bem pago. Até porque são raros os lançamentos no Brasil que vem com algum tipo de extra. Ou seja, não há nenhum atrativo extra que valha R$159,00 por um box de DVD.

    E sim os impostos no Brasil são grandes responsáveis pelos preços altos. Impostos como IPI, ICMS e etc. Estima-se que em média 40% do preço é referente a impostos.

  7. juarez pedra

    Associações do tipo ACPM são o que há de mais burro e retrógrado que pode existir, os proprietários do direito autoral buscam desesperadamente um meio de tirar algum dinheiro dos downloads e não sabem como. Atacam pessoas que fazem um excelente trabalho ao invés de remunerá-las. Será que é tão difícil de entender que a internet é dinâmica? É como o português que queria matar as baratas atirando naftalinas nelas.

  8. Marco

    Ótimo texto!
    E, Gonçalves, como dizia o saudoso Paulo Francis, imposto no Brasil é doação ao estado. Então sem essa de comparar os impostos daqui com o de países sérios, Ok?

  9. Gustavo

    o Gonçalves… os impostos são altos sim. Claro, depende do setor que vc tá falando, mas são altos. Muitas coisas se vc comparar o preço nos Estados Unidos, transformado pra Real, e dps ver o preço em Real vai ver que pagamos muito caro. As vezes pagamos o MESMO PREÇO, mas aí entramos em outra questão : se você ganha 30 mil dólares por ano, algo que custe 30 dolares é caro pra você? Mas e se você ganha 30 mil reais por ano… algo de 30 dolares ou 70 reais(sem contar impostos) nao sai mais caro?

    E de qualquer maneira, o problema não somos nós, que nao queremos pagar 20 reais por DVD, mas das empresas que não se adequam ao público! Forçar o consumidor a comprar algo que ele não quer não funciona muito bem. Fazer algo que o consumidor compraria pelo preço oferecido, funciona.

    A indústria de música,filme e séries quer lutar contra o mundo da internet. Pesquisas afirmam que 1/3 de todos os usuários de banda largam baixam conteúdo ilegal, e simplesmente não ligam que é ilegal. Chuto eu que os outros 2/3 é constituido de EMPRESAS e usuários “simples”, que usam internet para email, notícias e um ou outro vídeo na web. O que tinha de ser feito é aproveitar esse mercado, não tentar matá-lo.

    E ainda agora correm atrás dos legenders, coisa q vc tb acha abusrda :D Fazer legendas consome tempo, requer conhecimentos, paciência. Fazer de graça é bom, pq quem faz aprimora seu conhecimento da língua sendo traduzida, ve seu trabalho reconhecido e tem mais gente com quem comentar o seriado.

    Mas daí essas ações para derrubar sites de legenda não ajudam nada. O mais fácil é todo mundo se reorganizar num site internacional. De qualquer maneira, ainda existem outros sites que possuem as legendas. Os usuários simplesmente criam outros locais para compartilhar o trabalho.
    Ao invés de apoiar e liberar a produção de legendas(melhores que as “profissionais” que saem na TV por aí!), as empresas caçam aqueles que gostam tanto dos seriados que não podem esperar ele chegar no Brasil.

    Tema algo mto errado nisso. Enquanto alguém nao se tocar de como aproveitar isso tudo, vai continuar essa ladainha de perseguição a legenders (aqui no Brasil) e ao usuário que baixou as coisas (EUA da vida)…

  10. Thiago Sampaio

    Gonçalves, o preço final de produtos no Brasil é sim alterado pelos impostos. Principalmente produtos importados. Já viu a diferença do preço de um videogame? De 250 doláres pra quase 2mil reais. E essa diferença era a mesma até com real e dólar no mesmo nível.

    R$59,00 é um ótimo preço por um box. Concordo. Mas esse é o preço dele com anos no mercado. Lançamentos têm o preço cirado por Raruiz. E isso quando temos bons extras ou mesmo imagem em widescreen!

    Meu pai tem uma coleção extensa de LPs originais. Todos do Led Zeppelin, Pink Floyd… até um alemão que não tenho certeza do nome.. Fraft Work? Sei lá. Negócio que vendo a embalegem desses LPs, o desging gráfico, os posters embutidos… enfim, um belo trabalho de arte, nem se comparem com os “extras” de um CD atual.

    Claro, quem compra um CD quer a música, mas sério que pagar 45 reais por um CD não é pelo menos questionador? Claro, direito autoral, pessoal envolvido… Mas poxa, façam um apelo pra justificar esse preço, ou então vão continuar comprando cópias de 5 reais na rua.

    Não é puritanismo: nunca comprei CD ou DVD pirata (sério) mas dá pra entender e muito bem que paga 10 vezes menos pra obter a mesma coisa…

  11. Jorge P.

    Outro dia vi um colunista falando que foi na Amoeba, a maior loja de cds de Los angeles e ela estava vazia. Ele conta que comprou uma camiseta da loja para seu filho, para lembrar do tempo que se compravam cds em lojas físicas, ou que se pagava por música.
    Fiquei meio chocado com a última frase mas parei e pensei. Não vai ter volta. A internet causou essa revolução. Alguém aqui faz idéia da dificuldade e risco de postar conteúdo na net e não ter ele roubado? Fotos, textos, blogs, tudo é copiado.
    É quase impossível controlar tudo isso.
    Acho que a discussão vai longe e dentro de alguns anos teremos uma nova maneira de enxergar a distribuição de conteúdo.

  12. Lucía

    Eu não sou usuária do legendas.tv mas concordo que quem não pode assitir sem legendas deve ter um meio de não ter que esperar pelo canal paga aonde muitas não chegam e quando chegam a imagem tem problemas a legenda aparece a hora que quer e eles ficam colocando em hiato o tempo inteiro para durar mais… porque diabos não compram mais séries com todas as excelentes opções que existem nos States, Australia, Canadá, Inglaterra… Apoio todos aquele que baixa para consumo próprio!!!!

    A APCM tem que estar de brincadeira… porque eles não vão em qualquer esquina prender o camelô que esta lucrando com isso?????

    Incrivel…

  13. sandra w.

    GONÇALVES, não posso discutir os impostos nos EEUU, porque não conheço o país, mas vamos falar sobre a Inglaterra: cobram impostos de 40% (aqui no Brasil é 27,5%, em teoria), porém, na Inglaterra, serviços como educação, saúde, transporte e até a previdência são, se não totalmente, grande parte pagos pelo governo. Sem contar que com o “salário mínimo” deles dá para a pessoa ter uma vida decente, o que não acontece aqui. Diga, quantas pessoas você conhece aqui no Brasil que vive bem com o indigno salário mínimo?

    Vamos agora para a Itália: um aposentado com salário mínimo (deles) pode até tirar férias no Brasil… Sem contar que os italianos que moram aqui no Brasil recebem aposentadoria pela Itália.

    Vamos para a França: os impostos são cobrados pelas “coisas” que a pessoa possui. Salário não é bem, então não é cobrado imposto de renda.

    Agora a Suiça, além de tudo funcionar como um relógio, os impostos são muito mais baixos que os brasileiros e sem contar que a “aposentadoria” dos suiços, é um prêmio pelos anos trabalhados e não um inferno como é no Brasil.

    Voltemos ao preço dos cds e dvds.. claro que existe a verba de veiculação embutida no preço. Mas o maior problema é o imposto.

    Você já olhou a sua conta de luz, gás, telefone? Repare em quanto é gasto real (incluindo custo operacional) e quanto é imposto.

    Existem muitos argumentos contra o imposto brasileiro, mas o mais forte é: o dinheiro dos impostos não é revertido para o povo.

    Eu moro em Sampa, considerada a cidade mais rica do país, os preços daqui são inacreditáveis, tudo é caro.

    Outro dia, passando os canais vi o programa do Gugu (argh!) e ele estava perguntando quanto custaria uma casa para alguem que ia ganhar uma..
    resposta: de 5 a 20.000 reais (no norte do país). Em Sampa? Um apartamento de 40 m2, não custa menos de 100.000 reais. Porque? Porque a cidade sustenta a droga do governo com os IMPOSTOS!

  14. Hélio

    Olha, tenho videolocadora (com acervo 100% original), faço uso do site de legendas, e acho a situação bem complicada.

    Discordo completamente da opinião da Tata de que o site nao interefere no mercado de filmes e seriados. Ora, graças as legendas, muitos deixam de comprar o produto original, alugar em videolocadoras, justamente porque encontra tais legendas e sem elas nao adiantaria baixar filmes/seriados com som original. Além do mais, muitas vezes é a partir dessas legendas que “pirateiros” fabricam seus filmes, convertendo para DVD e vendendo-os depois.

    Claro, os “legenders” nao lucram com esse trabalho, a responsabilidade do crime é de quem faz o download e vende as copias, e tb nao me parece que há lei que diga que essas legendas sejam ilegais. Mas dizer que nao há impacto no mercado é muita ingenuidade e/ou cegueira.

    Nao acho que seja esse o caminho adequado para o combate a pirataria. Ha muita coisa em jogo, os impostos sao realmente altissimos, e nao se justifica o preço cobrado por um dvd. Como proprietario de locadora, sei bem como o mercado sofre, perco clientes ha anos para o mercado da pirataria e, nos ultimos meses, cada vez mais para os que descobrem os downloads e as legendas via internet. Nao condeno este ultimo caso, uma realidade que tenho que aceitar e que, como cinefilo e viciado em series, percebo que muitas vezes é a unica alternativa que tenho para a pessima distribuiçao do nosso mercado de cinema e video. Fico puto mesmo é com a comercializaçao que vejo sendo praticada muitas vezes por gente que nem pode se justificar como “unica alternativa que teve na vida”.

  15. Caio

    Eu acho que a Associação Antipirataria de Cinema e Música está mais do que certa!
    Ninguém quer ver o seu ganha pão, que tem uma margem de lucro tão baixa, distribuido gratuitamente por estes legendeiros do mal! Mas esta solução é muito paliativa, pois não impede o download dos filmes e séries, acho que como um próximo passo a APCM deveria entrar com um recurso para BANIR a internet como um todo! sem a net, as pessoas não conseguiriam mais piratear tão facilmente os filmes e séries e o mundo seria um lugar melhor…

    huahuahua (risada irônica…)

  16. Lucas "Gandalf" Leal

    eu sou sensato, mas acho q nos moldes ATUAIS eu sou favoravel a pirataria SIM…
    quando as empresas apresentarem BONS serviços, cobrarem o preço JUSTO pelo produto, pararem de extorquir os fãs, ai sim eu serei favoravel ao fim da pirataria…até lá não
    meu argumento é simples…até lá a pirataria da a possibilidade de mta gente q não tem dinheiro pra ver um filme, muitos filmes que muitas vezes não são nem exibidos na tv aberto (ou se são é 1h da manha em diante…) e não tem dinheiro pra ir ao cinema, comprar/alugar um dvd, poder ter uma diversão e as vezes até um enriquecimento cultural…
    além de gerar emprego pra população de baixa renda q não arruma nada e vai virar camelo
    cultura e emprego q inclusive são garantias a todos os cidadãos…acesso a cultura e o lazer, direito a emprego…mas esses tal qual todos os outros direitos e garantias dos cidadãos não são cumpridos…
    então até lá, pirataria SIM

  17. Lucas "Gandalf" Leal

    Hélio, vc mesmo fez uma mea cupa depois…mas no primeiro paragrafo se pensarmos assim deviamos processar as empresas de cigarro e armas por homicidio…já q elas fornecem os meios para tal!eles (legenderes e empresas de armas e cigarro) podem no MÁXIMO ter alguma responsabilidade civil, criminalmente, salvo rarissimas exceções, nunca!

    e concordo com a Tata quem não compra o produto original não ia comprar de qq jeito, apenas ia ficar sem (já passei por isso quando fiquei sem grana e tive q cortar a tv a cabo e não tinha internet…apenas deixei de ver as séries e.)
    na situação financeira das pessoas ninguem vai fazer loucuras pra acompanhar uma série!agora concordo com vc…os Law Kim Chong da vida (é assim q escreve o nome dessa capeta?) pirateadores mafiosos e afins…esses sim merecem ir pra cadeia!no mais sou favoravel a pirataria do tiozinho ali na esquina…

    ps Gonçalves custo de entrada no cinema? eu pago 2 reais pra ir no cinema, preço promocional do espaço unibando as quintas, pq pagar 20 num dvd?

    ps2 esse papo de q tira cliente das tvs a cabo…oras elas mesmo q fornecem a minha internet (PESSIMO SERVIÇO POR SINAL!) e eu ainda pago telefone e a tv a cabo!ou seja pq eu não posso puxar???pq tiro dinheiro das empresas de dvd, q eu nem ia comprar mesmo!

    ps3 de fato locadoura não vou a MTO tempo…e os downloads contribuiram pra me afastar…mas já não ia tanto antes (antes de voltar a ter tv a cabo sim, eu ia MTO, depois passei a ir bem menos…agora nunca vou!), só ia no cinema e via filmes na tv a cabo ou na casa de amigos!

  18. Barbie

    Eu faço legenda porque eu gosto! é divertido e tudo mais!
    E consigo assisitir tudo que eu quiser sem legenda, e tou acompanhando meus seriados ´preferidos desde que estrearam nos EUA. Essa semana tá começando os de crime na AXN, e eu vou ver tudo de novo, porque eu gosto. Tenho gravador de DVD em casa, no computador e na televisão, e mesmo assim, sempre acabo comprando os DVDs das séries que eu gosto mais! Nada a ver isso de dizer que ver na internet faz o povo deixar de ver.

  19. Barbie

    ps: Os preços de DVD diminuiram BASTANTE. Antes era muito mais caro.

  20. Gonçalves

    Quero deixar claro que nunca disse que o Brasil era uma maravilha, que o salário mínimo ótimo ou mesmo que os impostos são bem gastos. Disse apenas que os impostos não são altos e continuo com certeza disso. O que me revolta é ver, por exemplo, William Bonner reclamando que os impostos são altos, sabendo que ele, por ser contratado como pessoa jurídica, paga no fim menos de 10% de IR. Se fosse nos EUA seriam 40% e na Europa passa de 50%, o recorde, se não me engano, é de um país escandinavo com 65%. Isso mesmo, você só fica com um terço do que ganha. Mas no Brasil é que virou moda culpar os impostos por tudo. Quanto aos que citaram percentuais altos de impostos, saibam que estão repetindo a ladainha de grupos de direita financiados por milionários (que como os milionários do mundo todo detestam pagar impostos) que distorcem completamente os números reais. Eles incluem coisas que não são impostos, contam mais de uma vez impostos que não são cobrados diversas vezes (alguns são mas isso é outra história), “esquecem” de incluir benifícios fiscais, etc. O Brasil tem muitos problemas, mas impostos altos *não* é um deles.

    Quanto ao preço, até R$ 20/DVD é preço de lançamento, eu peguei os 10 últimos lançamentos do Submarino, se você pegar os mais antigos pode encontrar menos de R$ 10/DVD. Quanto a preço de cinema aqui no Recife tem até a R$ 1. Mas esse não é preço padrão em nenhum lugar do Brasil. Pelos preços padrão, para um casal ir ao cinema ver um filme de 1 h 30 min e sem nenhum extra custa mais que o preço de cada DVD com várias horas. O custo de um CD de audio é maior e o custo de produção é muito menor. Então DVD de séries no Brasil não é caro, vamos ser realistas. Tem flanenelinha que cobra isso (ou mais) apenas para cuidar do seu carro.

    Quanto às legendas eu acho é que o pessoal do legendas.tv é devia processar os estúdios por usar o material feito por eles, seria uma inversão divertida :)

  21. Antonio Carlos

    Há quanto tempo existe a internet? Para valer, mesmo? Uns dez né? E esses caras não entendem que não dá para proibir certas coisas, sobretudo se não são ilegais e, pelo amor de Deus, estarem fazendo um trabalho bem melhor do que o que eles contratam lá no México e tal…
    Com exceção da turma do Drei Marc, que conheço, o resto da galera oficial é muito ruim mesmo e esse negócio de México é porque eles contratam cucarachos que falam mal o português para legendar lá e em Miami, LA… etc. Deixem o pessaol fazer por amor!

  22. Marcus Vinicius

    Eu tenho TV paga desde 1998, e prefiro assistir as minhas séries favoritas baixando pela Internet. Não estou cometendo crime nenhum pois já pago para vê-las, apenas prefiro assistir em “tempo real” pois as Tvs por assinatura do Brasil acham que Internet só serve para baixar os filmes e seriados deles quando na verdade se não assistimos fazendo o Download corremos o risco de perder agraça pois basta abrir qualquer site na internet e já vemos informações das séries que gostamos e com isso elas perdem a graça e isso porque eles insistem as exibi-las por aqui com uma defasagem absurda.
    E alem de tudo são burros porque se um siet é fechado outro assume o lugar imediatamente. Não deixei de pegar uma única legenda que me interesse desde o início desta semana, ou sejam, além de tudo são burros.

  23. Guga

    Aary Machado
    Ditadura!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    KKKKKKKkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  24. Rafael Leite

    Legendas que, muitas vezes, são MUITO melhores que as da televisão, digasse de passage

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account