Log In

Notícias

Laverne Cox, de ‘Orange is the New Black’, é a primeira transsexual a ilustrar a capa da revista americana Time

Pin it

A edição de junho da Time, uma das revistas mais influentes do mundo, trouxe Laverne Cox, uma das estrelas de Orange is the New Black, em sua capa. E esta edição se tornou icônica pois declara um marco para a história da revista e para o movimento LGBT: a primeira edição com uma transsexual na capa.

Na série original da Netflix, a atriz dá vida à Sophia Burset, uma transsexual que, ao passo que sofre preconceitos, encontra aceitação e conforto em suas amigas detentas. Ativista LGBT, a atriz recebeu uma homenagem do GLAAD (Gay & Lesbian Alliance Against Defamation), em abril, por representar a comunidade transgênero na série.

Orange is the New Black

À revista, a atriz fez a seguinte declaração:

”Não existe apenas uma história, uma experiência, de como uma pessoa trans nasce. E eu acho que o que eles têm de entender é que nem todo mundo que nasce com uma genitália sente que sua identidade de gênero realmente está alinhada àquela genitália. Se alguém precisa expressar o seu sexo de uma maneira diferente, está tudo bem; e a esse alguém não deveria ser negada assistência médica, assim como não deveria ser vítima de bullying. Eles não merecem ser vítimas de violência…E é isso que as pessoas devem entender, que está tudo bem, e se estão desconfortáveis com isso, deveriam encarar a si mesmos”.

Em seu Twitter, a atriz agradeceu à revista e disse que ”foi um presente de aniversário adorável, e que a capa histórica é referente à reportagem sobre problemas que os trans enfrentam todos os dias”. O Twitter da Netflix dos EUA deu um parabéns duplo à Laverne Cox, tanto pela capa da revista quanto pelo seu aniversário.

 

 

A segunda temporada de Orange is the New Black estará disponível para os assinantes da Netflix no dia 6 de junho, sexta-feira. Você pode conferir o que achamos dos dois primeiros episódios aqui; além de ficar por dentro do catálogo da rede streaming na nossa coluna Ligado no Streaming.

Com informações do The Guardian.

Séries citadas:

Nascida no verão com preferência pelo inverno. A família materna dela é de origem francesa, mas não come escargot. Já quis ser astronauta e chef, mas descobriu que não tinha vocação. E agora, na verdade faz tempo, descobriu que quer Jornalismo. Começou com Grey's Anatomy em 2006 e hoje sua ficha tem The Walking Dead, Breaking Bad, Vice, Pretty Little Liars, Glee, Arrow, American Horror Story, The Flash, The Knick, Orphan Black, The Sopranos, Looking, Orange is the New Black, The Office, Modern Family, Mad Men, Homeland, Bates Motel, House of Cards, Game of Thrones e mais umas três listas cheias. Prefere sua tv a cabo às pessoas e é aficionada por soundtrack de filmes e séries e pelos documentários do National Geographic, Discovery e History Channel.

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account