Log In

Reviews

Last Resort – Skeleton Crew

Pin it
Série: Last Resort
Episódio: Skeleton Crew
Número do episódio: 01x05
Exibição nos EUA: 25/10/2012
95.75
4.7
4

Que episódio foi esse, gente? Sem dúvida o melhor episódio desde o piloto, se não tiver sido melhor. Skeleton Crew foi muito bom e mais uma vez nos mostrou a que a série veio. E para nossa felicidade a demo subiu, ainda que tenha sido bem pouco, e novos episódios foram encomendados, como eu já havia comentado semana passada. Espero que Last Resort garanta pelo menos uma temporada completa porque a série merece.

Pra começar, finalmente tivemos uma negociação entre os tripulantes do Colorado e o governo norte americano que enviou representantes a ilha. Para deixar a tensão que já seria grande ainda maior o pai da Grace foi enviado junto na “missão de paz”. Chaplin mostrou toda sua integridade e bondade durante o processo de negociação e quase conseguiu um bom acordo para Grace e para Sam, o que só não ocorreu por conta das tramas paralelas que deram errado (e, é claro, porque obviamente Grace e Sam não iriam embora da ilha tão cedo). Mas foi um show de atuação e um show de integridade. Foi lindo a tropa mostrando lealdade ao comandante depois dos acontecidos no episódio passado. Gosto cada vez mais do Chaplin.

Enquanto isso Grace comandava a mão de ferro o submarino e colocou Prosser no seu devido lugar, sabendo adotar a postura mais adequada aos fatos, ainda que tenha ficado em encruzilhadas algumas vezes. Ao escolher entre a vida de James e de toda a tripulação ela acabou optando pela vida da tripulação. Mandou atacar quando foi necessário e não se deixou levar pelo emocional na hora de tomar as decisões. Felizmente tudo acabou bem. Mil pontos pra Grace. A propósito, amei a cena em que Prosser e os outros tripulantes batem continência para a “capitã”.

Em Washington Kylie procurava contatar Christine para que as duas unidas possam desmascarar o governo americano e desvendar as conspirações que envolvem o caso. Christine mostrou que é mais esperta do que qualquer um de nós podia pensar e que já sabe que o advogado e amigo de Sam é um agente do exército americano que está vigiando ela. Adorei o que ela fala sobre ser amante do marido, pois o verdadeiro amor dele é o país.

As três tramas se articularam muito bem e nem pareciam ser coisas separadas. A tensão perpassou todo episódio e quase me fez roer as unhas. Eu nem sei porque não vou dar 5 estrelas pra esse episódio, porque ele talvez até merecesse.

As melhores cenas foram sem dúvidas o momento em que resolvem não cumprir o acordo e o pai da Grace, com medo que bombardeiem o submarino e a filha morra resolve atirar contra o secretário de defesa e a responsável pela negociação. Ele acaba indo preso. E as cenas em que Grace precisa agir, sob pressão, no comando do submarino para que o maior número de possível de pessoas seja salvo. E ela ainda bota uma banca bonita quando pega o telefone e passa o recado.

Last Resort tem ótimos personagens que me fazem ter uma ligação cada vez maior com eles. São capazes de me tocar fundo e de me fazer sentir – amor, orgulho e em alguns casos até ódio. Gosto cada vez mais da Camille e da Grace, também.

Eu imploro pra que salvem a série. É muito boa. Merece pelo menos uma temporada completa. Apelarei aos Deuses dos seriadores para que a série não seja cancelada.

Séries citadas:

Relações Públicas e Mestre em Comunicação Midiática pela UFSM. Não esconde sua paixão por reality shows, sendo fã especialmente de The Voice, Survivor e The Amazing Race. Suas séries preferidas são Friday Night Lights e The O.C, mas também nutre um profundo amor por Friends e Sex and the city. Atualmente assiste Orphan Black, Orange is The New Black, Broadchurch, Faking It, Girls e Nashville... Suas paixões mais recentes são The Affair, How to Get Away With Murder e Scandal (cujas 4 temporadas completas assistiu em apenas 20 dias).

Website: http://www.assmanncomunicaçãoestrategica.wordpress.com

3 Comments

  1. biancavani

    De fato, G, que episódio, Sweet Lord! Tensão insuportável, comparável até (em outro sentido, evidentemente) a The Walking Dead. Ufa!

    Uau, parece – se é que não estão mentindo – que até o presidente faz parte da sujeira.

    Uau, então a frágil esposa de Sam não era nenhuma bobinha: tava sacando tudo. O tempo todo eu torcia para que Killie fosse procurá-la, e tudo aconteceu melhor do que eu esperava.

    Entendo a posição de Sam, mas o odiei mortalmente quando ele topou o acordo que, claramente, não seria confiável.

    Ponto altíssimo, a meu ver: a conversa do secretário – “a verdade é aquela que o vencedor dirá”; e o que foi dito a respeito da reação do mundo ao lançamento das bombas sobre o Paquistão. Digam o que quiserem dos USA, menos que algumas parcelas daquela sociedade não tenha autocrítica. E foi muito legal mesmo o respeito que Grace passou a ter daquele idiota.

    Gabriela, no IMDB Last Resort está com classificação 8. Tomara que isso valha de alguma coisa.

  2. Gabi Assmann

    Sim! Parece que até o presidente faz parte da sujeira. Cada vez mais envolvidos nessa história.. Adoro. Ainda mais que Kylie e Christine agora estão articuladas para descobrir tudo.

    E nossa, melhor notícia essa do IMDB. Tomara que isso valha, mesmo. A série merece continuar.

  3. Pedro

    A trama parece um pouco com Prison Break. Estou adorando a série, espero que ganhe a temporada completa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account