Log In

Reviews

Last Resort – Controlled Flight Into Terrain

Pin it
Série: Last Resort
Episódio: Controlled Flight Into Terrain
Número do episódio: 01x13
Exibição nos EUA: 24/01/2013
100
5
1

O final de Last Resort só não foi melhor porque obviamente não havia tempo para explicações mais detalhadas e completas sobre tudo. Do jeito que a série começou não havia como resolver todos os mistérios em apenas 13 episódios.

O quadro que se desenhava no episódio 12 era um motim organizado por alguns marinheiros contra o Capitão Chaplin. Já no episódio final não havia apenas um motim, mas vários. Controlled Flight Into Terrain teve muita ação e mostrou que a tropa estava bastante dividida.

Quem acabou salvando a situação, ainda que indiretamente, foram Grace, Sophie e Cortez. Grace, aliás, foi durante todo tempo a pessoa mais fiel ao Capitão Chaplin, inclusive mais do que Sam Kendall. O mais estranho foi que o organizador do motim foi o rapaz que havia estuprado a mulher e ainda assim tantas pessoas se juntaram a ele. Isso só corrobora a tese de que o Capitão estava muito mal visto pela sua tripulação.

Enquanto isso os chineses ameaçavam tomar a ilha com apoio de Serrat e, nos Estados Unidos, Kylie se via em uma situação aterrorizante. O moço com quem ela estava teve que se sacrificar para que ela pudesse ir atrás de justiça. Como eu sempre disse ela teve um papel muito importante. Além de salvar Christine ela lutou por justiça e acabou matando o Presidente americano. Aqui tivemos um final em aberto: o que aconteceu com Kylie? Ela foi presa?

Alguns personagens “secundários” tiveram finais que mereciam um pouco mais de atenção. O que aconteceu com Sophie? James simplesmente ficou com Tani? E o que aconteceu com Serrat?

Os momentos finais foram emocionantes e proporcionaram uma reconciliação entre Sam e Marcus, mostrando que acima de tudo, de qualquer divergência, eles se gostavam e tinham admiração um pelo outro. Embora as cenas não tenham sido de um primor muito grande eu gostei do diálogo empreendido entre eles. Por fim Marcus acaba morrendo em uma morte melancólica, mas me parece que seria o único destino plausível para o término de Last Resort. Ele realmente foi, como bem disse Sam, um revolucionário. Alguém capaz de desafiar o poder vigente e, de sua maneira, com erros e acertos, ser a mudança que ele queria ver no mundo. É, sem dúvida, um personagem que ganhou minha admiração.

Por fim gostaria de lamentar o cancelamento precoce de Last Resort. Acho que foi uma das melhores estreias dessa fall season, mas que infelizmente não emplacou, talvez por colocar o dedo na ferida e mexer com o orgulho americano. Que possamos ter mais séries que nos levem a pensar sobre isso e refletir sobre nossas atitudes e que possamos nos inspirar em na coragem de Chaplin e na lealdade de Grace.

Séries citadas:

Relações Públicas e Mestre em Comunicação Midiática pela UFSM. Não esconde sua paixão por reality shows, sendo fã especialmente de The Voice, Survivor e The Amazing Race. Suas séries preferidas são Friday Night Lights e The O.C, mas também nutre um profundo amor por Friends e Sex and the city. Atualmente assiste Orphan Black, Orange is The New Black, Broadchurch, Faking It, Girls e Nashville... Suas paixões mais recentes são The Affair, How to Get Away With Murder e Scandal (cujas 4 temporadas completas assistiu em apenas 20 dias).

Website: http://www.assmanncomunicaçãoestrategica.wordpress.com

1 Comment

  1. Pingback: Destaques na TV – Terça, 2/4

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account