Log In

Opinião Preview

Last Man Standing, a nova comédia de Tim Allen

Pin it

Last Man Standing - Piloto
Cresci assistindo os seriados que cobriam os buracos da programação da Globo, SBT e Manchete, mas a minha formação televisiva (e como crítico) está diretamente ligada ao advento da TV paga no Brasil, nos anos 90. Foi um salto. Mas ainda assim é uma formação incompleta. Meu primeiro pacote de TV paga era via operadora MMDS, que por impossibilidade técnica só transmitia 16 canais – mas a verdade é que não existiam mesmo muito mais do que 16 canais no Brasil. E mesmo que tívessemos mais canais, naquela época não eram todas as séries que estreavam na América Latina.

Por conta disto, acompanhei a evolução das séries policiais com Law & Order e NYPD Blue, mas nunca vi a respeitada Homicide: Life on the Street. Acompanhei a evolução da séries de tribunais de Ally McBeal e O Desafio, mas nunca assisti L.A. Law, que a antecedeu. E das comédias posso citar episódios inteiros de Seinfeld e Frasier, mas não tanto assim de Roseanne. E Home Improvement.

Eu só fui conhecer Home Improvement no final de 2002, anos depois de ter acabado, quando a série ganhou reprises diárias no canal Sony (good times, good times). A esta altura já tínhamos uma boa fundação do que eram as sitcoms e, um década depois, deu pra ver que Home Improvement era realmente especial.

Mas você não precisa saber que existiu uma série chamada Home Improvement pra assistir Last Man Standing, tema desta resenha e show que estreia esta semana no Brasil.

Mas precisa saber que este senhor que estrela esta comédia, sobre um pai de meia idade que precisa se envolver mais com a vida das três filhas adolescentes e do neto bebê é o Tim Allen. E ele foi um gigante – sua antiga série foi o show número 1 dos Estados Unidos entre 1993 e 1994, ficou entre os 20 shows mais vistos dos EUA ao longo de oito anos, o sucesso na TV lhe abriu as portas pra ganhar uma fortuna com comédias no cinema e ele decidiu parar na hora que quis, abrindo mão do salário mais alto da TV na época (US$ 1,25 milhão por semana, na época em que o Seinfeld ganhava só US$ 1 mi). Ah, e ele é o Buzz Lightyear!

Last Man Standing - Piloto

É por isto que Last Man Standing começa assim: as três filhas e o neto na cozinha, e a esposa, ao ouvir a buzina do carro, diz que o pai está chegando após mais uma de suas longas viagens a trabalho. Mike (Tim Allen) entra e cena. E diz:

I´m back!

Entendeu? Não é um simples retorno de viagem. Tim Allen está voltando após 12 anos longe da TV! A Sarah Michelle Gellar, que falamos tanto nesta temporada, ficou apenas oito ano longe.

A questão, portanto, é de perspectiva. Last Man Standing funciona bem como sitcom. Tem um plot interessante, que dá pra dizer que é mais ou menos original: um pai de meia idade, que faz aquela linha provedor e conservador, cercado por mulheres, vendo a carreira da esposa disparar e a dele perder espaço, ainda com um neto em casa (com o pai fora da imagem). E tem o elenco bom: a Nancy Travis (eu era apaixonado por ela numa série chamada Almost Perfect, que passou no Multishow), uns jovens atores com bom timing de comédia (um deles é o Christoph Sanders, que fazia Ghost Whisperer) e o Hector Helizondo, que não entendi muito o que vai fazer na série.

O problema é que, poxa, é a nova série do Tim Allen! O texto do episódio piloto é bom (o do segundo episódio já nem tanto), mas não está a altura de Tim Allen. Seu personagem não parece muito tridimensional – Mike é um pai preocupado e engraçado, como a grande maioria dos pais da TV e como era o seu personagem em Home Improvement. Mas Mike é também meio troll, no sentido de dizer o que pensa e ser um pai antiquado. Isto gera a cena mais engraçada do episódio, quando grava um videocast para a empresa em que trabalha, mas também remete um pouco a recém fracassada $#*! My Dad Says. E este é o problema da Last Man Standing – ele passa uma sensação de constante déjà vu, você está sempre lembrando algum outro show do gênero.

No fim é o excesso de expectativa que prejudica Last Man Standing. Quando se tem Tim Allen no elenco, se espera uma série extraordinária. No lugar o que temos é mais um show ordinário, mais uma sitcom na TV.

* * *

Last Man Standing estreia nesta terça-feira, dia 8/11, às 22h, no canal Liv.

Last Man Standing - Piloto

Séries citadas:

É jornalista, pós-graduado em Jornalismo Digital pela Pucrs e trabalha com produção de conteúdo para Internet desde 1995. É editor de internet do Jornal do Comércio, de Porto Alegre. Fundou o TeleSéries em agosto de 2002. Na época, era fã de The West Wing, The Shield, Família Soprano e Ed. Atualmente é viciado em The Good Wife, NCIS, Game of Thrones e Parks and Recreation.

1 Comment

  1. Pingback: Destaques da Semana – Brasil – 7 a 13/11

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account