Log In

Spoilers

Lá Fora: um acidente em Desperate Housewives, a volta de The Closer e as finales de Being Erica e The Amazing Race

Pin it

Desperate Housewives - Boom Crunch

Esta semana tivemos The Closer retornando do hiato, para os episódios finais de sua quinta temporada. Enquanto ela chega, outras atrações vão se despedindo: no Canadá Being Erica encerra seu segundo ano e The Amazing Race completa seu 15º ciclo.

Completam ainda a coluna resenhas das comédias Two and a Half Men, The Big Bang Theory e How I Met Your Mother e de outras duas séries que entram em hiato, não sem antes criar acontecimentos que deixarão os fãs na expectativa: Gossip Girl e Desperate Housewives, ambos com acidentes. Fatais? Leia a seguir e deixe sua opinião.

Desperate Housewives: Boom Crunch (6×10)
Exibição: 6/12/2009
MVP: Felicity Huffman

Quando foi anunciado, meses atrás, quer veríamos a queda de um avião em Wisteria Lane, imaginei algo catastrófico. Doce ilusão. O avião se transformou num teco-teco que acabou caindo no meio de uma festinha de Natal. Mas isso diminui o impacto no episódio? Claro que não. Marc Cherry está fantástico nessa temporada.

E o mistério deste ano da série continua um enigma. O lance de atentado terrorista acabou nos deixando ainda mais intrigados com a família da ótima personagem de Drea de Matteo. Já a trama chatinha de Katherine parece estar se esgotando e, finalmente, deixando Susan livre para suas loucuras divertidas.

O destaque fica, como sempre, para Felicity Huffman, que dá um show de interpretação a cada episódio (fico torcendo por uma cena bem intensa entre ela e de Matteo, seria uma aula!).

Ao contrário da péssima temporada passada onde absolutamente tudo girava em torno do fraquíssimo mistério, a atual tem tido equilibradas doses de ritmo no enredo, costurando as tramas paralelas com o mistério, fazendo com que as histórias se tornem complexas e extremamente interessantes.

Ah, já ia esquecendo… quem morreu na casinha de Natal? Se Marc Cherry quiser deixar as coisas ainda mais interessantes, com certeza irá escolher Karl para ir para cova. (Ivan Guevara)

The Closer - The Life

The Closer: The Life (5×13)
Data de Exibição: 7/12/2009
MVP: Kyra Sedgwick

O maior problema de The Closer é, com certeza, esses hiatos gigantes dentro de suas temporadas, uma pena ter que esperar meses para conseguir apenas três novos episódios, porém três é melhor que nada.

Não foi um episódio especial, nem um grande evento, foi um episódio normal nessa quinta temporada, e o normal de The Closer é melhor que qualquer episódio de uma série policial, ainda mais quando investe em episódios com gangues, visto que o uso de melodrama e crime nunca foi melhor utilizado em nenhuma outra série.

Kyra Sedgwick mostra porque é uma das melhores atrizes dessa geração, seja atuando com um gato, fazendo confissões ao seu marido, brincando com seus colegas de trabalho ou tirando uma confissão de um suspeito.

E mais uma vez o tema da gravidez foi tratado na série, mesmo que sutilmente, pois não é possível que apenas Joel seja o novo integrante da família e da série. (Lucas Bonini)

The Amazing Race: Amazing Race, How Sweet The Sound (15×12)
Exibição: 6/12/2009
MVP: Meghan e Cheyne

Mais uma temporada de The Amazing Race chegou ao fim. No último episódio, os três times finalistas (Meghan e Cheyne, o casal Ken e Barbie; Sam e Dan, os irmãos gays; e Brian e Ericka, o casal bi-racial) foram para Las Vegas.

A final nos mostrou boas provas, muitas vezes difíceis (um rapel de frente de um prédio altíssimo), lógicas (pistas com charadas), ou então, aquelas que se precisa ficar calmo para conseguir, como a prova de contar fichas de pôquer. Era uma das últimas antes da linha de chegada, sendo difícil ficar calmo. Foram aí que os afobados Sam e Dan, que brigaram a corrida inteira, e Brian e sua esquentada Ericka se deram mal. Meghan e Cheyne, que faziam tudo com atenção, terminaram primeiro a tarefa, mesmo tendo chegado em último. A vantagem foi o suficiente para fazê-los vencer. Sam e Dan foram os segundos, e Brian e Ericka, os terceiros.

“Ken e Barbie” mereceram vencer, por terem sido um time competente e constante. Venceram sete etapas de 12. Além disso, se respeitavam e eram agradáveis aos outros, ou seja, eram perfeitos mesmo (embora eu goste mais de times barraqueiros, mas enfim, TAR 16 está aí!).

TAR 15 teve uma temporada mediana. O problema é que as provas já não são mais criativas como antes, e o elenco não surpreendeu. Será que com tantas inscrições, eles não podem achar outros times que não sejam casais perfeitinhos (Meghan e Cheyne), ou times sem carisma nenhum (Gary e Matt, Garrett e Jessica)? O que TAR precisa é de se renovar, talvez com novas provas, ou times bem diferentes. Vamos torcer que a nova temporada traga algum frescor à franquia. (Bruno Piola)

Two and a Half Men -  That's Why They Call It Ball Room

Two and a Half Men:: That’s Why They Call It Ball Room (7×10)
Exibição: 7/12/2009
MVP: Jon Cryer

Nestes últimos tempos eu não ando esperando muito de TAHM, cujas histórias se tornaram meio cansativas. Nos dois últimos episódios, porém, os roteiristas conseguiram colocar sangue novo em pauta usando situações antes não exploradas, todas consequentes do fato de Charlie agora ser um homem comprometido.

Mas o melhor deste episódio não foram acontecimentos no presente e sim um flashback: Alan resolve assistir ao filme de seu casamento e você praticamente cai do sofá de tanto rir. As coisas são tão exageradas que é impossível não pensar que se um homem como Alan se casasse nos anos 80 seria exatamente daquele jeito – e com a música tema de Dirty Dancing sendo dançada por ele e Judith tudo fica ainda pior e mais engraçado.

Quando Charlie entra em cena então, com aquele cabelo mullet arrepiado igualzinho ao que ele usava no começo de Top Gang ou nos filmes adolescentes dos anos 80… Eu não me aguentava e duvido que o pessoal que assistiu esses filmes na época tenha aguentado. (Simone Miletic)

The Big Bang Theory: The Gorilla Experiment (3×10)
Exibição: 7/12/2009
MVP: Jim Parsons e Kaley Cuoco

The Gorilla Experiment é um desses episódios que você pode assistir mais de uma vez e continua dando risada, muitas vezes em momentos diferentes dos que deu na primeira vez. Tudo funcionou muito bem: Sheldon e Penny super bem com o tal experimento – que nada mais é que Sheldon ensinando física para Penny – “Há 2600 anos na Grécia antiga…”

A dupla sempre origina as melhores piadas, mas também tivemos ótimos momentos de Howard e sua namorada Bernadette (uma gracinha de garota que se encaixou super bem na turma), incluindo a ótima cena de Howard dando uma de louco de ciúmes para cima de Leonard.

Raj foi o único que ficou meio apagado, mas nada que prejudicasse o andamento do episódio.

Destaque do episódio: Bernadette jantando com o grupo. Primeiro valeu Penny explicando porque aquele era o lugar do Sheldon e, depois, ela e Penny falando sobre sapatos e Sheldon concluindo que sua mãe estava certa ao falar que o inferno existe. (Simone Miletic)

How I Met Your Mother - The Window

How I Met Your Mother: The Window (5×10)
Data de Exibição: 7/12/2009
MVP: Neil Patrick Harris e Jason Segel

É muito chato quando uma série que era tão boa começa perder a qualidade a ponto de eu começar a cogitar em deixar os episódios acumularem para assistir depois. E olha que raramente paro alguma série no meio.

O episódio dessa semana foi extremamente fraco e a participação da Joanna Garcia – que a maioria é fã por conta de Gossip Girl e Privileged e que eu conheço mesmo é de Reba – foi muito fraca. E a culpa não foi dela, que é uma boa atriz, mas da história em si. Desde o início, sempre achei que os episódios centrados no Ted deixavam eram os menos engraçados mas nunca tinha achado um tão fraquinho.

Mais uma vez Barney e Marshall salvam o episódio e provocam boas gargalhadas. E eu ‘culpo’ o carisma dos atores que mesmo quando texto não rende tem uma atuação diferenciada que acaba fazendo rir. Jason Segel citando e cantando “Informer” foi realmente divertido principalmente para quem se lembra da ‘obra prima’ que era a música e o clipe. Passou da hora de os roteirista voltarem a escrever boas cenas para Cobie. Parece que esqueceram a personalidade sarcástica e divertida da Robin e simplesmente a transformaram numa bobona. (Tati Leite)

Being Erica - The Importance of Being Erica

Being Erica: The Importance of Being Erica (2×12)
Data de Exibição: 8/12/2009
MVP: Erin Karpluk

Como diria o pessoal do Rock Gol: “totalmente excelente” esse final de temporada. Ethan com certeza entrou para a galeria de namorado mais chato da TV. Ele tem o direito de não concordar com a decisão da Erica em começar seu próprio negócio ao lado de Julianne (que com o tempo ganhou muito a minha simpatia) a maneira com que ele deixa claro que não confia na capacidade da namorada é que foi de doer. Principalmente se levarmos em conta que ele antes de namorado, foi amigo dela por anos. Kai procura por Erica ao perceber que mesmo tentando modificar os rumos de sua vida, e impedir a morte do melhor amigo, o destino o leva para o mesmo caminho e com a ajuda dela decide deixar a vida seguir seu rumo. O triste é que isso faz com que Erica deixe de fazer parte dela. E eu confesso que estava começando a torcer pelos dois.

Dr. Tom, ao encontrar Erica totalmente devastada após dizer a Julianne que desiste da sociedade, a leva até um muro – que me fez lembrar de Dawson’s Creek por segundos – e desenha uma porta e pede que ela empurre. Surge um novo cenário com várias portas – lembrei de Nárnia – que podem levá-la a vários lugares. No entanto, Erica com medo, segue a porta escolhida pelo doutor e pára em seu escritório. Então, mas uma vez visitamos o seu passado. E essa visita faz ela perceber que seu maior problema é que todas as vezes que ela tem que arriscar algo, ela recua. Erica então resolve seguir com seus planos da sociedade com Julianne e isso resulta no final do ser romance com Ethan. O término do namoro era mais que esperado como disse Erica: eles estão em momentos opostos na vida. Ele aceita o que tem, Erica quer mais.

Então ela passa novamente pelo muro e resolve ‘entrar’ lá encontra Dr. Tom que esperava por ela. Dessa vez ela escolhe uma porta e entra. E assim o episódio acaba e só nos restar torcer para mais uma temporada para sabermos aonde essa porta irá levá-la. Ainda não há uma confirmação se haverá uma terceira temporada. Erin Karpluk foi contratada pela CW e vai estar em Life Unexpected, seu personagem não é fixo, o que nos dá certa esperança. Honestamente, não consigo imaginar 2010 sem Being Erica. (Tati Leite)

Gossip Girl: The Debarted (3×12)
Data de Exibição: 7/12/2009
MVP: Ed Westwick

Logo no início, o episódio que marcou o final da primeira parte da atual temporada de Gossip Girl me remeteu imediatamente à fatídica morte da personagem de Mischa Barton, em The O.C. Para além das coincidências que pode cercar os dois episódios, temos aqui a boa (será mesmo?) notícia de que Serena sobrevive! The Debarted foi a melhor maneira de se encerrar a primeira parte deste terceiro ano que tem se mostrado ótimo. São tantas coisas que é difícil escrever em poucas linhas.

Todos os acontecimentos se voltaram para aquilo que era inevitável que fosse acontecer: o fim trágico do romance leviano entre Serena e Tripp. Nate nunca foi dos meus personagens favoritos, mas neste episódio ele se superou. O soco dado por ele em Tripp foi uma das cenas mais esperadas por mim entre as séries da temporada atual.

Dan Humphrey deixou as headlines da série e vive uma trama bem bobinha. Ora quem nunca iria imaginar que algum dia o lonely boy finalmente ia perceber que é apaixonado por Vanessa?

Se não bastasse toda trama envolvendo os Van Der Woodsen, Chuck Bass encontra uma mulher muito suspeita no cemitério, em frente ao tumulo de seu pai. Chance de ser sua mãe? Só em 11 de janeiro agora para descobrir. Fato é que Gossip Girl começou com uns episódios bem fracos e foi tomando fôlego ao dar mais destaque à Blair e às tramas paralelas. Mas mesmo moribunda, Serena segue a mesma insossa de sempre. (Ivan Guevara)

Legenda:
MVP é a sigla Most Valuable Player, termo usado pela imprensa americana para indicar o melhor atleta em um evento esportivo. Foi adotada pelos fãs de seriados para indicar os atores que tiveram a melhor performance em um determinado episódio.

Séries citadas:

Os textos assinados pela Redaçao TeleSéries são textos de autoria coletiva ou notícias escritas por um redator anônimo, mas sempre revisadas com a máxima precisão jornalística.

22 Comments

  1. anderson

    The Big Bang Theory definitivamente conquistou o lugar de melhor comédia da atualidade.

  2. Fernando dos Santos

    De acordo com o site tvbythenumbers.com, na ultima segunda-feira The Big Bang Theory atingiu a marca de 5.7 e Two and a Half Men 5.1 na sempre cobiçada medição 18-49.
    Esta dupla de sitcom da CBS está dando um show de bola nos índices de audiência.

  3. Ana

    The Debarted foi a melhor maneira de se encerrar a primeira parte deste terceiro ano que tem se mostrado ótimo. São tantas coisas que é difícil escrever em poucas linhas. = por favor, diga que isso foi irônico.
    Porque essa terceira temporada de Gossip Girl tá ruim demais.
    Acho que eles tão voltando com os plots dos livros (percebe-se pela ‘paixão’ do Dan pela Vanessa), mas não acho que tá ajudando muito.
    E a Serena precisa nascer de novo… dessa vez com cérebro.

    Bom, não falaram de Glee… mas eu preciso comentar o fim da primeira parte. Sério, o que foi esse episódio? As músicas foram absurdamente legais (Lea Michele com o seu Don’t Rain on My Parade foi lindo!), a dublagem não ficou forçada e tivemos uma atuação melhor do cara que faz o Finn!
    E preciso dizer que eu vibrei com Emma e Will? Eles são tão fofos juntos!
    Uma pena que Glee só volta em abril. Até lá, é rever todos os os episódios e acreditar que a volta será muito boa (ainda mais com uma vingativa e bronzeada Sue Sylvester).

  4. Pedro Paulo

    Tati Leite, eu estou ainda (como eu queria saber BEM inglês) no 4º episódio desta temporada.

    Quantas aspas Julianne gesticula na finale? rsrs…

    A Julianne também foi subindo no meu conceito, o outro editor (o gay) é que sumiu do mapa.

    Ansioso para assitir o restante da temporada.

    Só uma palavra descreve BEING ERICA: Perfeição.

  5. Tati Leite

    Pedro Paulo: As aspas de Julianne. Muito bem lembrado. Ela continua com elas. O outro editor, que na verdade é gay na nossa visão e da Erica pq ele sequer cogita isso, reaparece e só para causar nosso ódio.
    Eu devo dizer que Being Erica além de boa terapia está sendo ótima para meu inglês. Ouve episódios que precisei rever para entender tudo. Até pq, é um sotaque diferente. Se eu tivesse tempo de aprender como eu juro que me aventurava a legendar. Fico imaginando o desespero de não poder assistir.

    Ana/Glee: Junto com o piloto com certeza esse foi o episódio de Glee que mais gostei. E fiquei surpresa de gostar de Emma e Will juntos no final apesar de achar que ele não a merecesse. Emma foi ganhando minha simpatia com o tempo.
    Cada vez que a Sue sacaneia o corte de cabelo do Will eu me acabo de rir. E qto a Rachel contar ao Finn a verdade, foi sensacional. Pq ela pode até ter contado por egoísmo mas todo mundo escondeu a verdade pelo mesmo motivo.

    TBBT: Sheldon e Penny sempre rendem ótimas cenas. Quase morri de rir com ela explicando o motivo de ninguém poder sentar no lugar dele. E ele feliz em ver que ela entendeu. E qdo ele explicava e voltado para o mesmo tempo confesso que lembrei de Tropa de Elite na cena da aula (único momento do filme que eu não me importo de lembrar).

    TAHM: Si, eu também ri muito com as cenas do casamento do Alan. Eu tenho Dirty Dancing em DVD, imagina o que eu não gargalhei com o Alan cantando e fazendo as 2 vozes?! E o Charlie de mullet. Impagável. E me acabei com a Berta revelando mais uma de suas aventuras.

  6. Daniele

    Gente obrigada pelas informações.

    Eu terminei a primeira temporada de Being Erica e amei, vou agora para a segunda….espero q tenha a terceira temporada:)

  7. Danilo

    Desperate Housewives.
    Concordo com toda a review, menos sobre a Katherine. Acho que prefiro ela louca desse jeito, do que na temporada passada, toda sem graça.
    Mas também acho que tinha momentos que ficava chato. A Dana tava ótima novamente nesse episódio, e Felicity é sempre incrível.

    The Closer.
    Fiquei tão feliz de ter review de The Closer. Realmente The Closer tem uma qualidade incrível, mesmo não sendo um episódio especial, foi ótimo.
    Achei bem tenso, tenho uma certa coisa quando se trata de estupro.
    Eu senti que aquele cara que convidou a Brenda pra sair vai dar uma balançada no casamento dela, ou às vezes é só impressão.
    Foi muito bom ver de volta a Brenda e a equipe dela, mesmo que só por três episódios.
    Ah, e o Joel é a coisa mais fofa do mundo. Ok, a Lily de Modern Family é mais.

  8. Caio

    To doido pra assistir Being Erica, mas nao tenho como baixar aqui =/ Sem spoilers, alguem pode me dizer se o nivel tah no mesmo que a primeira temporada? Comecei a ver BE como um passatempo, e me apaixonei. Chorei como nunca no season finale, maravilhoso.

    Ah, eu sou um dos unicos que to adorando essa temproada de Gossip Girl. Todo mundo fala da Blair, nessa temporada to achando ela extremamente irritante, por nao conseguir se desligar do colegial.

    Glee foi excelente… Teve uns problemas, mas nao dah pra reclamar quando eles jogaram tudo que eu achei que iria demorar um seculo pra acontecer. Finn descobrindo sobre o bebe ( Alguem mais AMA a Quinn? :D ), Sue sendo RETIRADA das cheerios, e Shue & Emma se beijando!!! Voltei na cena final umas 10 vezes. Lindo. Como sera que vai ser daqui pra frente? Foda ter que esperar 4 meses…

  9. Ana

    Tati Leite
    Qualquer coisa que a Sue fala… eu morro de rir (no episódio passado, quando ela diz que arrancou o canal lacrimal porque não precisava dele… sério, precisei parar o episódio para rir).
    Então, todo o começo do episódio foi muito bom! Retratou totalmente o que você falou, mas eu confesso que eu não gostei quando a Rachel contou (poxa, ela poderia ter esperado até o final das Sectionals).

    Caio
    Eu também AMO a Quinn. A Diana Agron é bonita, tá melhorando muito e é a típica pessoa que eu sinto aquela inveja básica.

  10. Tati Leite

    Caio: Sobre Being Erica: a segunda temporada foi superior a primeira.

    Ana: Na minha opinião se ela esperasse as Sectionals estaria sendo egoísta duas vezes. E talvez perderia qualquer chances com o Finn. Não que eu realmente me importe com isso. rsrsrs.

  11. Pedro Paulo

    “Pedro Paulo: As aspas de Julianne. Muito bem lembrado. Ela continua com elas. O outro editor, que na verdade é gay na nossa visão e da Erica pq ele sequer cogita isso, reaparece e só para causar nosso ódio.
    Eu devo dizer que Being Erica além de boa terapia está sendo ótima para meu inglês. Ouve episódios que precisei rever para entender tudo. Até pq, é um sotaque diferente. Se eu tivesse tempo de aprender como eu juro que me aventurava a legendar. Fico imaginando o desespero de não poder assistir.”

    Realmente, Tati muito bem apontado por você, ele não deixa claro que é gay, só tem (bastantes) trejeitos.

    Nossa, é muito trite ver que a temporada acabou e eu travado por causa de legenders que não dão a mínima. Fico imaginando fãs de outras séries canadenses como Sophie e outras, o que eles também não passam.

  12. Roseana

    DESPERATE HOUSEWIVES

    Amei o episódio que poderia ter sido estragado por aquela queda de avião patética, mas eles conseguiram, transformar isso em uma grande virada!!

    Sem dúvida torço para que o Karl tenha morrido dentro daquela casa…

    Linette salvando a filha da Gabrielle vai reforçar a amizade entre as duas, sem falar que amei a briga durante o coral!!

    Um episódio ótimo, e que mostra que a série ainda está com tudo!!

    HOW I MET YOUR MOTHER

    Concordo com a parte de que o roteiro está fraco e também que estão matando a Robie!! Eu adorava a série por causa dela e do romance com o Barney, mas as coisas mudam e as mudanças nem sempre são bem vindas!

    Sem dúvida alguma a melhor parte do episódio e única foi a do Marshall adolescente (adoreiiiiiii)

    GOSSIP GIRL

    Pra mim a pior temporada até aqui, estava até cansando de assistir o tanto de baboseiras, MAS, para a minha felicidade finalmente assisti um bom episódio, e o ponto alto foi simplesmente o REI: CHUCK!!!

    Incrivel como o personagem está cada vez mais interessante e maduro, uma das razões pela qual continuo assistindo a série, adorei a Blair de mulher perfeita ao lado dele dando todo o apoio necessário!! O casal que sustenta a série!!

    Pra mim MORRA DAN E VANESSA (puts que personagens desinteressantes)….sem sal demais!!!

    A Jenny ainda vai dar muito trabalho e sem dúvida é pior do que a Blair!

    E a MARISSA…ops..perdão…digo…SERENA…deixa a desejar..que raios de história é aquela???? AFF!!

  13. Fanimelo

    Whaaaaaaaaaat? Como assim achou esse episódio de How I Met Your MOther fraco? Dessa 5° temporada esse foi o episódio que mais tem a carinha da série, que é tanto engraçada, quanto fofa. A Robin dizendo What is in the box? What’s in the box? me fez rir horrores! Gostei de tudo no episódio, especialmente por voltarem a tocar no assunto Ted e o romance, sua busca pela pessoa ideal que é o que sempre foi trabalhado na série desde o início…

  14. Claudemir A. Zamproni

    Realmente, concordo: um sinônimo para perfeição é “BEING ERICA”. Tudo bem orquestrado, e não dá para pensar mais em ficar sem; no dia que encerrarem, começo a assistir tudo de novo. Inigualável… Tudo, tudo é demais de excelente; que final emocionante, meu Deus!!! Nunca torci tanto por um personagem de ficção como por Erica; dava vontade de entrar tela adentro. Um grande tesouro!!! Assisti também e vibrei com “THE BIG BANG THEORY”, “HOW I MET YOUR MOTHER”, “THE AMAZING RACE” (excelente temporada, sim!!!) e “THE CLOSER” (que saudade!!!).

  15. Rafael

    Se os candidatos a irem para o céu no episódio de DH forem apenas Karl e Orson, já dá para saber quem partiu desta para melhor.

    Basta prestar atenção a um pequeno detalhe e rever algumas cenas anteriores dos personagens…

  16. Rubens

    Eu adoro Being Erica, nao me interpretem mal, mas a serie so tem um problema: é caretinha demais, certinha demais. Parece até que o seriado deseja a aprovação dos pais, caso eles assistam. A Erica bem que poderia ficar um pouquinho menos careta, pois no final fica tudo sempre muito chato com ela.

  17. Tati Leite

    Primeiro quero dizer que cometi um erro de português gravíssimo. HOUVE momentos, não OUVE. Isso que dá digitar correndo e não revisar.

    Rubens: A Erica pode ser considerada careta. Ela mesma assume isso em alguns episódios. Já a série, eu não concordo.

  18. Henrique

    Gossip Girl está mais insossa que nunca. Perderam o fio da série, parece que não existe um protagonista e sequer um fio condutor da temporada (ao menos até agora, com a aparição da mulher misteriosa no cemitério). A série está em sua pior fase e a sua audiência concorda.

    How I Met Your Mother está engraçada, mas a Robin realmente precisa de mais destaque. A série tem a sorte de ter todos os seus protagonistas simplesmente ótimos e carismáticos.

  19. Roseana

    GLEE

    Pessoal acabei de assistir o último episódio de GLEE e por favor dediquem uma coluna só a ele!!!!

    O episódio foi EMOCIONANTE simplesmente perfeito!! Fiquei bastante emocionada quando assisti,nossa eles arrasaram!!

    E a Lea Michelle (Rachel)? Que cantora…sem dúvida foi a melhor performance dela na série!!

    O último número foi simplesmente demais, unindo todas as músicas de perfomances de cada uma…IDÉIA GENIAL!!!

    MAIS DO QUE PERFEITO SÓ EM GLEE!!!

  20. eugifran

    essa temportada de gossip girl boa????
    vc ta falando da 3??? a mesma 3 q eu top assistindo???
    nossa ta mto chato…. espero q esse ultimo melhore…

  21. Lucas Vieira

    TBBT, episodio muito bom a serie vem melhorando a cada dia, espetacular episodio, Sheldon e Penny d , q dupla, tbm gostei de HoWARD, Bernadette e Leornard, formando um bom trio,teves otimas cenas como:
    Bernadette sentando no lugar de Sheldon e todo mundo gritando nao e e Penny lhe explicando, as mulheres falando sobre sapatos e Sheldon falando q sua mae estava certa O INFERNO EXISTE kkkkkk,

    SHELdon dando aula de fisica para Penny; “Há 2600 anos na Grécia antiga…”, super engraçado, e quando ela perguntou sobre particulas atomas(eu acho) Sheldon falou boa pergunta e disse q isso levava a pergunta ” O q é fisica”?, “Há 2600 anos na Grécia antiga…” sensacional essa cena.
    E o final Penny falando tudo q decorou d .

    Episodio espetacular
    VIDA LONGA a TBBT

  22. jf

    Eu vi um episodio na Sony em que uma garota era enforcada, e adorei! Eu nunca mais havia assistido Desperate, mas enfim, ta muito boa essa temporada! Ja Gossip Girl, nossa, o soco em Tripp foi muuuuuuuuuuuuuito merecido cara, e pro fim da 2ª temporada pra 3ª, Nate realmente tem cido um personagem mediocre, espero que desse episodio pra frente ele tome folego! HAHA, otimo post ;D

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account