Log In

Notícias

Kevin Bacon e equipe de ‘The Following’ enfrentam críticas em convenção nos Estados Unidos

Pin it

O produtor Kevin Williamson, além dos atores Kevin Bacon e James Purefoy, estiveram presentes em um painel da convenção Television Critics Associantion (TCA), que reúne especialistas em produtos televisivos, nos Estados Unidos, para divulgar a nova série em que estão envolvidos: The Following, da FOX.

Mas, apesar da trajetória de sucesso e renome do trio, eles não escaparam de uma chuva de perguntas, por assim dizer, em tom de crítica por parte dos jornalistas. O motivo? A temática considerada super violenta da série, que coloca Purefoy como um carismático serial killer que conquista seguidores e Bacon, um ex-agente do FBI, está atrás dele.

As críticas se deviam, sobretudo, ao não distante massacre na escola de ensino fundamental em Connecticut, ocorrido em dezembro passado e que chocou todo o planeta. “Acho que todos nós nos preocupamos com isso. Quem não se sentiu afetado pela tragédia no Connecticut?”, respondeu Williamson a um repórter. “Ainda estou chocado com o que aconteceu em Aurora”, acrescentou ele, fazendo menção ao homem que entrou atirando em uma sala de cinema no estado do Colorado, em julho de 2012, durante uma exibição do filme Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge.

NOTÍCIAS | Série protagonizada por Kevin Bacon, ‘The Following’, tem meia hora de bastidores divulgada

Segundo Williamson, ele e os roteiristas de The Following se sentaram na habitual sala de reunião do seriado e todos concordaram que estavam traumatizados com tudo aquilo. “Há um momento em que as coisas parecem se tornar reais demais”, refletiu. Sobre o roteiro da nova série, Williamson disse que não escreve pensando no impacto que a violência terá, mas se concentra na dramatização das cenas inseridas no papel. “Quando coloco tinta no papel, aquilo me afeta, mas não sei exatamente como. Não sento na sala dos roteiristas e penso nas várias maneiras de se cometer um assassinato. Eu sento e penso no drama”, assegurou o produtor, também responsável por The Vampire Diaries, que disse que está escrevendo um thriller com uma história provocativa aos espectadores.

A comparação de The Following com massacres ocorridos nos Estados Unidos ao longo dos anos não é remota – apesar de a série não acompanhar a vida de um atirador, que mata dezenas de pessoas e comete suicídio. O assassino do programa comete homicídios em séries, que não cessam nunca. Mas a inspiração para o projeto veio de um fato isolado ocorrido há quase 15 anos: o Massacre de Columbine.

NOTÍCIAS | “Ele te transforma no serial killer que você sempre quis ser”, diz antagonista de ‘The Following’

No dia 20 de abril de 1999, dois adolescentes americanos de classe média alta do Condado de Jefferson, também no Colorado, entraram atirando em uma das melhores escolas de ensino médio dos Estados Unios e se mataram em seguida. Na ocasião, outros 13 estudantes morreram e mais de vinte ficaram feridos.

“Nossa história reflete alguma luz sobre aquelas crianças [mortas no incidente]”, disse Williamson, que fez questão de enfatizar que, apesar de tudo, The Following se trata de uma ficção. “As coisas que acontecem no mundo real me afetam e se encaixam naquilo que faço [séries fictícias].” Outra curiosidade revelada durante a entrevista é que The Following busca inspirações, também, no filme O Silêncio dos Inocentes, que trazia Anthony Hopkins como o lendário serial killer Hannibal Lecter.

Apesar da conversa com temática pesada, o painel teve um momento de descontração. Um dos jornalistas presentes disse que a química entre os dois protagonistas, Bacon e Purefoy, era mais do que evidente (como você pode acompanhar em trailers já divulgados), e que, em certo momento, os espectadores até torceriam para que houvesse um beijo entre os personagens.

A dupla de atores não se constrangeu com a declaração inesperada e se beijou ali mesmo – veja a foto abaixo. Depois, Purefoy se declarou para o colega de elenco. “Cada vez que faço uma cena com ele [Kevin Bacon], sinto que fico ainda melhor”, disse em admiração ao vencedor do Globo de Ouro pelo telefilme O Retorno de um Herói. Já Purefoy tem um trabalho conhecido e aclamado na TV pela série Rome, da HBO.

The Following representa uma grande esperança para a FOX de alavancar a audiência do canal, que sofreu com baixos índices no segundo semestre de 2012. A temática dos serias killers, no entanto, é uma grande tendência da temporada 2013. Além de The Following, três assassinos famosos chegam aos televisores esse ano: a NBC prepara Hannibal, que estreia na metade do ano, Bates Motel – que narra a vida do serial killer de Psicose ainda na adolescência – chega em março ao canal A&E, e Ripper Street, sobre Jack, o Estripador, estreou há duas semanas na BBC do Reino Unido.

Quais desses assassinos vão atrair mais público? Pela premissa de The Following (que estreia no dia 21 de janeiro), a gente já sabe que o carisma de Purefoy faz dele um forte candidato.

Com informações do Deadline e EW.

Séries citadas:

É jornalista formada pela Unesp e pós-graduanda em Gestão Cultural. No TeleSéries, escreve mensalmente a coluna Estilo. Aficionada pelas histórias de terror, sobrenaturais e de mistério, também não dispensa aquela comediazinha romântica... Pushing Daisies, Jeannie é um Gênio, A Feiticeira, Riget, Lost in Austen, Wonderfalls, Samantha Who?, Copper, Harper's Island e Hannibal estão entre suas séries preferidas de todos os tempos! :)

10 Comments

  1. Pingback: Em meio a polêmicas, ‘The Following’ tem fotos promocionais divulgadas

  2. Pingback: Presidente da Fox fala sobre a violência na televisão

  3. Pingback: Fox divulga cinco virais de ‘The Following’, série que tem Kevin Bacon como protagonista

  4. Pingback: “Dá calafrios”: Kevin Bacon discute os potenciais de sua série ‘The Following’

  5. Pingback: Série ‘The Following’, com Kevin Bacon, estreia com forte audiência nos Estados Unidos

  6. Fernanda Cabral

    Ñ sei se vai continuar assim, mas o 1º episódio me deixou bastante interessada pela série, o que é difícil. O episódio teve exatamente tudo aquilo q eles disseram q teria no epi. 00 que mostrava os bastidores e apresentava a série. Tensão! E já surpreendeu de cara. Parecia um episódio de fim de temporada, aconteceu algo que eu não esperava logo no início da série.

  7. Pingback: James Purefoy nunca viu ‘The Walking Dead’, não faria ‘Game of Thrones’ e é viciado em ‘Homeland’

  8. Pingback: Primeiras Impressões – The Following

  9. Pingback: Mudando de Assunto » Sobre The Following, Edgar Allan Poe e a literatura sombria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account