Log In

Notícias

Invasão dos HQs na TV continua: vem aí ‘Supergirl’ e ‘Legends of Tomorrow’

Pin it

Estamos vivendo a era dos super-heróis. Nunca antes houveram tanta produções tanto cinematográficas quanto televisivas inspiradas nesses personagens, e as duas grandes editoras de quadrinhos americanas (Marvel e DC Comics) estão travando uma guerra para se manter na frente. Nos cinemas, a Marvel domina desde que estabeleceu de vez seu universo compartilhado, então sobrou para a DC Entertainment (subsidiária da Warner responsável por todas as adaptações de personagens da editora) demarcar território nas telas pequenas.

Das quatro séries lançadas oficialmente pela DC Entertainment até agora (ArrowThe FlashGotham Constantine) apenas uma foi mal sucedida e acabou sendo cancelada, o que prova que a margem de erro deles é bem pequena e que as produções tem mais chances de dar certo. E os anúncios de novas séries não param de surgir, com duas em destaque: Supergirl Legends of Tomorrow.

Supergirl

CBS_SUPERGIRL_CUTDOWN_master_559137_640x360

Criada por Greg Berlanti e Andrew Kreisberg (criadores de Arrow Flash) em parceria com Ali Adler (The New Normal), a série irá retratar a vida de Kara Zor-El (Melissa Benoist), a prima biológica do Superman que, como sue primo, também foi mandada para a Terra por seus pais para se salvar da destruição de Krypton. Chegando a Terra com 12 anos, ela é adotada pelos Danver (Helen Slater e Dean Cain) que a ensinam a ser cuidadosa com seus poderes, até que um acidente inesperado a força a usá-los e então ela decide se tornar uma heroína como seu primo.

Ainda não foi confirmado qual será a ligação entre Supergirl e as outras séries da DC, mas como ela compartilha os mesmos criadores de Arrow Flash tudo indica que a prima do Superman viverá no mesmo universo do Arqueiro e do Velocista Escarlate. Agora sobre a ligação com universo cinemático da DC: como pode ser visto no trailer, a mitologia da série segue o que foi estabelecido em O Homem de Aço, com o símbolo do Superman representando o brasão de armas da casa de El, o que não quer dizer que a série também compartilhará o universo com os filmes, mas sim reforça ainda mais a ideia de que a DC pretende adotar a ideia de multiversos em suas produções, com a possibilidade de um dia vermos crossovers entre os personagens do cinema e da TV, o que seria um dos maiores acontecimentos da história das adaptações de quadrinhos.

Apesar do trailer apelar um tanto demais para a pegada teen da personagem, Supergirl tem tudo para dar certo, principalmente por tentar mostrar que as super-heroínas podem ser poderosas e independentes sem precisar perder a feminilidade e delicadeza, algo muito pouco explorado nas adaptações de quadrinhos, o que tem tudo para facilitar a identificação do público feminino com a série. Supergirl tem estréia prevista para novembro e será exibida pela CBS.

Para quem não quer esperar, o episódio piloto recentemente vazou na internet e pode ser encontrado em sites de compartilhamento de torrents.

Legends of Tomorrow

legends-of-tomorrow

Criada por Greg Berlanti, Andrew Kreisberg e Marc Guggenheim, a série foi idealizada para representar o primeiro supertime da DC na televisão e gira em torno do viajante do tempo Rip Hunter (Arthur Darvill) que descobre uma ameaça no futuro capaz de destruir todo o planeta e, para evitar isso, ele recruta um time de heróis e vilões (a grande maioria já introduzidos em Arrow Flash) que, segundo ele, não serão conhecidos no futuro como heróis, e sim como lendas.

Assim como o projeto The Defenders da Marvel e Netflix, Legends of Tomorrow irá reunir vários personagens considerados B da DC Comics, incluindo Átomo (Brandon Routh), Canário Branco (Caity Lotz), Dr. Martin Stein (Victor Garber), Capitão Frio (Wentworth Miller), Onda Térmica (Dominic Purcell) e Mulher-Gavião (Clara Reneé) que irão se unir para deter ninguém menos que Vandal Savage, um dos melhores vilões da DC e que até hoje havia sido adaptado apenas para animações. Um passo um tanto arriscado para eles usarem um vilão tão importante quanto Savage em uma série, pois as opções de vilões que eles podem adaptar para o cinema está um tanto limitada, como dois dos seus principais tem concorrentes na Marvel (Thanos é uma reinterpretação de Darkseid e Ultron é muito semelhante à Brainiac); portanto, usá-lo numa série de TV ao invés de no cinema pensando em maior escala pode ser considerado um tiro no pé, mas não podemos esquecer a questão dos multiversos, então seria totalmente possível usar o vilão nas duas mídias e ainda promover um encontro entre os dois (o que pessoalmente me faria uma pessoa extremamente feliz como bom nerd). Legends of Tomorrow tem estreia prevista para 2016 e será exibida pela CW.

Além dessas duas séries ainda temos confirmadas na agenda uma série animada da Vixen, personagem secundária que tem o poder de invocar a força de animais e que irá se passar no mesmo universo que Arrow e Flash; além de Titans, a muito esperada versão live action dos Novos Titãs que seria exibida na TNT. E isso tudo apenas na agenda 2015/2016.

Também não dá pra esquecer que a DC é dona do selo adulto Vertigo, que também já chegou as telas com iZombie e em breve irá gerar as séries Lucifer e Preacher. Sem dúvida nenhuma estamos vivendo a Era de Ouro da DC Entertainment na televisão, para alegria geral de todos os fãs de quadrinhos.

Séries citadas:

Estudante de Produção Multimídia, cinéfilo de coração e futuro roteirista. Obcecado pelo Reino Unido e tudo que sai daquela ilha mágica, principalmente as séries, em especial Doctor Who, Sherlock e Downton Abbey. Também é apaixonado por animação, e sonha em ser roteirista de uma série animada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account