Log In

Reviews

Hugh Laurie voltou! Veja como foi a primeira aparição do ator em ‘Veep’

Pin it

A noite do último domingo, dia 10 de maio, foi repleta de atrações na TV nos EUA: Revenge chegou ao fim, The Good Wife e Once Upon a Time encerraram temporadas, Mad Men teve seu penúltimo episódio exibido e, claro, Game of Thrones segue em sua jornada épica, arrastando milhões de telespectadores.

Mas tivemos ainda outro acontecimento, tão ou mais importante que todos os demais: o dia 10 de maio marcou a volta de Hugh Laurie à TV. Três anos após o fim da icônica House, Laurie voltou para dar ainda mais qualidade à excelente quarta temporada de Veep.

(Verdade seja dita, este tempo de Hugh Laurie longe das telas foi bom para tirarmos da memória aquelas últimas temporada sofríveis de House e também porque foi muito legal vê-lo rodando o mundo tocando blues, já que além de ser um dos grandes atores de sua geração ele ainda é um grande músico)

Laurie entra em cena nos minutos finais do episódio Convention. No papel do político Tom James, ele chega para salvar a pele de Selina (Julia Louis-Dreyfus), que acaba de perder o candidato a vice-presidente de sua chapa durante a convenção do partido. O ator entra de forma orgânica num episódio muito bem escrito e dirigido – você realmente esquece que ele está deve aparecer na série em algum momento, enquanto vê Selina oferecendo a posição de VP para várias outras pessoas antes dele (Randall Park, de Fresh Off the Boat, é um dos que retornam no episódio).

Seu personagem, Tom James, é um político simpático que está voltando a cena depois de um período afastado para cuidar da família. Não devemos esperar de Laurie, portanto, muitas cenas cômicas na temporada – ele está ali para fazer a escada, para servir o roteiro e emprestar o seu carisma. A impressão que fica é que ele será um candidato a VP tão carismático que irá provocar ciúmes em Selina.

E um diálogo breve de Selina no episódio sugere ainda que ele só não foi a sua primeira opção porque ambos possuem um passado. (Sexual?)

A primeira aparição de Laurie foi boa, mas a expectativa, claro, é por mais. Considerando que Veep é a comédia mais quente da atualidade – na minha opinião a única capaz de tirar o Emmy das mãos de Modern Family – a impressão que dá é que sua adiçaõ ao elenco da série é mais ou menos como a contratação do Neymar pelo Barcelona. O que é bom ficará ainda melhor!

Veep - Convention

É impossível também não falar de Convention e não citar Anna Chlumsky. Se no segundo episódio da temporada, East Wing, Tony Hale foi a estrela, esta semana quem teve uma cena para garantir a indicação ao Emmy Awards de Melhor Atriz Coadjuvante em Comédia foi Anna. O episódio de Veep será lembrado por muitas coisas – a chegada de Hugh Laurie, a Convenção, o drama em torno da escolha do V.P., a demissão de Teddy (Patton Oswald) ou ainda pela insuportável da Karen (Lennon Parham) – mas especialmente será lembrado como o episódio em que Amy surtou.

– Você é a pior coisa que aconteceu a este país desde comida em balde. E talvez escravidão!

Acabou o episódio e fui rever e rever a cena do piti da Amy na HBO GO. É uma pérola. Mais uma pérola de uma temporada brilhante de Veep.

Séries citadas:

É jornalista, pós-graduado em Jornalismo Digital pela Pucrs e trabalha com produção de conteúdo para Internet desde 1995. É editor de internet do Jornal do Comércio, de Porto Alegre. Fundou o TeleSéries em agosto de 2002. Na época, era fã de The West Wing, The Shield, Família Soprano e Ed. Atualmente é viciado em The Good Wife, NCIS, Game of Thrones e Parks and Recreation.

1 Comment

  1. Thiago FLS

    Ver Game of Thrones, Silicon Valley e Veep todo domingo, e simultâneo com os EUA, é bom demais.

    O que me preocupa é que já anunciaram que esta é a última temporada de Veep sobre o comando de seu criador Armando Ianucci. O substituto dele será David Mandel, que tem algumas grandes comédias como Seinfeld e Curb Your Enthusiasm no currículo, mas não sei se o humor dele vai casar bem com o desta série. E vedo a equipe de Selina se desmantelando pouco a pouco, fico me perguntando se não vai rolar uma reformulação radical no ano que vem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account