Log In

Reviews

How to Get Away with Murder – It’s All Her Fault

Pin it

Série: How to Get Away with Murder
Episódio: It’s All Her Fault
Número do Episódio: 1×02
Exibição nos EUA: 02/10/2014
Nota do Episódio: 8

Depois da tempestade a calmaria. Essa frase é a que melhor define o segundo episódio de HTGAWM. Perto do Piloto, It’s All Her Fault foi mediano. Fica difícil comparar, já que a estreia foi arrasadora, contudo já temos insumo suficiente para criarmos algumas teorias e conspirar sobre o futuro da série.

O que na realidade mais me incomodou foram às repetições de cenas. Caramba, só dois episódios foram ao ar e muitas cenas do primeiro se repetiram no segundo! Teve alguns momentos que eu parava a exibição para ver se estava no episódio certo.

O Connor acabou virando um michê de informação, ele usou a mesma tática para conseguir evidências em ambos os episódios. E olha que pra mim ele é um dos personagens que mais podem render. Outras duas mal aproveitadas são Bonnie e Michaela. A eterna Paris de Gilmore Girls já mostrou, no pouco que apareceu, que gosta do marido da chefe (arrisco a dizer que eles tiveram um caso) e a aprendiz de Olivia Pope foi uma mera coadjuvante. Contudo ainda há tempo de se redimir com eles, já que a temporada está só começando.

O caso da semana: O Excêntrico Max

Temos que reconhecer o esforço dos roteiristas para tentar nos impressionar, com reviravoltas à lá Risco Duplo e uma acusação para uma absolvição, mas infelizmente não fiquei tão empolgado com o caso da semana e matei a charada no minuto que Eloise apareceu.

It’s All Rebecca Fault?

Já não ia muito com a cara dessa tal de Rebecca, e agora sabendo que talvez seja ela a culpada por colocar todos naquela roubada, estou com mais raiva ainda. Outro que começou a me incomodar é o Wes, porém estou decidindo se é especificamente contra ele ou transferência imediata por causa de sua companheira.

Lila Stanguard

Ficou ainda mais evidente que Sam, o marido de Annalise, não só teve um caso com Lila como talvez seja seu assassino. Agora estou tentando encontrar o motivo que conecta Rebecca, Griffin e Sam. Tenho algumas teorias, umas bem mirabolantes, mas ainda são prematuras. Vamos esperar mais um pouco para debater sobre isso.

O melhor da semana

E pela segunda semana consecutiva, a melhor parte ficou reservada para Viola, quer dizer, Annalise. Que Davis é muito competente a gente já sabia, devido sua extensa carreira nos cinemas, mas agora ela vem roubando todas as cenas e dando um show de interpretação. Mas é claro que um bom texto ajuda.

Quando uma mulher fica com a pulga atrás da orelha, ela faz de tudo para saber a verdade. Quando essa mulher é a professora Keating, ela não só descobre a verdade como faz de tudo para te incriminar!

Agora essa relação também é muito complicada. Annie é casada com Sam, que pega a Lila e a Bonnie, mas gosta de Nate, que por sua vez também é casado. Ela desacredita o “namorado” no tribunal, que perde o emprego, tudo pelo cliente. Desconfia que o marido seja um assassino, corre para o amante e tenta incriminá-lo, mas volta pra casa e transa loucamente com ele. No final chora.

Depois dessa confusão toda, só nos resta esperar Smile, or Go to Jail. Eita ShondaLand, derrubando os forninhos e tirando nosso sono!

Séries citadas:

Carioca, formado em Atuária e Estatística pela UERJ. Deixa os números de lado quando se trata de séries. Sem nenhuma experiência no mundo jornalístico, chegou ao TeleSéries com muita vontade de aprender e hoje faz parte do time de colaboradores de notícias e resenhas. Acompanha: Scandal, How to Get Away with Murder, Homeland, The Walking Dead, The Americans, Nashville, Parks and Recriation, Modern Family, Orphan Black, Devious Maids e atualmente está alucinado com The Good Wife. Já sonhou morar em Everwood, trabalhar na redação do News Night with Will Mcavoy, ser um bombeiro em Third Watch e ter como vizinhas às garotas Gilmore.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account