Log In

Reviews

Haven – Over my Head

Pin it
Série: Haven
Episódio: Over my Head
Número do episódio: 3x04
Exibição dos EUA: 12/10/2012
100
5
1

O destaque desta semana vai para o ótimo roteiro de Gabriele Stanton (roteirista de Grey´s Anatomy, Ugly Betty, Moonlight), Jin Dunn (The Dead Zone) e Sam Ernest (The Dead Zone).

Over my Head conseguiu a façanha de apresentar pelo menos três linhas narrativas que se complementaram de tal forma, que deixaram a impressão de um episódio que durou mais que seus meros 45 minutos.

Primeiro, tivemos o caso da semana que funcionou como pretexto para esclarecer a quantas anda a cabeça de Duke, depois de, no episódio anterior, ter assassinado um “problemático”. Daphne, uma professora de natação, após ter seu carro tirado da estrada e despencado em um precipício à beira mar, provoca a morte de todas as pessoas nas quais pensa como possíveis salvadores: o primeiro aluno para o qual deveria ministrar aulas naquela manhã e a professora que a substituiu, por não procurarem por ela; o vizinho que notou sua ausência, mas não chamou a polícia e o motorista responsável por tirá-la da estrada e não voltou para socorrê-la. Contra a vontade de Nathan, Duke junta-se à Audrey na investigação. No decorrer do episódio fica explícito o crescente antagonismo entre os dois: Duke tentando provar que não pretende continuar a tradição de sua família; Nathan apostando que Duke somente se juntou a eles para eliminar mais um “problemático”. No fim, para desapontamento de Nathan, Duke prova seu ponto: quando os três descobrem onde Daphne está, ele usa seus poderes para tirá-la do carro prestes a ser soterrado por um desmoronamento de rochas.

Paralelamente ao caso da semana, os Guardiões (grupo que tem por objetivo proteger os “problemáticos”), entra em cena. Nathan descobre que o seqüestrador de Audrey tem a mesma tatuagem que ele, e que esta tatuagem é característica deste grupo. Através de Vince e Dave Teagues, Nathan consegue chegar até Jordan, uma garçonete do Guns & Roses, que faz parte do grupo e que é capaz de impingir uma dor excruciante a todos em quem toca. Nathan é a única pessoa que Jordan pôde tocar em muito tempo. Comovida com a experiência, ela promete apresentá-lo ao líder do grupo.

E, por último, temos Vince e Dave que ressurgiram para remexer no passado obscuro do Detetive Bowen, que, por sua vez, também remexeu no passado enigmático dos irmãos Teagues. E, nesse toma lá da cá, ficamos sabendo um pouco mais sobre Dave e Vince. Os aparentemente inocentes donos do Herald Tribune, são milionários e donos de mais da metade de Haven, sua família remontando aos fundadores da cidade. Diante destas informações, é impossível fugir à crescente curiosidade sobre quem eles realmente são. Também é impossível fugir à indagação sobre as preciosidades e segredos que os irmãos Teagues guardam entre suas memórias de papel.

Como bônus, tivemos ainda Audrey tendo flashes de sua vida como Lucy: o momento na praia em que descobre o corpo do Colorado Kid, e uma imagem de um celeiro: o mesmo onde a verdadeira Audrey Parker, teve parte de suas memórias apagadas. A questão é: ela será capaz de se lembrar do que Lucy havia descoberto sobre salvar todos os “problemáticos”, no curto tempo que lhe resta, antes da vinda do Caçador?

E o seqüestrador de Audrey continua a agir, desta vez levando o escalpo de sua vítima. Agora é esperar pelo próximo episódio e torcer para que tenha a mesma qualidade deste.

Séries citadas:

Historiadora e professora não praticante. Adora uma boa história, seja ela escrita ou encenada. Atualmente, em seu coração, dividem espaço Person of Interest e Once Upon a Time. A Guerra dos Tronos? Prefere o livro.

2 Comments

  1. Pingback: Haven: Over my Head « telaefolha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account