Log In

Reviews

Hart of Dixie – Disaster Drills & Departures

Pin it

Série: Hart of Dixie
Episódio: Disaster Drills & Departures
Temporada: 1ª
Número do episódio: 01×21
Data de exibição nos EUA: 07/05/12

Alegria e emoção. Estes dois sentimentos resumem bem o significado deste episódio. Não sei se a emoção seja por talvez nós estarmos assistindo ao penúltimo episódio de Hart of Dixie, mas o sentimento que predominou foi extremamente de “adeus”. E começamos aqui, exatamente de onde paramos na semana passada. Zoe estava super aflita após o evento com Rose, e que segundo Brick poderia ser muito grave. A médica não se perdoava por ter deixado passar os sintomas da crise de Rose, e culpa a ligação íntima com a amiga por ter atrapalhado no diagnóstico. Sinceramente, para mim a culpa disso tudo tem um nome: George Tucker. A médica está tão obcecada por ele que simplesmente ignorou e deixou passar tudo ao seu redor. E além da enfermidade, outras consequências dessa obsessão são o afastamento dela e de Lavon e o ódio de Wade.

Zoe estava praticamente sozinha em Bluebell quando resolve ligar para o seu pai, apenas para desabafar. No outro dia ele – o Papai Hart – aparece na cidadezinha e encontra uma médica que diz agora apenas ligar para as doenças dos pacientes e não para sua vida pessoal. Zoe teve boas cenas com Ethan Hart e olha, adoraria vê-lo mais vezes em Bluebell. Falando em coisas adoráveis, o que foi Jaime King de camisola preta neste episódio? Não, para mim já valeu por todas as cenas. Lemon estava de alguma forma mais “madura” que a personagem que conhecemos no ano passado, e eu simplesmente estou adorando. Jaime, além de linda (e com um corpo…ehr, desculpem-me .. foco Anderson!), é uma excelente atriz e merece muito destaque nesta série. Foram bem engraçadas as cenas dela com George – que resolveu perdoá-la de vez, aceitando-a como o amor de sua vida. Ela ficando com a cabeça presa na cama foi ao mesmo tempo sensual e hilariante. Por favor, mais cenas destas em Hart of Dixie.

E Wade? Coitado, ele só se dá mal, literalmente! Depois de ser prejudicado por Zoe na semana passada, ele viu suas esperanças de abrir um novo bar crescerem com a ajuda de Lavon. O prefeito o incentivou a falar com uma gerente de banco, mas tudo dá errado e Wade simplesmente “canta” a moça em vez de conversar sério. Claro, foi nervosismo, mas o caipira não sabe desembolar as coisas, coitado! Lavon ainda deu uma dura nele depois disso. Olha, sinceramente eu torço para Wade conseguir sucesso na sua vida e que ainda tenhamos oportunidade de ver isso. Ver Wade sendo concorrente do Rammer Jammer ia ser um excelente plot para a próxima temporada. Fora que Wilson Bethel já conseguiu o carinhos de quase todos os fãs da série. O cara manda bem, sou fã dele (e da ex-esposa dele)!

O episódio ainda teve espaço para Rose usar Magnólia de “escrava”, que se sentia culpada por maltratar a menina, e ainda alguns conflitos de Annabeth. Tudo se encaminhava bem, e o clima de despedida cresceu ainda mais quando Zoe disse que iria embora da cidade após conseguir sua tão sonhada bolsa de cardio através do seu pai. Nada a prendia mais em Bluebell. Mas foi através da própria Annabeth que Zoe viu que além de tudo ela é humana, e tem todo o direito de ter suas relações e amizades. E o melhor, em Bluebell. A médica já esta bem ligada a cidade para a deixar assim, e mais – ela está apaixonada por George, e definitivamente ela não teria coragem de partir. E no final, vale ressaltar que a cena dela com Rose contando sobre o seu primeiro beijo foi também ótima. Todos comemoram: mais Zoe em Bluebell.

Semana que vem, teremos o último episódio da temporada, mas não podemos deixar de pensar que talvez seja o da série. A CW já renovou algumas séries, mas nada de Hart of Dixie ainda. Vamos torcer e fazer movimentos nas redes sociais, afinal, Hart merece mesmo uma segunda temporada.  #SaveHartOfDixie . Até semana que vem.

Ps1: Adorei a cena em que o prefeito encontra Lemon e George no Rammer Jammer. É bem constrangedor e engraçado.

Ps2: Outra coisa que curti foram os conselhos de Brick para Zoe. Brick cresceu também como personagem e ele deixou bem claro que não quer perder sua “colega” de trabalho. Brick e Zoe são os médicos da cidade e ele reconhece a capacidade de Zoe. Pontos comigo Brick.

Ps3: A preparação para a “grande tempestade” não foi atoa. A season finale promete fortes emoções!

Ps4: Posso falar de novo da Lemon? Ah, Jaime King… rs!

Séries citadas:

Mineiro, professor e aficionado por séries. No TeleSéries resenha as séries Hawaii Five-0 e Saving Hope. Mas também é apaixonado por Grey's Anatomy,'CSI, Rookie Blue, The Vampire Diaries, The Good Wife, Homeland, The Walking Dead e muuuitas outras...

6 Comments

  1. Anderson Narciso

    Do Wade Mica. Sou fã do Wade. Não conheço outro trabalho do Wilson! É porque na semana passada rasguei elogios para a ex-esposa do Wade, está lembrada ;) ?

  2. Bruna

    Fiquei com dó da Zoe, ainda bem que ela decide ficar (embora eu ia adorar que ela fosse embora e o Wade decidisse ir atrás dela). Achei que o Lavon ia dar um gelo nela, então me surpreendi com a cena deles enquanto ela arrumava a mala (pra mim, foi a melhor do episódio). Fiquei com muita pena dela quando ela disse que não tinha de quem se despedir, já que todos estavam chateados com ela.

  3. Pingback: Destaques na TV – Quarta, 21/11

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account