Log In

Reviews

Grey’s Anatomy – Something’s Gotta Give

Pin it

Grey's Anatomy - Something's Gotta Give
Série: Grey’s Anatomy
Episódio: Something’s Gotta Give
Temporada:
Número do Episódio: 7×08
Data de Exibição nos EUA: 11/11/2010
Data de Exibição no Brasil: 22/11/2010
Emissora no Brasil: Sony

Muita coisa pra falar nessa review, mas vou começar por Karev e April. Foi ela abrir a porta do quarto onde Karev estava e eu suplicar diante da televisão: “por favor não, por favor não, nãoooooooo!”. Sabia que não ia prestar. O personagem de Justin Chambers foi um dos que mais cresceu na série, nem de longe lembra o insensível da primeira temporada (e o ator inclusive evoluiu junto com o personagem), entretanto, quando se trata da vida amorosa do médico as coisas desandam. Enquanto alguns querem o retorno de Izzie à trama para um desfecho, pra mim o casamento terminou como deveria. Com o caminho livre, foi uma surpresa agradável ver a química entre Chyler Leigh e Justin e como seus personagens funcionam bem juntos. Litlle Grey é equilibrada o bastante para estar numa relação com ele. (sim, eu sei que ela tem uns ataques de tempo em tempo, mas o equilíbrio a que me refiro é no sentido de não estar morrendo e nem sofrendo de qualquer coisa que Ava sofria).

Shonda Rhimes ainda acrescenta ao triângulo Grey, Mark e Karev – Kepner (não tenho nada contra especificamente, apenas concordo com Alex quando ele disse que ela é uma criança) e Avery. Na verdade, o que menos importa é quem vai ficar com quem, se Mark e Little Grey ou Alex e Little Grey ou se Lili fica com José Pinto Fernandes que nem estava na história, o que não está funcionando é essa dança de cadeiras, essa troca de casal toda hora.

Teddy e Owen atenderam um paciente vip (It’s Bono? Morri de rir) e não é por nada não, mas não é de hoje que Teddy erra algo muito importante como foi sobre o aneurisma do paciente. Mas foi bom ver Derek a enfrentando principalmente sobre a intervenção em Cristina Yang, porque vontade de dar um sacode nela todo mundo tem, mas não vejo isso fazendo muito efeito, dizer como ela é boa ou algo parecido não vai tira-la dessa depressão.

Grey's Anatomy - Something's Gotta Give

Aliás, eu to tentando entender a forma de tratar a depressão que Grey’s Anatomy vem apresentando, afinal, cada um reage da forma que sabe diante de uma tragédia, mas tanto Yang como Avery não foram os maiores afetados com o que aconteceu, se é que existe alguém que foi o mais afetado. Sem dúvida a pergunta de Yang no episódio passado é válida: como pode Meredith estar bem? E eu acrescento: como pode Derek, Miranda, Karev estarem bem?!

No episódio inteiro Avery ficou chorando feito uma criança e ainda faz besteira com a paciente de Bailey. Gente, a Bailey estava ocupada? Chamasse o Chefe, ou sei lá, qualquer outro médico, agora, começar sozinho e sem ter ideia do que fazer não podia ter tido resultado diferente senão a morte da paciente. Deu pena dele, mas faltou pensar um pouquinho ali com certeza.

Karev por outro lado arrasou descobrindo uma forma de ajudar um bebê que fez um transplante de fígado e Stark, o arrogante substituto de Robbins, se apropriou da idéia. Alex, porém, caminhando para ser um excelente pediatra, só se importou com o bem estar do paciente. É claro que essa foi a primeira de outras vezes que os dois vão bater de frente.

O episódio dessa semana, além de ter sido bem melhor que o da semana anterior, encerra com a festinha na casa de Yang, ela no telhado, é claro, fugindo da intervenção e conversando sobre a reforma de sua casa com Derek; Avery defendendo a amiga de Karev (esse apanhou feio hein?), e Karev se abrindo com Meredith sobre seu irmão diagnosticado recentemente com esquizofrenia. É bacana ver que como a amizade dos dois foi construída desde o início da série e vê-los conversando sobre isso uma vez que Meredith tem uma mãe com Alzheimer é se dar conta de que na verdade eles sempre foram mais parecidos que os outros internos quando começaram.

E a temporada promete com todas essas possibilidades. Eu pelo menos tenho me surpreendido com a qualidade desse sétimo ano.

Séries citadas:

Bacharel em Direito e servidora pública. Já chegou a ver mais de 30 séries, mas hoje prefere ter vida social. Atualmente acompanha Arrow, The Good Wife, The Voice e Scandal.

2 Comments

  1. José Eduardo Brum

    É verdade, a setima temporada tem surpreendido. Com tantas saidas, existia o medo de perder graça e nexo. Eu me via como um dos que iria abandonar a série eventualmente. Mas não. Fiquei e tenho gostado mto, tenho entendido melhor (e me entendido) tb.

    A pergunta do review é tensa: Como Meredith, Derek e Miranda estão bem?? Bom, se eles surtarem tb, vai ficar PESADA a série. Com Cristina, já fico tenso e incomodado, tentando entender o q deu errado, se esta é a melhor forma de reação; se os outros forem pelo mesmo caminho… Não sei, nao!!!

    Foi mto boa a cena da Cristina cortando o cabelo da Callie. Embora eu vá sentir saudades das medeixas tão típicas e pretas da Torres.

    Também quase morri com a entrada de Kepner no quarto com Karev. Dentre os homens, nem ele, nem Mark merecem tê-la. Esperar ainda é o melhor resultado.

    E realmente Grey e Alex tinham algo desde a primeira temporada q foi crescendo aos poucos e se tornando mais forte. Isso foi um ponto válido pra série.

  2. Lara Lima

    José, mas eu não quero que todo mundo surte não!! ahushasuhaus Deus me livre. Eu só acho estranho o cara que levou um tiro no peito e quase morreu estar bem. Ou a mulher que perdeu o filho. Ou o cara que por milagre está vivo já que perdeu muito sangue naquele elevador. Bailey então não vou nem dizer. Não quero que todo mundo surte, mas que é estranho é estranho. Poxa, vamos lembrar que Cristina virou médica, ela mesma disse, porque quando o pai sofreu um acidente de carro ela sentiu o coração dele bater pela ultima vez. Então, eu penso que ela devia se concentrar no fato de que se isso acontecesse com outra pessoa que ela ame, ela não ficaria impotente assistindo a pessoa morrer. Mas vai poder ajudar (ou tentar, que é melhor do que nada).

    Sobre alguém merecer a Kepner, olha, ela é uma criança, então pra mim não é questão de merecer ou não, eu simplesmente não a vejo com nenhum dos rapazes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account