Log In

Reviews

Grey’s Anatomy – Everything I Try to Do, Nothing Seems to Turn Out Right

Pin it

Há um episódio da despedida de Cristina Yang, Grey’s Anatomy resolveu dividir o foco da trama essa semana. As histórias de Calzona, Japril, Karev, Bailey e Amelia ganharam destaque, e pouco (perto do que era esperado) se viu de Yang. Mas isso não fez com que o episódio fosse dispensável. Pelo contrário, já que encaminhou algumas tramas da próxima temporada da série, Afinal de contas, já que a série foi renovada, o show tem que continuar.

Bailey enfrentou – OU NÃO – as consequências de ter passado por cima da vontade dos pais do seu paciente. E mais uma vez um médico sai impune de uma situação beeeeem grave. Tudo bem que o garotinho se curou, que a Bailey foi genial. Isso não desculpa o fato de que ela agiu contra as ordens. Mas se Izzie e Meredith sairam impunes de graves situações, porque Miranda não sairia? Afinal, é assim que as coisas funcionam na Shondaland.

ARMANI JACKSON, KEVIN MCKIDD, JESSE WILLIAMS, MARK ADAIR-RIOS, BRESHA WEBB

Já Stephanie resolveu brincar de roleta russa e tomou a para si a responsabilidade do erro. E em tempo de demissões, a sua decisão acabou saindo melhor que a encomenda já que ela ganhou uma forte aliada dentro do hospital. Ou seja: a médica deve continuar na série na próxima temporada. Espero que ela ganhe uma história bem desenvolvida, pois ela tem potencial para ser mais legal. Bem mais legal.

E já que falei de residentes, preciso me despedir da Leah. Gostei da trama dela e, especialmente, da forma como o Chief colocou a situação para ela. É bacana ver que as vezes os médicos não dão certo e que eles podem ir embora e ser felizes em outras áreas. Talvez Shonda esteja aprendendo que “morte” e “saída” não são sinônimos.

Jo deve continuar na série, por outro lado, até em razão de seu romance com Alex. Mas foi bacana ver April e Callie fazendo um terrorismo psicológico básico com ela, já que ela estava uma puxa-saco de marca maior nesse episódios. Mas não arrisco o destino de Shane. Fico me perguntando se ele não vai embora com a Cristina, pois eles funcionam bem como um time de pesquisa. E ele não faria falta alguma no hospital.

E por falar em falta, Alex está sentindo muita falta do hospital. Ele tem perfil de médico ativo, que opera o tempo inteiro, e logo essa rotina da clínica vai cansá-lo. Ainda mais agora, que ele está enfrentando problemas para conseguir pacientes. Não achei legal vermos o velho Alex idiota-que-só-vê-o-próprio-umbigo de volta, maas gostei muito da forma como Arizona lidou com ele. É sempre bom ver ela sendo badass nos corredores do hospital. Foi isso que fez eu me apaixonar por ela.

Aliás, Arizona lidou bem, também, com a revelação que Callie não pode ter mais filhos. Se solidarizou com a esposa, propôs gestar o bebê e soube recuar para não gerar uma nova crise entre as duas. Ainda acho que elas arrumarão uma forma de ampliar a família, mas fiquei meio chateada com a Shonda, que definitivamente não quer dar sossego pro casal. Sai pra lá, Rhimes!

Já Japril está conseguindo lidar melhor com o bebê não-hipotético. E eu até simpatizei com eles nesse episódio, o que me faz pensar que estou perdendo a lucidez. Nunca desgostei-gostei-desgostei tanto de um plot em tão pouco tempo. É o poder que April Kepner tem sobre mim. Espero que no último episódio da temporada e no 11° ano de Grey’s Anatomy eles sejam mais parecidos com o que foram nesse episódio do que foram nos passados.

Grey's Anatomy - Everything I Try to Do Nothing Seems to Turn Out Right 3

E já que estou falando de casal, o que falar de MerDer? Derek me chateou nessa temporada, várias vezes. Sei que a oportunidade oferecida à ele é meio única, mas ele desconsiderou a opinião da Mer em várias etapas desse processo. E agora ele chega com essa ideia de mudar para Washington. Achei repentina a ideia, e não gostei da forma como ele a colocou. Especialmente depois de tentar trazer Amy para perto também para ficar mais próximo dela. E logo agora, que Amelia e Meredith estão se entendendo tão melhor!

Claro que eles acabarão não partindo. Só espero que essa decisão não coloque o relacionamento em risco. Mimimi MerDer não tem mais espaço em Grey’s Anatomy, espero que Shonda saiba disso.

E por falar em Amelia, AMEI ela nesse episódio. E estou clamando aos deuses (os novos e os antigos) para que a personagem seja a “substituta” de Cristina Yang na próxima temporada. Ela nunca será a person da Mer, mas elas fazem uma dupla muito bacana.

Por fim, é preciso falar de Yang. O mais importante, nesse episódio, foi ver a aceitação do Owen da partida dela. Finalmente ele entendeu que o lance deles não funciona mais. E até perdoo esse namorico de despedida. Mas só porque ele tem uma data (e breve) para acabar. Também foi bacana ver os momentos (ainda que poucos) de interação com a Mer. Cada segundo, agora, é muito precioso.

Nessa quinta-feira vai ao ar Fear (of the Unknown), o último episódio de Sandra Oh. E antes do adeus, vale relembrar a história da amizade de Yang e Meredith. Para já começar a chorar e entrar no clima para a season finale. Até lá!

Séries citadas:

Editora Chefe do TeleSéries, gasta boa parte da sua semana com séries. Sua estréia foi com ER, e atualmente assiste - entre várias outras - Grey's Anatomy, Game of Thrones, Suits, Castle e Rookie Blue. Ainda assim, arrumou um tempinho para maratonar Friends, The X Files e Chuck - pela qual se apaixonou, recente e irremediavelmente. Está saindo da crise de abstinência de Fringe graças à Orphan Black.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account