Log In

Reviews

Gotham – Selina Kyle

Pin it

Série: Gotham
Episódio: Selina Kyle
Número do Episódio: 1×02
Exibição nos EUA: 29/09/2014

Após um ótimo episódio piloto, Gotham apresenta uma continuação que pode ser considerada, pelo menos, em um nível abaixo de sua premiere. Como o próprio título já diz, esse segundo capítulo direcionou-se mais para a personagem Selina Kyle (Camren Bicondova), orfã de rua que se envolve no plot principal.


Gotham pode ser considerada uma série diferente das demais por alguns motivos, e, um deles, é a questão de vários, vários personagens mesmo que têm que ser colocados durante os quarenta minutos. Até mesmo por isso, a princípio, cada episódio levará o título de um deles. Porém, a dificuldade, é relacioná-los e não criar diferentes plots desconexos e que não há alguma relação importante entre eles. E, infelizmente, ocorreu nesse capítulo.

Como, por exemplo, a aparição de Fish. Sua aparição foi algo que não acrescentou à história, e seu plot secundário com Falcone foi bem aquém do esperado. Além do que, a atriz Lili Taylor exagera bastante na sua atuação, soando por vezes forçada no papel. O mesmo ocorre com Edward Nygma, o Charada, cujo trabalho no episódio não durou mais do que trinta segundos e só serviu para como um ‘oi, eu estou aqui’.

Por outro lado, outros fatores funcionam muito bem em Gotham. A interpretação de Ben Mckenzie é um ponto alto, e sua química com seu parceiro, Harvey Bullock, está ótima. Os dois conduzem o plot principal com atuações de destaque, e nos momentos que Selina aparece, a mesma também convence – a atriz mirim parece confortável no papel, pelo menos, a princípio.

Ainda espera-se mais um pouco para ver o desenvolvimento de Bruce, são poucas as aparições do garoto; entretanto, sua relação com Gordon ainda renderá momentos importantes e intensos para a trama. Mas, ao menos, uma de suas técnicas para enfrentar seus medos já foi vista e foi algo positivo para o episódio. E o que dizer de Pinguim? Apesar de suas aparições ainda não possuírem relação com a trama principal, o personagem já se mostra um dos mais interessantes e que se destacam.

Por fim, a ambientação e caracterização de Gotham City continuam excelentes. O produtor, Bruno Heller, conseguiu expressar perfeitamente uma cidade num clima sombrio e com uma atmosfera mais ”dark” – a fotografia é excelente e o figurino é excepcional. Ainda há muito a se apresentar, e, se os plots forem bem amarrados e correlacionados, a série continuará como uma das melhores dessa Fall Season.

Séries citadas:

1 Comment

  1. Tiago Pegasus

    gostei da serie e fazia muito tempo que nao acompanhava series semanalmente,e essa esta me agradando muito que continue boa e que so melhore daqui pra frente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account