Log In

Reviews

Gossip Girl – New York, I Love You Xoxo

Pin it
Série: Gossip Girl
Episódio: New York, I Love you Xoxo.
Número do episódio: 06x10
Exibição nos EUA: 17/12/2012
75.4
3.7
10

New York, I Love you, XoXo, Dan Humphrey.

Em 19 de setembro de 2007, na CW, estreava Gossip Girl. Seis temporadas depois, em 17/12/2012, o último episódio da série New York, I Love you Xoxo revelava a identidade da “garota do blog”. Dan Humphrey, o lonely boy, era o responsável pelas postagens da Gossip Girl durante quase todo o tempo em que ela agiu.

Confesso que Gossip Girl foi a primeira série que acompanhei com afinco, assistindo toda semana, até o fim. É triste me despedir dela após todo esse tempo. Significou muito para mim, mas o episódio final me causou tanto estranhamento que eu não consegui derramar uma lágrima sequer. O único momento que meio balancei foi quando mostraram os flashbacks. Impagável ver aquele cachecol do Chuck de novo e o Nate com o suéter casual de sempre. Mas, é só agora que elas insistem em brotar dos meus olhos, mas vamos aos comentários sobre o episódio.

Primeiro, acho que Gossip Girl merecia ter terminado com um grande evento, uma festa bapho, uma agitação social. Os melhores episódios da série obrigatoriamente tiveram grandes eventos. No entanto, dois casamentinhos mixurucas acabaram saindo. Eu queria babado, confusão e gritaria nem que o evento social fosse o velório do Bart. Com o casamento Chair ainda me emocionei um pouco e achei super legal o Chuck dizendo que não queria começar a vida daquela maneira e que fazia questão de casar na presença de amigos e família. Até na hora de casar teve uma armaçãozinha básica para que estes pudessem estar presentes e para que eles pudessem se livrar da prisão.

Aí um ponto que me incomodou bastante. Embora tivessem investigando, achei bem fraquinha a maneira como eles conseguiram escapar das acusações. Achei tudo muito simplório. Será que não havia nenhuma outra maneira de investigar? Claro que não queria os dois na cadeia, mas a forma como se safaram foi bem difícil de engolir. Se eu tiver equivocada os advogados (ou estudantes de direito) que me corrijam. Hehe

Outra coisa que me deixou profundamente incomodada foi, mais do que a identidade da Gossip Girl, a maneira como ela foi descoberta. Foi meio do além. Eu esperava mais justificativas. E pra piorar, todo mundo aceitou muito bem. Só a Blair e o Rufus que ficaram indignados, mas logo o Chuck, o Nate e a Serena já trataram de dizer que não era nada demais, sendo que durante muito tempo eles odiaram a Gossip Girl e ela causou muito mal para eles. Não poderiam pelo menos ter ficado brabos por um tempo e depois se reconciliado?

Como já era esperado a Serena e o Dan ficaram juntos sem precisar de maiores explicações. Retomaram o começo da história deles e foi bonitinho, mas podia ter sido bem melhor. Foi um pouco atrapalhado. O casamento também foi muito Dan Humphrey. Poderia ter sido mais Serena Van Der Woodsen. Nada de pompa? What the hell is this? Fora isso, super fofinho o filho de Blair e Chuck. E muito legal também a Serena casando com um vestido simplesmente lindo e feito pela Jenny.

Adorei também o momento Eric e Lily. O casamento foi usado também pra podermos ver que Lily e Rufus também ficaram juntos, para a felicidade geral da nação. O William deu um pé na Ivy e conseguiu, em parte, o que queria. Se não conseguiu voltar pra Lily pelo menos ficou perto da família.

O que eu mais gostei do episódio foi a saída que encontraram pra Gossip Girl. Não deixa de ser verdade a máxima sempre preferida pela mesma: “that secret I’ll never tell”. A personagem se desenvolveu de tal maneira que o Upper East Side não vive mais sem ela, e como bem falaram no episódio, sempre tem alguém que não pertence ao grupo querendo entrar nele. Assim, se Dan não é mais a Gossip Girl, agora outra pessoa é e ela continuará existindo pelo menos por um bom tempo.

Gostei também do final do Nate. Acho que ele merecia um final digno, embora boa parte das pessoas achem que ele foi uma samambaia durante muito tempo. Gostei de ver o caminho que encontraram para ele. Acho que fica bem na política e caminhando com as próprias pernas, sem precisar da família.

Foi muito bacana também ver que tanto tempo depois os quatro amigos – Blair, Serena, Nate e Chuck – continuam inseparáveis. Pra mim Gossip Girl sempre foi sobre amizade e eles nos mostravam que embora houvesse períodos de crise, eles sempre estariam ali um para o outro.

Agora já fica difícil conter as lágrimas e eu me despeço por aqui. Só me cabe agradecer pelos aprendizados e pelas oportunidades que Gossip Girl me deu. Aprendi muito sobre amizade, sobre limites, sobre amor e sobre pertencimento. Até onde podemos ir para pertencer a um determinado grupo? Quais são os limites para se conseguir algo que almeja? Vale tudo por um amigo? Só essas reflexões já fazem estes seis anos terem valido a pena. Além do que, se não fosse esta série eu provavelmente não faria parte da #equipelinda do TeleSéries. Obrigado, Gossip Girl. Muito obrigado por tudo. Saudade desde já.

New York, I Love you.

Upper East Side, I Love you.

XoXo, Gabriela Assmann

Séries citadas:

Relações Públicas e Mestre em Comunicação Midiática pela UFSM. Não esconde sua paixão por reality shows, sendo fã especialmente de The Voice, Survivor e The Amazing Race. Suas séries preferidas são Friday Night Lights e The O.C, mas também nutre um profundo amor por Friends e Sex and the city. Atualmente assiste Orphan Black, Orange is The New Black, Broadchurch, Faking It, Girls e Nashville... Suas paixões mais recentes são The Affair, How to Get Away With Murder e Scandal (cujas 4 temporadas completas assistiu em apenas 20 dias).

Website: http://www.assmanncomunicaçãoestrategica.wordpress.com

10 Comments

  1. Thiago FLS

    Essa temporada de Gossip Girl vinha sendo tão abismal que, perto dos episódios anteriores, esse bom series finale parece até uma obra-prima.

    Gostei até da revelação absurda de que Dan Humphrey é o maior troll da história de Nova York, manipulando todo mundo com o site Gossip Girl, e que Jenny sabia de tudo faz tempo. Ahã, tenho certeza de que, se eu resolver me autoflagelar revendo a série inteira, não vou encontrar umas 50 cenas que contradizem tudo isso.

    Pior é que eu acho que Dan como Gossip Girl exige menos “suspensão de descrença” do que Chuck e Blair escapando da prisão com um casamento, Lily ficando com o ex-marido que a envenenou para que ela achasse que tinha câncer (lembram?) e Nate concorrendo à prefeitura de Nova York daqui a 5 anos.

    Depois de 2 anos de diversão e 3 anos e meio de sofrimento, estou feliz por finalmente estar livre de Gossip Girl, e renovo a minha promessa de nunca mais me obrigar a ver até o final uma série que deixou de prestar há anos. Pensando bem, acho que só poderei cumprir essa promessa depois que How I Met Your Mother acabar.

  2. Bianca Mafra

    gabriela, tive imprensão que lilly ficou com o william e o rufus com outra mulher. gostei das festas mais simples, idéia de que eles deixaram para lá aquela pompa toda. lógico que resolveram rápido, deveria ter sido pelo menos um episódio duplo, achei tudo o jack e a georgina, deus sabe o que eles aprontaram e amei as participações especiais.

  3. Gabi Assmann

    Mesmo? Vou rever depois, mas não tive essa impressão. A mulher que tava com o Rufus é a mãe do Dan e acho natural que ela estivesse lá pro casamento do filho. Mas vou rever. Se a Lily ficou com o William coitada dela =[
    Sim! Podiam ter fechado a série com 13 episódios. Ia ficar redondinha.
    Adorei as participações especiais também. Esqueci de comentar na review que adorei Rachel Bilson e Kristen Bell. E Jack e Georgina foi uma boa, mesmo!

  4. Thiago FLS

    A mulher que estava com Rufus na última cena é a cantora Lisa Loeb, fazendo o papel dela mesma. Para quem se lembra do clipe de “Stay (I Missed You)”, tema do filme “Caindo na Real”, os óculos dela são inconfundíveis. Achei até legal dois cantores que só fizeram sucesso nos anos 90 ficarem juntos, mas Lily com Jack Donaghy Jr foi algo que não desceu legal.

  5. Bianca Mafra

    Nem me lembro da mãe do Dan, tinha a impressão que ela tinha morrido. nossa, achei que eles estavam bem, amigos, deram aquele estalinho como vários dão e foram sentar do lado dos respecitivos pares. tenho que ver essa cena de novo. Primeiro pesquisar sobre a história da mãe dele.

  6. Paullo Kidmann

    Gostei do episódio, da simplicidade da festa, agora concordo com vc que todos deveriam odiar o Dan por ele ser a gossip girl né mas enfim né. Adorei a Gorgina com o Jack e odiei a Lilly com o William, sinceramente achei uma safadeza o Rufus com outra mulher e dando celinho a Lilly tipo Alow?! Adorei as participações especiais, como eles usaram todos que já passaram pela série sem sobrecarregar a trama que deixou muito buraco convenhamos, para mim vai deixar muita saudades…. Mãe do Dan galera acho que não era ela loira kkkkkkk

  7. Gabi Assmann

    Obrigada pela resposta, Thiago. Então foi isso mesmo. Eu me equivoquei. Então, acho que a Lily devia ter ficado com o Rufus =[

  8. coelho rebelde

    Cara disculpa ,mas achei um saco o final da serie muito previzivel e oke ñ foi previzivel foi ruim.

    Lili e Willian (terrivel)

    Chuck e Blair(sem novidade)

    Serina e Dan(chato)

    Nate( O principe do Upper East Side sem ninguem,isso ñ ta certo)

    Pra mim tudo pareceu final de novela das 6 onde no fim todos tem filho,casam e se perdoam,talvz eu esperasse uma grande reviravolta no ultimo capitulo,acho k esperei d mais, é k a serie teve tantos momentos inesperados k achei k seria assim até o fim.

    Dan como Gossip Girl( gosto do Dan mas nos ultimos tempos fz coisas reprovaveis por isso ñ merecia a Honra)

    Dan e Blair( achei esse casal muito mais atraente,talvz por ser o casal k muitos veriam como improvavel,teria gostado mais desse final felz)
    Nate e Serena(pode parecer comum o Principe com a Princesa,mas pra mim sempre foram um casal. Nate otimo filho,consilhador e melhor amigo,Serena instavel e apaixonada como se um ajudasse a completar o outro.

  9. biancavani

    Gostei da serie finale. Foi como uma festa em que nós também fomos convidados. Foi legal a nova leva de beaufifullboys and girls do Upper East Side entrando na história, “tipo” uma parábola da própria vida.

    A Dorota ganhou o maior destaque. Tava toda linda e lady, no sofá, com os seus “pares”, rs.

  10. Beatriz

    Eu achei que faltou muita coisa, 10 eps para uma ultima temporada, não tem como T.T
    Eu até gostei do final, mas também acho que ficaram de bem com o Dan muito rápido, precisaria de pelo menos uns 17 ep pra acabar do jeito que merecia. Mas eu amei os flashbacks, nessa parte quase chorei, ele falando que a Serena era a musa dele, nossa, amei demais <3 Tanto que depois que terminei de ver, fui ver o piloto dnv, eles tão fofinhos e com carinhas de bebês. E a festa pode ter sido mixuruca, mas eu achei DIGNO E LINDO a Serena ter descido da escada do mesmo jeito que o Dan viu ela naquela festa, o jeito como ele olhou pra ela, e esse jeito nunca ter mudado, foi lindo! Chuck e Blair, Serena e Dan e todos os outros, com certeza deixaram e deixarão pra sempre saudades <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account