Log In

Notícias

GNT define data de estreia de ‘Lili, a Ex’

Pin it

Lili é caótica, expansiva, destrambelhada e encantadora. Reginaldo é metódico, organizado e seu jeito meio nerd é irresistível. Opostos e ao mesmo tempo complementares, os dois foram casados durante anos. A separação dividiu o casal, mas não afastou Lili, que é completamente obcecada por Reginaldo. Sem ter como controlar a vida do ex de longe, ela decide se mudar para o apartamento vizinho ao de Reginaldo. É nesse ponto que se inicia a série Lili, a Ex, protagonizada por Maria Casadevall e Felipe Rocha e baseada nas tirinhas de Caco Galhardo. Com estreia marcada para o dia 24 de setembro (quarta-feira), às 22h30, no GNT, a ficção tem 13 episódios sob o comando de Luis Pinheiro (direção geral), Quico Meirelles e Lilian Amarante (direção) e produção da O2 Filmes.

A série mostra as situações insólitas e ao mesmo tempo cômicas criadas por Lili, determinada em impedir que Reginaldo se envolva com qualquer outra mulher. “A Lili é uma força da natureza. Essa obsessão é a maneira que ela encontrou de se relacionar com Reginaldo. Ela sente prazer em criar situações que vão infernizar a vida dele,” afirma Maria Casadevall sobre sua personagem.

Lili tem o apoio de sua melhor amiga Cintia (Daniela Fontan), que nem sempre concorda com suas loucuras, mas está sempre ao seu lado, já que sua mãe, Gina (Rosi Campos), é viciada em compras e, às vezes, negligencia um pouco a filha. Reginaldo recebe os conselhos do irmão mais novo, o mulherengo Reinaldo (João Vicente de Castro), empenhado em ajudá-lo a tirar Lili de vez da sua vida. Diante de tudo isso, o avô de Cintia, Anselmo (Milton Gonçalves), deixa dúvidas se é senil ou o mais lúcido de todos ao soltar frases de impacto que, de tão certeiras, são engraçadas pérolas de sabedoria.

“Foi difícil montar um casting, mas conseguimos um elenco maravilhoso”, elogia Caco Galhardo, que além do cartum, assina também o roteiro de Lili, a Ex com Marcelo Montenegro e Nina Crintz. “As tiras estão na gênese da série, mas vamos muito além, mergulhamos em um universo novo, criamos personagens e partimos de uma situação que não existe nos quadrinhos: quando Lili inverte o olho mágico do apartamento de Reginaldo para poder espioná-lo. Ao mesmo tempo, tem piadas das tiras que estão na série”, complementa.

Lili, além de fixada em Reginaldo, tem uma imaginação fértil, o que será transportado para as telas. “Em cada episódio há momentos surrealistas em que ela arranca os próprios cabelos, enforca uma menina ou pega uma bazuca quando vê que Reginaldo está acompanhado”, explica Luis Pinheiro, diretor-geral de “Lili, a Ex”. A câmera mostra o que está dentro da mente de Lili e depois volta para a realidade que continua a correr normalmente. Além disso, o diretor afirma que se preocupou em imprimir uma linguagem pop e moderna para a série. “A série tem ação rápida, entendi o roteiro com algo anfetamínico,” observa Luis.

Lili, a Ex tem ainda no elenco Alann Medinna (Johny), Robson Nunes (Bituca) e muitas participações que incluem Priscila Fantin, Nathália Rodrigues, Caio Castro, Nicolas Trevijano e Sophia Reis.

Com informações cedidas pela assessoria da GNT.

Séries citadas:

Os textos assinados pela Redaçao TeleSéries são textos de autoria coletiva ou notícias escritas por um redator anônimo, mas sempre revisadas com a máxima precisão jornalística.

  1. Pingback: GNT define data de estreia de ‘Lili, a Ex’ » TeleSéries - Portal Quetau - TV - Notícias, fofocas, informações, curiosidades e muito mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account