Log In

Reviews

Glee — Sadie Hawkins

Pin it
Série:Glee
Episódios: Sadie Hawkins
Número do Episódio: 4x11
Exibição nos EUA: 24/01/2013
61.090909090909
3
11

Por que assisto e gosto de Glee ? Me fiz essa pergunta inúmeras vezes depois de ver o episódio da última quinta-feira. Revi o episódio duas vezes para fazer essa review e ainda não obtive uma resposta. Talvez eu até consiga responder essa pergunta se assistir um dos episódios da primeira temporada, ou até os primeiros da atual, mas depois de assistir Sadie Hawkins, eu simplesmente não consegui pensar em uma resposta. Hoje, vejo Glee sem rumo e sem história que prenda. Quarenta e quatro minutos com informações relevantes em apenas dez (ou menos). Ryan Murphy disse uma vez em entrevista que os fãs da série se desesperam a toa, e que ainda tem muita coisa pela frente. Mas aqui fica a pergunta que não quer calar: Será que o que vem pela frente é mais do mesmo e mais de Ryan Murphy estragando histórias e personagens ?

Talvez Glee ainda seja a mesma série, com quase os mesmos personagens, com o mesmo coral e o mesmo colégio, mas eu já não a reconheço. Para começar: O núcleo de NY. Rachel Berry sempre foi a garota esquisita, chata, que vestia colete xadrez e que era focada em seus sonhos. E agora ? Rachel Berry é praticamente Lea Michele, tirando o fato de ainda ser irritante. Mas não irritante do estilo que cola estrelas do lado do nome. Irritante do jeito que esquece do melhor amigo na primeira semana de aula pra sair com o namorado, e que se importa com status. Mais do que nunca, senti falta da garota que dizia que “fazer parte de algo especial te faz ser especial”.

Kurt finalmente conseguiu entrar na NYADA, e quando se viu sozinho e abandonado pela melhor amiga, resolve se juntar a um dos clubes com cede na faculdade. Logo se interessa pelo coral (e pelo líder do coral), e se joga de cabeça (tanto na ideia do coral, quando na ideia de um novo amor).

PS: Adoro o quão “Mr. Shue” Finn está se tornando. Agora só falta uma Emma pra ele. Se Rachel pode, Finn pode e deve arrumar uma nova namorada.

Todos os planos de Tina são arruinados quando ela descobre que Blaine na verdade está apaixonado por (pasmem): Sam. Sam e Brittany, Tina e Blaine, e agora Blaine e Sam. Sério, Ryan ? Deixando de lado um pouco desse meu amor pelo Ryan Murphy depois do episódio dessa semana, eu achei um pouco precipitado e fora de hora. Tudo bem que Blaine e Sam tem sido Blam! e Slaine! a algum tempo, e que juntos descobriram que os Warbles tem usado drogas (mas isso é assunto para o parágrafo que conta o que de realmente importante foi dito nesse episódio), porém, continua sendo precipitado.

Agora vamos ao Glee Horror Club. Tina e as outras meninas foraram um clube e tomaram a decisão de fazer do baile do colégio um baile Sadie Hawkins (o tipo de baile que as garotas convidam os garotos). O que foi legal, porque finalmente Tina conseguiu um pouco de atenção. Mas lógico que Ryan Murphy não poderia deixar passar, e transformou o momento da Tina em um momento muito estranho quando a garota se declara e convida Blaine para o baile na frente do Glee Club inteiro. Alguém ainda lembra que em algum dos episódios passados Tina e Mike tinham combinado de conversar e quem sabe reatar ? Acho que Ryan Murphy não, já que o assunto ‘Mike’ ficou totalmente fora de questão.

Depois de casais inusitados, vamos para uma das partes mais lindas do episódio: Ryder. Ryder que tem essa carinha neném e coração de ouro. Que foi trocado por Marley e sua carinha de meiga, que convidou Jake e sua cara de mocinho para o baile. Ryder foi deixado de lado, e acabou sendo convidado para o baile por uma cheerleader que aparece em todos os episódios sem dizer nenhuma palavra (não sei se vocês já repararam, mas ela está sempre lá, de pescoço quebrado e tudo). Kitty e sua maldade não perderam tempo e foram logo colocar caraminholas na cabeça de Jake, mas foi ai que o big brother do guri apareceu: Puck e Kitty foram juntos ao baile e terminaram a noite na traseira do carro dela. Preciso dizer que não gostei ? Não basta Kitty ter saído sem nenhuma consequência pelo o que fez com Marley, nem ao menos uma lição de moral, e agora ela sai com Noah Puckerman. Já disse e repito: Kitty nunca vai ser Quinn, desista, Ryan Murphy.

O bom do episódio, é que ele nos deu esperança para que os ND voltem para as competições. Sam pesquisou arduamente e descobriu que os Warbles usaram drogas para vencer a competição, o que é proibido pelas regras da competição. A história toda foi confirmado por um dos garotos Warbles amigo de Blaine.

Termino a review com sentimento de culpa por ter gostado tão pouco de um episódio de uma das minhas séries preferidas. Termino também com o sentimento de quem deseja um episódio mais Glee e menos sem sentido na semana que vem.

PS: Deu ou não deu saudade das performances de Artie, Sam e Puck nos bailes?

Setlist do episódio:

I Don’t Know How to Love Him (Tina)
Baby Got Back (Adam and The Apples)
Tell Him (Brittany, Marley e New Directions Girls)
No Scrubs (Artie, Blaine, Ryder, Sam e Joe)
Locked Out of Heaven (Marley, Wade e New Directions Girls)
I Only Have Eyes for You (Ryder, Joe e Wade)

Séries citadas:

19 anos, mora em São Paulo, ama futebol e estuda Jornalismo. Está no TeleSéries desde 2011 e assiste mais séries do que os seus dedos da mão podem contar. Ama todas, mas Everwood, Friends e The O.C. sempre vão reinar em seu coração.

15 Comments

  1. Aline

    Episódios de baile costumam ser meus preferidos, mas não foi dessa vez. Francamente, as únicas coisas que gostei no episódio foram as músicas do baile e Baby Got Back(!?!?!?!) cantada pelo coral.

    Mike pode largar tudo e ir ajudar os amigos com uma peça do colégio, mas acompanhar a namorada pro baile nem pensar??? Quer dizer, parece que todo mundo esqueceu a história da Tina e do Mike, menos os fãs, né?!?!

    Eu achei bem ridícula a trama dos Warblers usando drogas. Primeiro porque eu adorei a performance deles nas Sectionals; segundo porque é um jeito ridículo de levar o ND de volta à competição. Tinha outro coral e lá, considerando que o ND abandonou o palco, quem deveria ficar com a vaga caso os Warblers forem desclassificados é aquele outo coral. Mas todo mundo sabe que titio Murphy vai jogar o ND de volta pra competição. Francamente, deveriam ter feito a mesma palhaçada de quando Kurt estava nos Warblers, classificassem os 2 corais oras!!!

    Sinceramente, Glee sempre foi absurdo, mas antes era um absurdo agradável, agora está beirando o ridículo. Acho que a única razão pela qual eu ainda vejo Glee é a Tina, mas se forem continuar destruindo a personagem igual fizeram nesse episódio só me restará abandonar a série.

  2. Gilson Junior

    Realmente o episódio foi muito fraco, um dos piores da temporada.
    Não gostei da história dos Warbles usarem drogas somente pros ND voltarem pras competições. Achei legal eles terem perdido e achava uma boa lição.
    Eu não sei d quem foi a péssima ideia de trazer o Puck de volta a cidade mas eu demitiria essa pessoa dps desse episódio. Não vejo a menor necessidade da volta dele e a interpretação do Mark Salling me deu vergonha alheia. Ele nunca foi um grande ator, mas pelo menos era passável. Alguns personagens simplesmente funcionavam no tempo do coral e agora tem q ser deixados de lado, Puck é um dos casos.
    Acho q a Rachel irritante e que abandona o melhor amigo é proposital, pelo q se fala ela e Kurt vão brigar em breve e provavelmente esses vão ser os motivos. Falando nisso, tenho q dizer q por mim a série se mudava toda pra Nova York, levavamos Santanna, Brit, Quinn e Blaine e tava td bem pra mim! O NYADA parace mt mais atraente e novo, enquanto a escola está cada vez mais batida.
    Tina e Mike provavelmente só pro final da temporada. Não duvido nada dela ir pro msm lugar q ele está estudando e isso servir como um final pros personagens, que eu iria gostar bastante!

  3. Ubirajara Júnior Do Carmo

    Qualquer episódio que o Cory não canta pra mim é ruim. Mas como eu amo Glee eu vou assistir até que seja cancelada. E como eu amava Lauren Zizes e pude vê-la novamente já curti demais esse episódio. Tô esperando a Rachel acordar pra vida. Talvez quando ela ver que o Brody ( não me acostumei com esse nome ainda ) não vai largar a Cassandra ela acorde e deixe de ser tão asshole e capacho dele. E espero que ela tente voltar para o Finn e ele já esteja em outra. Já essa bagunça de casais é o normal de Glee e eu gosto.

  4. Juninho

    Estranho porque gostei muito do episodio foi divertido e sem noção assim como Glee sempre foi, ou vocês esqueceram que na primeira temporada Rachel se apaixonou por Finn, pelo Puck, pelo Mr. Shue…Mercedes se apaixonou por Kurt, teve uma queda pelo Puck, se apaixonou pelo Sam, que por sua vez ficou com a Quinn,com a Santana, com a Mercedes e com Brithany…e por ai vai, Glee é uma misturada só e nem sempre tem logica, na verdade quase nunca! Mas essa é a graça da série, não levar ela a sério!
    Rachel mudou desde a primeira temporada e na terceira a moça parecia ter sofrido uma lavagem celebral, agora ela vive em outro mundo bem diferente do que ela vivia em Ohio, e sabemos que ela se entrega facil em um relacionamento e sempre acaba quebrando a cara, isso acontece com ela desde o Finn e o Jesse.
    E como a Tina disse nada melhor que um novo amor para esquecer um outro, e isso que ela e o Blaine estão fazendo.
    Na minha opinião foi um bom episodio, não o melhor dessa temporada, mas divertido como tem que ser Glee.

  5. Neto

    Tb achei esse episódio bem meia boca. Achei que a Lauren Zizes já tivesse se formado. E tb não entendi a reação do Blaine ao pedido da Tina. Não entendo a cultura norte americana, mas aparentemente quando vc convida alguém pra ir a um baile é praticamente um pedido de namoro/casamento? É isso mesmo?! Porque acho que não custava nada o Blaine dizer que iria sim, mas como amigos, tipo, “não sei se vc sabe, mas eu sou gay”, mas aquele não que ele disse a ela me deixou com um tremendo dó da Tina. E aquela caricatura de coral do Nyada?! Tudo bem que aquelas pessoas eram os outkasts do Nyada, mas precisavam ser tão caricatos/esquisitos?! Nem parece que o Nyada é tão rigoroso nas audições, porque aquele povo parecia estudante de escola comunitária/artista de rua, enfim…

  6. JuliaBerringer

    Concordo! Aquele coral foi um pouco High School Musical demais pra mim… E a maioria ali não parecia ter talento algum. Sobre a Tina e o Blaine eu concordo. Quando ela o convidou esperei uma reação do tipo “Ok, vamos como amigos!” e não aquela bota na frente de todo o ND.

  7. JuliaBerringer

    Adoro Finchel hahaha E sim, também vou ver Glee até ser cancelada. Adoro essa série :P

  8. JuliaBerringer

    Morro de saudades da Santana e da Quinn! Quero elas de volta agora!
    Quanto ao Puck, gosto do Mark, mas achei que a volta dele foi bem sem sentido…

    Quero Kurt batendo na Rachel no próximo episódio hehe

  9. JuliaBerringer

    Concordo quando diz que Glee não faz sentido, mas acho que em algumas vezes passa do limite…

  10. JuliaBerringer

    Eu não vou conseguir abandonar hahaha Mas estou ficando bem irritada com tudo o que tem acontecido na série.

    “Glee sempre foi absurdo, mas antes era um absurdo agradável, agora está beirando o ridículo.” Também acho ;)

  11. Ubirajara Júnior Do Carmo

    Concordo com tudo o que você disse. Falta de lógica e noção é a essência de Glee. Ou todo mundo esqueceu as barbaridades da Sue só porque a cada 43 episódios há um em que ela demonstra humanidade?
    E é por isso que amo Glee

  12. L.

    Concordo, e isso não é de agora.

    Na minha opinião, desde da season3. Para mim, a season3 foi a pior season de todas! Eles ficaram muito no
    clima de despedida, não aconteceu nada!!! Encheu o saco!
    Já a season4, pelo menos na minha opinião, começou melhor. Nem todos os episódios tem sido ótimos, talvez seja o caso desse episódio, mas também não tem sido todos tão ruins…

    Me lembro que eu me APAIXONEI pela série na season1, era emocionante, sempre acontecia uma coisa inesperada. Tanto a season1 quanto a 2, a gente se prendia na história da série. Isso é legal.

    Na verdade, eu não sei dizer exatamente o que, mas Glee perdeu alguma coisa… Talvez, a essência? #triste;(

  13. L.

    Aquele coral, foi brincadeira, mesmo… Vocal Adrinaline de dez a zero eles, numa boa. Quanto a Tina, caramba, que pena eu fiquei dela, ela tem mostrado lá suas garrinhas, mas não merecia;/

  14. L.

    até queria que a Rachel ficasse com o Brody, mas depois dela ter largado o Kurt, e do Brody ter ficado com a Cassandra… Sem perdão, esse miserave! Quero Finchel de novo!!:/

  15. Augusto

    Vc assiste Glee desde a primeira temporada? Alguns de seus comentários parecem de um poiser q pegou a série no meio da 4ª temporada e quer dizer as coisas por dizer, sem argumentos e td. Acho q tá na hora de vc reassistir a série desde o início e entender um pouquinho da série q vc escreve, ou tenta escrever.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account