Log In

Reviews

Glee — Girls (and Boys) on Film e Feud

Pin it
Série: Glee
Episódio: Girls (and Boys) On Film e Feud
Número do Episódio: 4x15 e 4x16
Exibição nos EUA: 07/03 e 14/03/2013
98.5
4.9
4

Glee finalmente voltou de seu hiatus e nos entregou de bandeja um ótimo episódio logo de cara. “Girls (and Boys) on Film” foi um dos melhores episódios da quarta temporada. Nós mostrou o melhor dos dois elencos, porém, Lea Michele arrasou e para sempre vai se destacar. A cena em que Santana descobre a “gravidez” de Rachel foi impecável. Lea consegue fácil demonstrar os sentimentos da personagens só através do olhar. Fica aqui também o quanto admiro Jayma Mays. Sempre soube que ela era uma atriz fantástica, mas nos poucos minutos que apareceu nesse episódio, ela se superou. Me deu vontade de colocar ela no meu chaveirinho.

O dueto Kurt e Blaine foi de partir o coração, só não fez tanto estrago porque a cena de Will e Finn foi fundo. Acertou o meu ego e me fez chorar. Jake, Marley e Ryder continuam seu triângulo amoroso, e agora que Jake sabe que rolou algo entre Marley e Ryder, tudo fica muito mais intenso.

Agora, vamos ao episódio dessa semana, intitulado “Feud“. Primeiro de tudo: Ryan Troll Murphy nos deixou durante uma semana inteira acreditando que Rachel estava gravida, e 1 minuto e 56 segundos do episódio seguinte, nos conta de maneira natural que foi uma “pegadinha”. Apesar de uma pequena revolta de minha parte (porque eu já imaginava um mini Berry correndo pra lá e pra cá), o episódio foi muito gostoso de assistir. Não cansou e prendeu na maior do tempo.

Mas até aí, tudo bem se Rachel tivesse percebido que estava mais uma vez perdendo o foco e quase deixando de lado seus sonhos para cuidar de relacionamentos. Nada mais justo que nossa Santana entrar em cena e bater de frente com a protagonista e tentar, mais uma vez, abrir os olhos dela em relação ao “boneco de plástico”. Que ele tinha alguma coisa de errado, isso era fato. Tudo bem que ele não era nenhum traficante, mas ele que ele vendia o corpo era uma coisa previsível. Nunca gostei do personagem, mas me senti mal por ele. O guri só queria pagar a faculdade.

Mas isso não é coisa que uma Lopez perdoa, e Santana foi logo ameaçando Brody e dizendo para ele se mudar. Não foi o bastante, porque os olhos azuis dele fizeram Rachel e Kurt expulsarem Santana na casa deles. E isso Santana também não perdoa. Saiu de casa (levando o edredom de Rachel e o travesseiro de Kurt), mas tratou logo de colocar Brody contra a parede. E não sozinha, trouxe também Finn, que saiu de Ohio (mas isso é assunto pra outro paragráfo). Finn tratou de se impor e depois de dar uns socos básicos no “inimigo” soltou a frase que fez os fãs de Finchel pirarem:

Finn teve uma semana difícil. Depois que contou à Will que tinha beijado a noiva do moço, Mr. Shue não perdoou e usou o garoto de capacho. Foi quando os ND resolveram entrar em ação e trocar papéis, deram para os seus líderes a tarefa de fazer um dueto juntos. A missão foi cumprida, mas não deu muito certo. Will ainda guardou ressentimentos e Finn decidiu que era hora de partir. Perdido e dramático mais uma vez, a anjo da guarda da vez foi Marley, que abriu os olhos do rapaz e mostrou que o que ele deveria fazer era ir atrás de um diploma para ser professor. Antes disso, ele ainda deu uma passadinha em NY (como sabemos), será que vem plot dele em NY ?

O importante é que o duelo de Will e Finn rendeu outros duelos. Blaine e Sue entraram em conflito pois o rapaz “assinou” um contrato que dizia que ele deveria seguir as cheerios. Quando perdeu o duelo, teve que cumprir, mas suas intenções são as piores possíveis. Ele quer destruir Sue. E não vai conseguir. Porque ela é uma das melhores partes da série toda. Ryder e Unique brigaram pois Ryder não conseguia se referir a Unique como garota, mas no final (com a ajuda de uma estranha garota online), eles se resolveram. Mais tarde, Ryder pediu perdão a Jake, e os dois estão bem, mas não tão bem quanto Jake e Marley, que conversaram e trocaram juras de amor.

Sobre a garota online que Ryder conheceu, o que vocês acham ? Será que vem por aí um clichê plot de pedofilia, um garoto se passando por garota na internet ou algo como um amor à distância ?

PS: Sue Minaj. Sem mais a acrescentar.
PS2: Santana Abdul.

Estou um pouco assustada com a promo do próximo episódio e não sei o que comentar. Deixo com vocês. Comentem esses episódios e me digam o que esperam do da semana que vem. Eu espero que ele mantenha essa mesma qualidade. Sei que Glee sempre tem seus altos e baixos, praticamente uma montanha russa, mas eu ainda tenho fé que o carro pare lá em cima, e que demore um pouco para o Ryan Murphy destravar e o carro descer novamente (Desculpem a péssima metáfora).

Setlist do episódio:

How To Be A Heartbreaker (Brody e Rachel)
The Bitch Is Back / Dress You Up (Ryder e Unique)
Cold Hearted (Santana)
Bye Bye Bye / I Want It That Way (Will e Finn)
I Still Believe / Superbass (Blaine e Sue)
Closer (New Directions)

Séries citadas:

19 anos, mora em São Paulo, ama futebol e estuda Jornalismo. Está no TeleSéries desde 2011 e assiste mais séries do que os seus dedos da mão podem contar. Ama todas, mas Everwood, Friends e The O.C. sempre vão reinar em seu coração.

8 Comments

  1. Aline

    Até que gostei de Girls (and Boys) on Film, mas Feud foi um dos mais intragáveis na minha opinião. Não achei ruim como Night of Neglect, mas achei tudo muito absurdo. Finn me irrita só de aparecer em cena, Unique estava muito mala, pior que o próprio Alex em The Glee Project e a plot do Blaine com a Sue foi tão desnecessária.
    Eu esperava gostar do episódio só por ter BSB e N*Sync, mas não deu.

  2. JuliaBerringer

    Unique e Kitty são personagens MUITO chatos. Não aguento com eles! O plot de Blaine e Sue acabou com toda a “maturidade” ali.

    O mash-up de BSB e N’Sync foi bárbaro, vamos concordar…

  3. Bruna

    A Unique é chata demais, tiram ela do seriado por favor. O episódio foi até legal, o mash-up de Bye, bye, bye e I want it that way foi perfeito, mas preferia que tivessem sido músicas separadas. Aliás, demorou demais para ter uma música do BSB em Glee. E eu confesso que pirei na frase do Finn rs.

  4. Juninho

    Agora sim Júlia algo que concordamos, assino em baixo o que disse sobre a Lea Michele e a Jayma Mays, amo as duas atrizes e seus respectivos personagens…

    Bom sobre os dois episódios Ryan Murphy e cia merece nossos elogios foram bons episódios, mesmo sem agradar a todos, afinal não dá pra ser 100% sempre vai ter alguém pra reclamar de algo.

    Santana desde que foi para NYC tem roubado a cena vasculhou o apartamento dos amigos, colocou Kurt em uma saia justa com o novo futuro namorado, fez de tudo para abrir o olho da Rachel, e ainda deu tempo de fazer uma coreografia sensual em tom ameaçador em NYADA, sem falar que roubou o edredom da Rachel e o travesseiro do Kurt,essa é nossa Bitch mais querida de todos os tempos! Agora só falta a Cassie, ai sim o bicho ia pegar de verdade!

    Sue desde o casamento que não aconteceu está com a corda toda e o que foi a apresentação dela de Nicki Minaj, junto com Becky de tiete, hilario não é?

    Não gosto de finchel, me simpatizei de inicio por Brochel, mas isso passou porque Brody foi ficando chato, mas concordo com a Julia, o cara só queria pagar a faculdade,e as coisas andam complicada os estudos são caros,hahaha. E outra quem é o Finn pra julgar alguém ou se dizer melhor que o Brody, ele mesmo já fez tanta merda! Quero mesmo que Rachel de um tempo de relacionamentos, ou tragam Jessie de volta!

  5. JuliaBerringer

    Santana é muito amor e bitchness ao mesmo tempo! Adoro demais!

    Por um mundo onde Rachel consiga ficar sozinha por pelo menos 4 episódios hehe Não gosto do Jessie, de todos, prefiro o Finn. Mas quero ver ela focada. Nada de draminhas no caminho dela.

  6. Bruna

    Com certeza! Até porque eles (ou pelo menos o Brian) são fãs de Glee. E vamos admitir, eles têm material para um episódio tributo!
    Concordo com vc, Julia. A Lea transmite os sentimentos da Rachel só pelo olhar. Esse é um dos motivos de gostar tanto das duas. Adoraria ver mais cenas da Rachel e da Santana como roomates, espero que elas voltem a morar juntas logo.
    E esqueci de mencionar o quão hilário foi a Sue vestida de Nicki Minaj e que eu ri demais com o dueto I Still Believe / Superbass (não com o dueto em si, mas com o fato de serem duas ‘inimigas’ nas versões originais).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account