Log In

Reviews

Glee – Child Star, The Rise and The Fall of Sue Sylvester e We Built This Glee Club

Pin it

Série: Glee
Episódio: Child Star, The Rise and The Fall of Sue Sylvester e We Built This Glee Club
Número dos episódios: 6×09/10 e 11
Datas de exibição nos EUA: 27/2, 6/03 e 13/03/2015

Bom, eu sumi novamente. Podem me culpar que eu aceitarei esse fardo. Ando cheia de coisas na vida pessoal e saber que Glee está chegando ao fim também não me motiva muito. Acho que a tristeza de ter que encarar este momento de frente me faz sofrer e não querer escrever era uma tentativa vã de evitar que ele chegasse. Mas, não adianta.

Pois bem, vou comentar brevemente Child Star e The Rise and The Fall of Sue Sylvester e me dedicar um pouco mais a We Built This Glee Club.

Em Child Star fomos apresentados a um novo personagem: Myron. O episódio foi leve e divertido e não contribuiu muito com o andamento da história, mas foi bem bacana no sentido de desenvolver alguns plots românticos e de voltar a dar destaque aos novos integrantes do New Directions, que andavam bem apagados nos episódios anteriores. Sue finalmente se rendeu e resolveu ajudar o Glee Club fazendo com que eles produzissem o bar mitzvah do Myron que acabou se juntando ao coral e foi um grande acréscimo. Mas, como bem sabemos, essa boa atitude da Sue não dura muito tempo.

vlcsnap-2015-03-17-23h44m57s13

The Rise and The Fall of Sue Sylvester traz a tona todas as maldades praticadas pela treinadora durante toda a série. E o mais surpreendente é que quem se volta contra ela não é Will ou alguma cheerio cansada de ser escravizada, mas sim Becky, pois ela percebe que as atitudes de Sue passam de todos os limites do que pode ser aceitável. Em mais um divertido episódio vemos a ascensão e a queda de Sue, conhecendo também um pouco mais da história da treinadora e compreendendo por que ela se tornou essa pessoa tão azeda. Em mais uma surpresa, as únicas pessoas que ficam do lado de Sue são Will e Beiste.

vlcsnap-2015-03-17-23h48m53s101

O plot que já vinha sendo desenvolvido nos dois episódios anteriores e que retratava a necessidade de Rachel se decidir entre a Broadway e NYADA tem seu ápice em We Built This Glee Club. Depois de ouvir muitas opiniões, inclusive de Jesse St James que ressurge das cinzas, Rachel acaba decidindo-se por NYADA. Achei a decisão sábia, mas espero que a series finale nos dê indicativos de que Rachel conseguirá realizar seu sonho da Broadway. Não gostei de ver como a personagem simplesmente abandonou o Sam pra ficar com o Jesse. Até acho que faz sentido visto que a personagem está voltando pra Nova Iorque e seria difícil ficar com Sam a distância, mas a temporada tão curta, com apenas 13 episódios, impossibilitou que a história se desenvolvesse como merecia. Foi tudo muito rápido.

Depois do incêndio providencial na escola dos Warblers eles se juntaram ao New Directions e foi a primeira vez na história de Glee que tivemos uma explicação sobre de onde surgem as pessoas que cantam no coral na hora das competições. As equipes acabaram unindo forças e vencendo o Vocal Adrenaline, que agora era treinador por Sue Sylvester. No final, surpreendentemente, Sue revela que tudo era um plano dela para auxiliar o ND a vencer. Mas, como nossa alegria sempre dura pouco ela volta a se revoltar depois de Will se negar a agradecê-la e promete acabar com Will de novo. Parece que as coisas terminarão do mesmo jeito que começaram. Espero sinceramente que não, mas não duvido nada. Eu gostaria era de ver a Sue se redimindo.

vlcsnap-2015-03-17-23h48m33s151Mas o ponto alto do último episódio da final foi a vitória do ND. O Vocal Adrenaline pode até ter sido tecnicamente superior, mas eles – e Sue – não mereciam vencer Will, Rachel, Kurt e Blaine. Seria a vitória da maldade sobre a bondade. Felizmente os jurados viram algo mais no New Directions e eles seguem para as regionais. Rachel, mais do que qualquer outro, merecia essa vitória. Para fechar bem o episódio tivemos flashbacks das vitórias da velha guarda do ND e a despedida de Rachel, Kurt e Blaine que agora seguirão para NY na tentativa de retomar seus sonhos. Eu, sensível como sou, chorei.

vlcsnap-2015-03-17-23h50m02s6E já estou preparando os lencinhos para o episódio duplo da finale. Sinceramente não estou preparada para me despedir de Glee, mesmo sabendo que foi melhor assim. Espero que Ryan consiga dar um final digno e que os veteranos voltem para o episódio final. Nos vemos lá!

Séries citadas:

Relações Públicas e Mestre em Comunicação Midiática pela UFSM. Não esconde sua paixão por reality shows, sendo fã especialmente de The Voice, Survivor e The Amazing Race. Suas séries preferidas são Friday Night Lights e The O.C, mas também nutre um profundo amor por Friends e Sex and the city. Atualmente assiste Orphan Black, Orange is The New Black, Broadchurch, Faking It, Girls e Nashville... Suas paixões mais recentes são The Affair, How to Get Away With Murder e Scandal (cujas 4 temporadas completas assistiu em apenas 20 dias).

Website: http://www.assmanncomunicaçãoestrategica.wordpress.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account