Log In

Reviews

Glee — All or Nothing

Pin it
Série: Glee
Episódio: All or Nothing
Número do Episódio: 4x22
Exibição nos EUA: 09/05/2013
80.235294117647
4
17

Mais um ciclo se fecha para Glee. A quarta temporada, amada por uns, odiada por outros, acabou para a alegria de alguns e desespero de outros. Apesar de não ter simpatizado com essa temporada, confesso que aguardo ansiosa a quinta temporada que está por vir. Por mais que considerasse tentadora a ideia de ver a série ter um fechamento ainda nesse ano, confesso que depois desse episódio, sentiria falta eterna desses personagens tão queridos.

Queridos porque analisando essa última temporada e esse último episódio percebi que até a Kitty chatinha conquistou um pouco de carinho meu, e por que raios Brittany, Santana, Rachel, Kurt e todos os garotos que conhecemos de longa data não me fariam falta ?

Sei que um dia vamos todos ter que dar adeus à série, querendo ou não. Mas por me envolver demais, quero sempre que dure um pouco mais. Mesmo que em má fase e mesmo que diga em praticamente todas as minhas reviews que odeio o Ryan Murphy (porque realmente odeio), eu sei que sentirei uma falta imensa de cantar e de pausar o episódio revoltadamente porque “Que palhaçada é essa aqui ?”.

Deixando a sensibilidade à flor da pele de lado um pouco, vamos a All or Nothing.

Primeiro, vamos abordar a cena Berry do episódio. Foi pequena, mas foi o bastante para fazer nossos coraçõezinhos (pelo menos o meu) apertar. Não canso de dizer que a voz da Lea é maravilhosa, mas essa performance me arrepiou. Se ela não ganhar esse papel vou entrar em depressão profunda. Boba eu que realmente acreditei que Ryan Murphy fofinho ia dar uma resposta para o callback nesse episódio. Ryan Murphy diz: Julinha, fool yourself! ha ha ha

Em Ohio, tudo está uma loucura. Principalmente a cabecinha de Blaine. O guri não desistiu mesmo de pedir Kurt em casamento (se não temos Brittana, merecemos Klaine, ao menos). Ele foi então com ajuda de seus amiguinhos Tina e Sam Bobo (digo bobo porque não parece ser o mesmo Sam da segunda temporada), comprar um anel. Chegando lá, conheceu uma senhorinha simpática e lésbica, que inspirada, resolveu pedir a sua companheira de longa data em casamento. Kurt e Blaine estavam presentes para ver o primeiro momento casamento do episódio! Ryan Murphy diz: Julinha, loved it! ha ha ha

Eu sabia! Eu sabia que ela era um gênio! Como vocês podem ver nessa review feita no dia 30/09/2012, eu escrevi “(…)No fundo, bem no fundo, acredito que a Brit é super inteligente, e se faz de inocente para um dia dominar o mundo…” Ela ainda não dominou o mundo, meu caros Gleeks. Mas sinto que ela está bem perto disso. Ela ganhou licença para entrar na faculdade mais cedo pois é um prodígio. Lógico que essa história vai ser enrolada até a Morris ter seu filhinho, e provavelmente depois ela vai voltar e dizer que se enganaram e que ela não é tão esperta assim e que vai (de algum modo) voltar a estudar no McKinley. Ryan Murphy diz: Julinha, do you really think eu sou tão previsível ? (Sim, eu acho).

PS: Fondue for two em dose dupla foi lindo demais!

Voltando às Regionais, rolaram vários barracos básicos. Finalmente, descobrimos que Katie é na verdade Unique. Achei bonito o sentimento dela pelo Ryder e feio o jeito que ele a tratou. Lógico que entendo o lado dele, mas se fosse a Kitty, por exemplo, ele com certeza daria uma chance a ela. Veremos o que esse plot nos guarda. Brittany descobriu que era um gênio e pirou dando uma de diva, terminou com Sam por sms e queimou suas roupas de Cheerio. Sam Bobo desesperado ligou para Santanão que veio de NY só para tentar entender a amiga, o que deu certo.

Também deu certo cantar as músicas originais da Marley, o que rendeu aos ND fofos o primeiro lugar nas Regionais! Destaque pra sempre fofa Melissa Benoist que me faz ficar mais apaixonada a cada episódio.

PS³: Joe e Sugar saíram de que buraco ? Finn entrou em que buraco ?

PS²: Descobrir quem é o pai celebridade da filha da Sue, não tem preço! Michael Bolton, you go!

O segundo momento casamento do episódio foi muito lindo e me deixou um pouquinho emocionada. Só não chorei porque já tinha gastado meu estoque com o discurso da Brit. Wemma foi feito pra ser. Endgame.

Tudo acabou com um ótimo plot do Blaine segurando a caixinha da aliança nas costas. Acabou assim e eu surtei porque, ai Ryan Murphy, eu odeio tanto você… Mas eu te amo por ter criado uma série tão Glee quanto essa.

Agora vocês, me contem desejos, esperanças e necessidades para a próxima temporada. Vou sentir saudade de vocês, gleeks, por um tempo. Vai demorar e vamos querer invadir a casa do Ryan Murphy para saber o que vai acontecer, mas quando voltarmos a discutir tamanha musicalidade e dramaticidade, espero que seja com um ótimo episódio estreando a quinta temporada.

Séries citadas:

19 anos, mora em São Paulo, ama futebol e estuda Jornalismo. Está no TeleSéries desde 2011 e assiste mais séries do que os seus dedos da mão podem contar. Ama todas, mas Everwood, Friends e The O.C. sempre vão reinar em seu coração.

9 Comments

  1. Augusto

    Eu gostei da quarta temporada mais que da terceira porque tirou o foco só de Ohio e isso ajudou a renovar a série. Marley é fofa. Não é a nova Rachel, ou uma substituta. Tem seus próprios sonhos e é mais tímida e se acha menos tbm. Pra mim, a melhor personagem q entrou, junto c Ryder. Expectativas a mil pela próxima temporad. Acho q Rachel ganha o papel e vai começar a sofrer na Brodway. Pra mim Glee continua se resumindo em uma palavra: inspiração. Até setembro, Gleeks!

  2. Elves Silva Souza

    Marley foi o grande destaque dessa temporada….
    Rachel é a grande estrela gente, isso não se discute…
    Mas que Marley deu conta do recado, ela deu !!!

  3. JuliaBerringer

    Glee tem meu coração apesar de tudo, também.
    Gostei bastantei do Ryder, mas gostei mais do Jake.

  4. Leo.

    Na moral, episódio mais retardado da história do Glee. Apenas tiraram o Finn de todo o episódio e pronto. Cadê as Nacionais da temporada? Cadê o suspense do fim de temporada? Até porque Blaine e Kurt casarem ou não é meio retardado, esse negócio de casamento jovem já foi usado outras duas vezes, uma de mentira e a outra nem rolou hein? A melhor parte do episódio foi só a Rachel cantando e o casamento do Will com a Emma. Sem noção essa história da Brittany.

  5. Aline

    Eu não queria nem comentar, porque não tenho nada positivo pra falar e não quero ser A chata e ficar reclamando da season finale que um monte de gente amou. Então só vou dizer o seguinte: quem anda decidindo as músicas dos episódios?? Se baixei 3 músicas da 4ª temporada já é muita coisa. Foi-se o tempo em que eu via e revia os episódios várias vezes e baixava 3 ou 4 músicas de cada episódio.

  6. Mariela Assmann

    Achei que a temporada acabou meio mal. Uma pena, já que eu estava amando a 4ª.

    Concordo com você, Julia, deixar as Nacionais pra 5ª temporada foi uma boa tática pras coisas não serem tão corridas. Mas se a 5ª se resumir à isso temo que fique meio arrastada.

    Uma alternativa seria desenvolver melhor o núcleo de NY, com a entrada de Rachel na Broadway.

    Achei genial a despedida da Brit. Pra quem não sabe ou não lembra, HeMo está grávida, por isso a necessidade de tirá-la antecipadamente da série. Torço pra que a Julinha esteja certa e Heather volte, pq eu gosto muiiiito dela. E assim Brittana poderia voltar.

    Enfim, um final de temporada bem mais ou menos, mas até acho que Ryan trabalhou bem com o que tinha em mãos, já que o elenco sofreu algumas baixas.

  7. Mariela Assmann

    Pra mim o maior suspense é o plot da Rachel: vai ou não vai para a Broadway?

    Quanto ao Finn, não tinha como ele aparecer, já que o Cory estava internado em uma clínica de recuperação. A produção não tinha como antever isso, e a história acabou ficando com um buraco, mesmo.

    Casamento juvenil é a treva mesmo. Tá na hora de pararem de usar essa história.

  8. Gabi Assmann

    Paguei o mico da vida. Resolvi ver o episódio no ônibus e aí chorei compulsivamente.
    Como existir Glee sem Brittany? Pra mim não existe. Espero que HeMo volte mesmo. Mesmo que tenha ficado feliz dela dar um tapa na cara do mundo sendo uma gênia incompreendida.
    Concordo com a Júlia sobre o Ryder/Katie.
    Espero muito que a Rachel consiga o papel.
    Casamento Klaine é palhaçada.
    Ficou claro que a Brit ama mais a Santana que o Sam. Nem conseguiu falar nada e só ouviu a Santi.
    PS: Júlia, que despautério falar que a Santana resolveu ir ajudar a amiga. Pedia pelo menos umas aspas no amiga, rs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account