Log In

Reviews

Glee — Goodbye

Pin it

Série: Glee
Episódio: Goodbye
Temporada: 3ª
Número dos Episódios: 3×22 (Final de Temporada)
Data de Exibição nos EUA: 22/05/12

Demorei para fazer essa review, porque não sabia organizar meus sentimentos. A verdade é que passei os últimos 3 dias sentindo muita raiva do Ryan e do episódio muito regular que tivemos como final de temporada. Depois percebi que eu estava com raiva mesmo era de dizer adeus. Soa uma pouco estranho e exagerado, mas falando sério, não existe uma só pessoa que não se envolva demais com os personagens de suas séries preferidas. Assim como a vida, esse episódio me mostrou mais uma vez que nem tudo é como nós esperamos, e as vezes as coisas tomam rumos totalmente diferentes e inesperados.

Os primeiros minutos foram ótimos, e eu me iludi, achando que o episódio seria tão bom quanto os dois últimos. A primeira cena fez meus pelos do braço se arrepiarem, o crescimento dos personagens foi uma coisa que ficou em destaque o tempo todo, e foi realmente lindo. Mas dar adeus à Kurt, Santana, Quinn, Mercedes, Puck, Mike, Finn e Rachel não foi tão fácil quanto pensei que seria.

O episódio também surpreendeu, e muito. Quinn resolveu ajudar o Puck com a sua prova, e eles acabaram tendo um casinho, que me deixou meio assustada. Foi sem nexo, e eu achei que Glee já tinha superado essa história, odiei. E agora ? Ela vai pra Yale e o Puck vai com ela? Ela vai desistir de tudo e seguir ele ? Ok, essa última é muito pouco provável, porque a Quinn tem seus momentos, mas continua sendo a Quinn. Além disso, ela teve um momento com a Sue que me fez chorar muito… Ela chorou também, e sinceramente, não aguento mais ver essa guria chorar! Outra que vai seguir a vida sem o namorado (Sam não vai se formar esse ano), é a Mercedes que está indo para L.A., ser cantora de apoio em uma gravadora. Santana desistiu da faculdade para ficar com a Brittany (que teve uma segunda chance de fazer o ano de novo, olha que sorte! Ela adorou ter essa oportunidade!) em Lima, mas depois decide ir pra New York com o dinheiro que a mãe dela guardou por 18 anos. O Puck passou na prova e vai se formar! Agora sobre o futuro dele, ninguém sabe. Mas eu vou sentir falta dele. O Mike conseguiu entrar numa ótima faculdade, e também vai tocar com a sua vida.
Finn, Rachel e Kurt resolveram abrir suas cartas de admissão juntos. Somente Rachel foi aceita no NYADA, o que me revoltou, porque o Kurt merecia muito! Mas o bom, é que ele tem mais um ano pra ficar perto do Blaine, principalmente depois de tudo que ela fez para ter sua terceira chance. Kurt acabou ganhando mais um ano para ficar pertinho de Blaine.

Finn não conseguiu ir para NY também, e resolveu ir pro exército, não só para redimir seu pai, mas porque ele sabia que Rachel o seguiria à qualquer lugar que ele fosse. Querendo que ela realizasse seus sonhos, enganou a guria, dizendo que estavam indo para a igreja se casar, quando na verdade, levou ela até a estação de trem, onde terminou o namoro com ela e deu uma verdadeira prova de amor à sua “ex”-namorada. Fiquei revoltada com isso também, porque adoro Finchel, e não quero que a Rachel dê uma de doida e arranje um outro cara em NY. Na estação, e meio à muitas lágrimas, Rachel se despediu de seus amigos do Glee Club que estavam à espera, o que também me emocionou bastante.

Agora que minha raiva passou, ainda me sinto um pouco chateada, não gostei dos “finais inacabados” que o Ryan deu aos personagens. Quero despedidas decentes! As coisas ficaram muito no ar, então, o jeito é esperar por outra temporada. Rachel, Finn, Kurt e Santana são os formandos totalmente confirmados para a quarta temporada, então, ainda nos resta um pouco de esperança.

Quero a opinião de vocês, acham que mesmo depois de tudo isso, e com os boatos que a quarta temporada vai ser uma série dividida em vários cenários e histórias aleatórias, Glee vai continuar a ser o mesmo? Tenho minhas dúvidas, mas se não for pra ser a mesma coisa, que seja algo melhor… Mas, bom, como sempre, os que nos resta é esperar e roer as unhas até setembro.

Sobre os números musicais:

Sit Down, You’re Rocking The Boat foi um jeito de mostrar aos Gleeks quanto os personagens mudaram. Nem me lembro quando o Kurt abandonou aquele cabelinho, ou quando a Mercedes deixou para trás o black power dela.

Forever Young foi para chorar, e eu adoro a voz do Matthew. I’ll Remember foi outra que me deixou abalada, e o discursinho do Kurt me fez sentir muito bem. Me senti parte do Glee Club. Me julguem.

You Get What You Give foi o presente dos formandos para os que continuariam no ND, e foi muito bonitinho. In My Life foi o presente dos não formandos para os formandos, mais precisamente, ao Finn, que sempre apoiou o Glee Club, mesmo quando não tinha nada a ver com o ND, e também foi fofo.

Glory Days foi a trilha sonora da formatura  dos garotos, e caiu como uma luva na cena.

Já a música que encerra o episódio é Roots Before Branches, aquela qual a Rachel começa a cantar chorando os olhos pra fora, e acaba cantando sorridente. Sinceramente, essa mudança de humor dela me irritou! Mas eu ainda à amo, e vou sentir falta das suas chatices até setembro.

Séries citadas:

19 anos, mora em São Paulo, ama futebol e estuda Jornalismo. Está no TeleSéries desde 2011 e assiste mais séries do que os seus dedos da mão podem contar. Ama todas, mas Everwood, Friends e The O.C. sempre vão reinar em seu coração.

3 Comments

  1. Bianca Mafra

    Torcendo para um spinoff com o trio kurt, Rachel e stjames. e só. ah quinn só deu um beijo nele para ele retomar a autoconfiança, não teve casinho e ela não vai ficar ou ir com ele para canto nenhum

  2. Pingback: Destaques na TV – Quarta, 29/8

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account