Log In

Gastronomia Notícias

Gastronomia – O mistério do pão de macaco em Psych

Pin it

Este é um post-companion à review de Simone Miletic para o episódio Dual Spires de Psych, publicado aqui.

No episódio em que a série Psych presta homenagem a uma série que mudou a história da TV, os detetives Shawn e Gus são convidados a uma cidadezinha cujo principal produto é a canela. Assim que descobre isso, Gus fica todo animado:

Você acha que eles têm pão de macaco?

Eu não sei você, mas eu fiquei muito intrigada: como assim, pão de macaco? Segundo o Wikipedia, também conhecido como “pão grudento, bolo de café africano, coroa dourada, bolo me-belisca, pão-bolha e cérebro de macaco” [em tradução livre] é uma espécie de pão de rosca em que a massa é colocada na fôrma em bolinhas, consumido no café da manhã e que data dos anos 1950. Depois de assado, basta beliscar e o pão se parte sem precisar de faca.

Quanto à origem do nome há diversas hipóteses e nenhum consenso, mas a que parece mais lógica é que as pessoas pegam os pedaços do pão á maneira dos macacos. Aparentemente esse é um quitute quase exclusivamente ianque e lá eles já têm até massa pronta enlatada [que serve para outras coisas também, claro]. Por aqui, se a gente quiser experimentar terá de colocar a mão na massa mesmo, como as pessoas de 1950.

Shawn:

“Você encontrou o pão de macaco.”

Gus:

“Você sabe que sim.”

A receita – Pão de macaco

Ingredientes:
Massa*
10g de fermento biológico
400g de farinha de trigo
1 colher [chá] de canela em pó
1 colher [sopa] de sal
5 colheres [sopa] de açúcar refinado
2 colheres [sopa] de manteiga
1 xícara [chá] de água

Molho
1 e 1/4 xícara [chá] de manteiga [1 barra inteira + 1 colher de sopa]
1 e 1/4 xícara [chá] de açúcar cristal
1 xícara [chá] de nozes e amêndoas ou castanhas picadas

Modo de preparo:
Misturar todos os ingredientes da massa em uma tigela. Passe o conteúdo para uma superfície enfarinhada e trabalhe a massa com as mãos, amassando bem. Cubra com filme plástico e deixe na geladeira de um dia pra o outro.

* Se você tiver uma receita confiável de massa de rosca ou de sonho pode usar a sua, no lugar desta.

Unte e enfarinhe uma fôrma de bolo. Preaqueça o forno a 190 graus Celsius.

Depois de onze horas na geladeira, forme rolos de massa com cerca de 4cm de diâmetro e corte fatias de 2cm de largura. Reserve.

Numa panela, leve os ingredientes do molho ao fogo mais baixo até a manteiga derreter. Misture até dissolver o açúcar e passe os pedaços de massa nessa mistura, cobrindo bem. Coloque os pedaços de massa na fôrma preparada [se sobrou molho pode despejar por cima] mas sem pressionar a massa na fôrma.

Asse durante 45/60 minutos ou até dourar. Retire do forno, coloque um prato para bolo por cima e vire a fôrma. Deixe esfriar um pouco e o pão de macaco se soltará. Retire a fôrma e sirva.

De preferência acompanhado de sidra de maçã, hmmm.

Nenhum macaco foi morto ou ferido durante a execução desta receita.

Séries citadas:

6 Comments

  1. Anônimo

    oi, flávia! um amigo padeiro testou, eu estou esperando esse pão chegar até a minha casa ainda, hehehe…

  2. Bianca Mafra

    Eu acho que o nome eh porque o pao parece um cerebro mesmo. mas deve ser gostoso.
    lunaomi, se chegar na sua casa, divida com o resto do teleseries, a gente não reclama nao

  3. Anônimo

    ahahaha! pódeixar, flavia e bia, se chegar em casa a gente faz um piquenique. ;o)

  4. Pingback: Domingueiras « Pensamentos de Uma Batata Transgênica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account