Log In

Notícias

Fusão da Sky e DirecTV é aprovada com restrições

Pin it

A fusão das duas maiores operadoras de TV paga via satélite do país, a Sky e a DirecTV, foi aprovada pelo Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) com restrições. A reunião iniciou ontem e terminou esta manhã, segundo nota divulgada pela assessoria de imprensa da entidade.

Para diminuir possíveis prejuízos a concorrência provocados pela união das duas operadoras, o Cade proibiu, pelo prazo de cinco anos, a atuação das empresas de forma discriminatória com relação aos concorrentes. Proibiu ainda pelo mesmo prazo a exclusividade, pelas empresas do grupo News no fornecimento de conteúdo audiovisual e na transmissão dos principais campeonatos de futebol do país.

A nova operadora também é obrigada a manter preços iguais em todo o país para seus pacotes de programação pelos próximos cinco anos e só poderá fazer promoções locais por um prazo máximo de 90 dias.

A Sky também é obrigada a continuar exibindo pelos próximos três anos os canais de conteúdo brasileiro que estão hoje disponíveis na grade da DirecTV.

Com a concretização da fusão, segundo informação divulgada hoje pela Folha Online, a Sky Brasil passará a deter 95% do mercado de TV paga via satélite e 32% mercado total de TV por assinatura.

É jornalista, pós-graduado em Jornalismo Digital pela Pucrs e trabalha com produção de conteúdo para Internet desde 1995. É editor de internet do Jornal do Comércio, de Porto Alegre. Fundou o TeleSéries em agosto de 2002. Na época, era fã de The West Wing, The Shield, Família Soprano e Ed. Atualmente é viciado em The Good Wife, NCIS, Game of Thrones e Parks and Recreation.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account