Log In

Reviews Spoilers

Friday Night Lights – Expectations

Pin it

Friday Night Lights - Expectations
Série: Friday Night Lights
Episódio: Expectations
Temporada:
Número do Episódio: 5×01
Data de Exibição nos EUA: 27/10/2010

Friday Night Lights chega à sua última temporada, sem perder o fôlego. Servindo de exemplo para outros seriados que continuam em exibição, a série parece saber exatamente a hora de parar e dizer adeus. Mas, até lá, 12 episódios serão exibidos. Isso quer dizer que muitas tramas ainda serão desenvolvidas, muitos dramas serão mostrados, desfechos serão contemplados e, assim, o espectador só pode ficar ansioso a cada capítulo pois a certeza é de que a despedida seja intensa, do início ao fim.

Expectations não é a grande season premiere da série. O primeiro capítulo da quarta temporada, por exemplo, consegue um efeito muito mais interessante do que este episódio, possuindo um arco dramático mais equilibrado. No entanto, o capítulo que abre esta última temporada mantém, em algumas cenas, as características que marcaram Friday Night Lights durante estes anos: a emoçâo, as boas atuações, a excelente direção, os bons diálogos e, principalmente, a verossimilhança com a realidade.

E isso pode ser visto com Tami Taylor que, se transferindo para East Dillon, terá um longo e árduo trabalho pela frente dentro da escola para reorganizar o planejamento escolar e fazer com que os alunos sintam prazer de ir às aulas. É engraçado notar como Tami se parece exatamente com Erin Gruwell, a personagem da atriz Hilary Swank no filme Escritores da Liberdade (2007). Ao longo destes cinco anos, tenho percebido cada vez mais semelhanças entre as duas personagens. Ambas lutam por uma escola igualitária, tentam dar sentido à vida dos alunos e acabam correndo riscos para fazer com que isso aconteça. Tami sabe que a escola onde está não tem recursos para contratar professores ou investir na estrutura do colégio.

Por outro lado, ela acredita que um começo para conseguir melhorar as coisas é diminuir a inadimplência dos alunos. Mas, fazer isso, requer um ânimo que ela não tem conseguido alcançar com este novo trabalho.

Mas Expectation” é totalmente baseado nas despedidas e, como o próprio título sugere, nas expectativas destes personagens veteranos quanto ao futuro. Landry Clarke, por exemplo, está finalmente indo para a faculdade. Antes de sair de Dillon, ele faz uma rápida visita a avó de Matt em uma cena extremamente comovente, em uma atuação que lembra os momentos de Sara Goldfarb, a personagem da atriz Ellen Burstyn, no filme Réquiem para um Sonho (2000). E isso fica nítido quando a câmera, ao final da cena, se enquadra nos pés da avó de Matt e na maneira como ela se balançava e os batia.

Do outro lado, Julie Taylor está também seguindo pelo mesmo caminho de Landry. E é uma pena que a série não tenha mostrado ela também fazendo uma visita para a avó do seu ex-namorado, uma vez que elas sempre foram tão próximas. De qualquer forma, os momentos que ela passa ao lado Eric Taylor, na cena em que jogam uma partida de ping-pong, representam o quanto Friday Night Lights dá valor para os laços familiares.

Aliás, a cena que mais me chamou a atenção não se deu nos momentos da vitória dos Lions na primeira partida do ano, ou da festa do time antes de começar a temporada. A discussão da família Taylor no café da manhã se tornou, ao longo destes anos, um dos grandes momentos da série.

Friday Night Lights - Expectations
E, neste episódio, Friday Night Lights também promove esta mesma reflexão narrativa e, de forma surpreendente, quando Eric Taylor diz que vai sentir falta daquilo é como se ele estivesse falando com o espectador: porque, tenho certeza, todos nós vamos sentir faltas destas discussões quando a série terminar. Friday Night Lights conseguiu alcançar um envolvimento tão grande do público com as suas personagens que, hoje, é praticamente impossível não se sentir íntimo de cada um deles.

E o mais impressionante de tudo isso, é que a série ainda se dá ao luxo de reservar um momento maravilhoso quando Julie se despede dos seus pais, em uma cena construída de maneira tão linda que, segurar o choro, se torna uma tarefa bastante difícil.

É isso! Friday Nights Lights retornou para a sua última temporada. E que ela seja inesquecível para todos nós que acompanhar esta incrível história.

* * *

Texto publicado originalmente no weblog Sob a Minha Lente.

Séries citadas:

9 Comments

  1. Pingback: Tweets that mention Friday Night Lights – Expectations -- Topsy.com

  2. Chelsea

    Bem, FNL é a minha querida do coracao. É aquela série que me faz ficar, de 10 em 10 minutos, atualizando o site pra ver se o link já está disponível pro Download. E, nao teve como eu nao me emocionar nesse episódio.
    O clima já comecou bom com Tami indo para East Dillon, querendo promover mudancas, e creio que logo a batalha dela contra orcamento baixo + professores desmotivados irá comecar.
    Mas nada me deixou mais emocionada que rever Tim Riggins. Desde sempre o bad boy de Dillon foi o meu favorito, e vê-lo indo pra prisao me fez chorar horrores (ainda mais por causa do idiota do Billy), mas serviu pra mostrar como o egoísta que dormiu com a namorada do melhor amigo da primeira temporada, evoluiu pro cara que vai pra cadeia pelos outros da quarta. Mas sabe o que me doeu? Foi o Billy, em parte, ter roubado a oportunidade de futuro do Tim. Nao apenas deixando o irmao ir pra prisao e preferir tapar o sol com a peneira indo visitá-lo, mas também o fato de assumir como assistente dos Lions, coisa que Tim parecia que ia fazer essa temporada. Sei que pode ser hipocrisia falar que Tim nao ia ser preso nunca, mas creio que ele estava em franco crescimento, e que sua fase garanhao de Dillon ia ficando pra trás aos poucos e ele ia ser mais que isso. E, acima de tudo, ele teve seu caráter moldado /mudado pelo Coach Taylor, devemos nos lembrar. O Tim do primeiro episódio, que deu uma entrevista bebado, nao é o mesmo que foi pra cadeia no lugar do irmao, para que o sobrinho nao tivesse o mesmo destino sem pai deles.
    Julie também evoluiu, e vê-la saindo de carro da casa dos Taylor foi o equivalente a ver Landry se despedindo da Vovó Saracen. Esses dois, aliás, foram ótimos, e mostraram uma camaradagem como a tempos nao víamos entre eles (bota camaradagem nisso, ir ver o Landry tocar com a banda dele, ninguém merece), e me divertiu bastante ver o Landry com a stripper dizendo que achava que ela o amava de verdade.
    Nao é necessário comentar o quanto Kyle Chandler (especialmente) e Connie Britton foram fantásticos. A cara de Chandler ao ver Julie segurando as velhas medalhas de escoteira, transmitiu exatamente a dor e a alegria do personagem. E, na cena final, com Julie indo, os dois pareciam realmente se despedir da filha.
    Por isso que eu amo FNL.

    PS.: Becky acho que pode sumir que ninguém sente falta. Ô personagem chaaaaaata. Já era mala quando corria atrás do Tim (nao a condeno, diga-se), agora tá mais mala ainda sem ter ele pra usar de escada pra correr atrás.

  3. Lara Lima

    Chelsea saudade dos seus comentários srsrsrsrsrs

    Também acho que Becky podia sumir, prá lá de mala essa personagem, ninguém merece.

    Mas sobre Tim eu acho justamente o contrário. Acho que a prisão não significou nem um pouco evolução do personagem porque me pareceu a saída mais “fácil” para alguém que não queria se comprometer com nada na vida já que Tim só se esforça em pegar mulher e beber o dia inteiro. O que ele fez pelo irmão pra mim não foi nobre, na verdade ele não é ninguém desde que futebol não é mais uma opção e desde que seus amigos foram embora.
    A princípio eu não gostei do Tim ter ido pra prisão, mas pensando bem agora não consigo imaginar outro destido para ele, afinal, não dá pra esperar que caia do céu um emprego bom e alguém que ele ame, como um “final feliz”. Acho que Tim sempre fez as escolhas erradas porque achou que sempre seria um adolescente e quando se viu sozinho se acovardou.
    Billy claro tem sua parcela de culpa e sinceramente ele sempre tem atitudes infantis, não consegue tomar nenhuma decisão sem pensar nas consequências. É por isso que nada dá certo pra ele.

    Sobre a premiere, bom, achei que decepcionou. Lógico que amei as cenas da família Taylor se despedindo e Landry conversando com a avó de Matt, mas fora isso achei bem fraco. O que não necessariamente compromete a qualidade de FNL.

    Já estou com saudade da série e chorando antecipadamente srsrsrs.

  4. Chelsea

    Lara, saudade eu tava de poder comentar FNL, isso sim.

    Olha, eu entendi o que vc quis dizer, mas ainda assim acho que o Tim estava comecando, sim, a pensar em entrar nos eixos. Uma das provas foi o terreno comprado, o fato de nao ser mais TAO (repito, TAO) galinha como era (especialmente depois da visita da Lyla) e até a tentar, da sua maneira, ajudar os que gosta, mesmo que nao de muito certo(como foi com a malinha sem alca). Eu nao acho que o final do Tim precisava ser como o do Jason, que “terminou” com emprego e família, mas eu juro que achava que, dos 4 amigos, o Tim era o que ia ser jogador de futebol, justamente por nao ser o mais ansioso pra isso e por nao ter mais nada pra fazer. Acho que esse teria sido um final melhor pra ele. Meu medo é ele se tornar um cara extremamente amargo por causa da cadeia (coisa que ele já parece estar, tadinho).
    E eu também estou com saudade antecipada e, o pior, a série vai acabar próxima ao meu aniversário.

    PS.: Nao adianta, acho que a maioria das mulheres que assiste FNL gostaria de cuidar do Tim, seja como mae, namorada, amiga, qualquer coisa.

  5. Lara Lima

    hehehehe mas é claro que a maioria gostaria de cuidar do Tim, isso que me mata. Ele poderia estar muito bem agora se não fosse tão crianção. Mas olha, a terra que ele comprou e o fato de que ele tenta ajudar os outros só comprova minha teoria. Primeiro que ele comprou a terra, mas não tem dinheiro pra mexer nela e era bem capaz de ele e Billy acabar estragando também.E depois, ele ajuda todo mundo, mas primeiro precisa se ajudar né? Porque senão fica difícil!
    Realmente dos 4 amigos eu achava que ele iria jogar futebol também, até porque ele tem talento. E ainda hoje me pergunto qual é a grande diferença do ensino médio pra faculdade se nas duas as líderes de torcidas estavam lá pra fazer as provas e os trabalhos por ele. Pode até ser um pouco de saudade de Dillon, mas também é medo de crescer. Eu falo tudo isso porque também adoro o Tim e to de coração partido com essa situação.

    P.S.: Eu não acho que o Tim era assim TÃO galinha. Todas as vezes que ele se envolveu com alguém tinha um sentimento sabe? (mesmo quando se envolveu com Lyla) E nunca foi simplesmente por sexo, só pra curtir. Além disso nunca esteve com várias mulheres fazendo promessas de casamento para todas elas. Galinha é o cara que se envolve com todas e com nenhuma ao mesmo tempo ou tô errada?

  6. Chelsea

    Acho que só com a Lyla ele se envolveu com sentimento mesmo. Acho que ele já era apaixonado por ela, mas ela era namorada do Jason e tinha a amizade. Eu falo que o Tim era galinha por ter visto os DVDs com cenas estendidas, e, em toda cena cortada, ele tava com uma cheerio diferente. Acho que, da série toda, dá pra contar nos dedos as mulheres que nao beijaram Tim (e algumas talvez quisessem, diga-se). Mas você tem toda razao ao falar que ele nao quer se ajudar.
    Mas isso que você disse das líderes de torcida fazerem os deveres e trabalhos dele, acho que na faculdade isso nao ia dar muito certo. Temos que lembrar que em Dillon ele era estrela, na faculdade ele era mais um. Além do fato de existirem trabalhos a serem apresentados em forma de seminário, etc.

  7. Lara Lima

    Ahh mais sempre tem uma pra ficar com pena dele, né? E com o charme do Tim, bom, sei lá, acho que a realidade da faculdade não seria muito diferente do que ele vivia no Ensino Médio. Ou também ele podia começar a estudar pelo menos o suficiente pra sobreviver na faculdade, né? Chegou até ali pra desistir? Não dá.
    Eu também vi os dvds com as cenas estendidas, mas mesmo assim, pra mim era mais as garotas que “imploravam” pra ficar com ele do que ele mesmo correndo atrás de mulher.

  8. Giselle Prudente

    Pois é , não vou esperar pelo AXN . Resolvi baixar .
    Adorei o episódio.
    Me deu uma pena do Tim naquela prisão. Não me conformo de jeito nenhum.
    E como vc comentou Chelsea por causa daquele rídiculo do Billy.
    Agora o Tim só volta nos 4 últimos episódios. Vou sentir falta.
    Linda a cena do Laundry se despedindo da vó do Matt.
    Concordo meninas a Beck é uma mala . Personagem insuportável.
    E ainda por cima cara de pau. Tomara que a Mindy dê uma chega pra lá naquela chata .
    As cenas com os Taylor foram as melhores. Chorei junto com o Tami quando a Julie foi embora.
    Ei meninas !!! Também quero cuidar do Tim kkkkkk !!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account