Log In

Opinião Preview Reviews

Preview: Franklin & Bash

Pin it
Conheça a nova série de advogados da TNT!

Série: Franklin & Bash
Episódio: Pilot
Temporada:
Número do Episódio: 01
Data de Exibição nos EUA: 01/06/2011

A TNT apresenta séries bem redondinhas. Não são um estouro inicialmente, mas mantém uma qualidade e, no mínimo, são séries que valem a pena apostar nem que seja pelo puro entretenimento. Sem falar que a emissora vez ou outra nos agracia resgatando alguma série que foi ignorada em outro canal.

A nova série das noites de quarta-feira é a dramédia de tribunal Franklin & Bash. Dois advogados que montaram recentemente um escritório, mas são convidados à irem para uma grande firma por Stanton Infeld.

Jared Franklin (Breckin Meyer) saiu da empresa do pai, Leonard Franklin – lenda no meio dos advogados-, é impulsivo, e disposto a fazer qualquer coisa pelos clientes. Peter Bash (Mark-Paul Gosselaar) é um apaixonado, sonhador e sofre, há um ano, com o término de seu casamento, e também com o fato de sua ex-mulher estar noiva.

O primeiro caso deles coloca em cheque a diferença da forma como a dupla trabalha e da nova empresa. O sobrinho do chefe, Damien, é advogado de um piloto e de uma linha de avião que respondiam por negligência em um acidente. Quando estava perdendo o caso diante da falta de credibilidade do piloto do avião, pagou uma testemunha pra dizer que ele estava com uma aeromoça no banheiro no momento do acidente ao invés da cabine e, assim, conseguir retirar a responsabilidade da empresa aérea. Lógico que isso vai contra os princípios de Jared e Peter e os dois arriscam tudo pra limpar o nome do piloto e fazer justiça.

Os funcionários de Franklin & Bash, Carmen (ex-presidiária) e Pindar (um agorafóbico) também vão para a nova firma. Além deles, compõe a equipe a advogada Hanna que teve um caso com Damien, mas me parece ser o interesse romântico de Jared para a temporada.

A série tem tudo pra ser perfeita, mas acho que a escolha do elenco de certa forma limitam um pouco as opções. Pelo texto bem humorado e criativo, a longo prazo, poderia alcançar a qualidade de Boston Legal, mas não creio que Dana Davis (com sua voz irritante de alguém que está falando mascando chiclete), Garcelle Beauvais-Nilon, Reed Diamond e Kumail Nanjiani dão conta do recado. É a grande fraqueza da série.

Contudo, nem que seja só pelo entretenimento como disse anteriormente, vale muito a pena, afinal, não é todo dia que a gente vê Mark-Paul Gosselaar cantando, tocando violão, e saindo nu de uma banheira, não é mesmo?

O piloto foi divertidíssimo e torço pra que a audiência melhore e possamos ter mais do que os 10 episódios encomendados.

Na última cena, Peter e Jared estão lanchando e olha só o diálogo:
Peter:

Você tem um encontro com Scarlett Johansson.

Jared:

Não faça piada envolvendo Scarlett. Nunca.

Peter:

Você consegue uma noite com ela, mas tem um porém. Mike Tyson tem que te dar um soco na cara uma vez.

Jared:

É o Tyson de 1980 ou o que chorou no programa da Oprah?

Peter:

O dos anos 80!

Jared:

Chance de passar a noite com a mulher mais linda do mundo ou a chance de viver em coma pelo resto da vida. Posso ter o sexo antes e o soco depois?

Tem como não amar, pessoal?

Séries citadas:

Bacharel em Direito e servidora pública. Já chegou a ver mais de 30 séries, mas hoje prefere ter vida social. Atualmente acompanha Arrow, The Good Wife, The Voice e Scandal.

4 Comments

  1. Paulo Serpa Antunes

    Fiquei interessado, Lara!
    Mas o Breckin Meyer é meio loser, tirando os desenhos animados que ele dubla, as séries que ele estrela não costumam passar da primeira temporada.
    E a TNT já nos sacaneou com Raising the Bar, né?

  2. Lara Lima

    O Mark-Paul parece repetir seu personagem de Raising. A essência é a mesma. Mas achei o roteiro do piloto amarradinho e gostei da interação dos protagonistas. Mas também não creio numa segunda temporada, achei o restante do elenco fraquíssimo. Infelizmente.

  3. Pingback: Destaques da Semana – Brasil – 8/8 a 14/8

  4. Anna Carolina Vale

    Man, sou completamente apaixonada por F&B. Principalmente pelo Breckin, ele tem um jeito meio cafajeste que cai como uma luva para o personagem, e a quimica dele com o Mark-Paul é ótima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account