Log In

Notícias

Fracassam negociações para fim da greve dos roteiristas

Pin it

O fio de esperança durou apenas quatro dias de negociações: os esforços para encerrar a greve de roteiristas foram interrompidos nesta sexta-feira (7/12). Segundo a AMPTP (Associação de Produtores de TV e Cinema), as conversas concluíram sem solução porque representantes do Sindicato de Roteiristas boicotaram a negociação em função de exigências muito além das expectativas dos estúdios. Já a categoria dos roteiristas alega intolerância do órgão e continua reinvidicando participação nos lucros da venda de séries em DVD e transmissões pela Internet.

Roteiristas já recusaram anteriormente uma proposta financeira da Aliança, que entregaria mais de 130 milhões de dólares no prazo de três anos, por alegar que só atendia uma de suas exigências (mídia online). A ruptura das negociações causou surpresa porque tanto os roteiristas quanto os produtores tinham afirmado 24 horas antes que os rumos para o fim da crise, em vigor há cinco semanas, pareciam encaminhados.

Leia trechos da desanimadora declaração oficial do Sindicato sobre a situação da greve, ainda incerta e longe de uma resolução:

A AMPTP continua mantendo a sua oferta inicial e se recusa a cobrir material original feito para novos meios de comunicação (…).

Esta oferta foi acompanhada por um ultimato: a AMPTP insiste no acordo que foge de várias das nossas propostas. (…)

Também temos recebido um ultimato similar dos canais de TV desde antes da discussão de 4 de novembro.

Nós rejeitamos a idéia de um ultimato. Embora um determinado número de pontos que temos em cima da mesa são negociáveis, muitas propostas da AMPTP são inaceitáveis para escritores. Continuamos prontos e dispostos a negociar, não importa quão intransigentes sejam nossos parceiros nas negociações, porque os riscos são simplesmente altos demais. Nós estamos preparados para aceitar uma nova proposta, e quando algum deles (produtores) estiverem prontos para regressar a mesa, estaremos aqui, prontos para fazer um acordo justo.

Em retaliação, a Associação de Produtores acusou em comunicado o Sindicato de fazer “greve de dinheiro e restrições legalmente duvidosas”, mas espera voltar à mesa de negociações com um “plano racional dos roteiristas que possa dar uma resolução justa e equitativa para a greve, causadora de sofrimento para tantas pessoas da nossa indústria e comunidade”.

Texto publicado originalmento no weblog Prime Time

10 Comments

  1. Beck

    Bom, já está programada a greve dos atores para o meio do ano.

    Se algo não for feito agora, se uma contra proposta não for aceita, a greve dos roteiristas será estopim para algo muito maior que pode afetar a indústria de um modo nunca visto antes, com valores superiores a da greve de 20 anos atrás.

    Eu, pessoalmente, não tenho fé, sei que nenhuma das partes quer ceder primeiro, sair perdendo, mesmo que emocionalmente.

    Faltam muitos capítulos desta história ainda.

    Abraços,
    Beck

  2. Thomas

    Greve tá na moda. Os atores também vão fazer, os técnicos da Broadway já fizeram…

    Só quero ver o Golden Globe como vai ser. Não vai ter nada além de listas nos teleprompters, vai ser como aquele dia em que anunciam as notas do carnaval.

  3. Olga Nogueira

    Com a greve vão começar a surgir os seriados de outros lugares, como os britãnicos, os canadenses e outros europeus. Temos bons exemplos de como essas séries podem ser boas como The Office que é britânica originalmente – aliás o original passa atualmente, só não lembro em que canal – e The Best Years, atualmente na Sony, que é canadense e excelente.

  4. Olga Nogueira

    Abre também espaço para os “revivals” como esse que a Warner está fazendo aos sábados e que são excelente oportunidade de assistirmos séries de sucesso do passado ou até de rever boas coisas. Tenho curtido assistir Babylon 5 e Birds of Prey que mal pude ver quando eram inéditas.

  5. Cristiano (Highlander_Master)

    The office, a original inglesa tá passando em 2 canais no Brasil atualmente: Manageamant TV (Da Sky) e Ideal Tv (Da TVA).

    Sobre a greve, também acho que vai vim coisa boa de outros países. Eu acho que deveriam olhar com carinho lá pra Asia, principalmente pro Japão que tá rolando muita série, série mesmo não é anime não. E também produzir séries nacionais.

    Ah, a volta das séries antigas também é legal, tomara que alguém pegue Macgyver, adoraria ver em som original com legendas, em ordem e até o final, ia ser muito legal.

  6. Olga Nogueira

    Isso mesmo, Cristiano, ver legendado o que foi exibido dublado anteriormente seria muito bom. MacGyver seria imperdível!
    É bom saber que o Japão faz seriados. Eu já gosto dos animes, quem dirá dos seriados!

  7. Olga Nogueira

    Eu também adoraria um revival de MacGyver!!! Legendado seria imperdível!!! Fiquei curiosa sobre esses seriados japoneses. Gosto de animes, dos filmes japoneses e então acho que também gostaria dos seriados.

  8. Olga Nogueira

    Quando eu escrevi a mensagem das 14hs a que havia mandado às 11hs ainda não tinha aparecido e por isso escrevi de novo. E agora, estão as duas aí! Tem vezes que eu escrevo e some, não aparece mesmo. Não consigo entender o que é que acontece.

  9. Priscila Dias

    Faltou listar o novo canal Ideal tv- canal 70 da TVA do grupo Abril e o sitcom ” 100 maneiras” sobre etiqueta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account